Principais obras de Tomie Ohtake que colorem São Paulo

A artista Tomie Ohtake, falecida nesta quinta dia 12, deixa obras lindas, principalmente em São Paulo. Conheça 11 painéis e esculturas da dama da arte brasileira: 1. Ladeira da Memória, Anhangabaú Pintura em pena cega do edifício 1984, o painel na lateral de um edifício na Ladeira da Memória tem 55 metros de altura foi promovido

Tomie Ohtake morre aos 101 anos em São Paulo

A artista plástica Tomie Ohtake morreu nesta quinta-feira (12), em São Paulo, aos 101 anos, no Hospital Sírio Libanês em São Paulo, onde estava internada desde o dia 2 de fevereiro, para tratamento de uma leve pneumonia. Tomie reagia bem ao tratamento e estava prestes a ter alta médica, mas na manhã de terça-feira (10)

Exposição na Caixa Cultural – Farnese de Andrade

A CAIXA Cultural Brasília inaugura dia 25/11 terça-feira, às 19h, a exposição “Farnese de Andrade – Arqueologia Existencial”. Com curadoria de Marcus de Lontra Costa, a mostra apresenta um conjunto de obras pertencentes a coleções particulares e dos herdeiros do artista, mapeando sua produção ao longo dos anos 1970, 1980 e 1990. A exposição apresenta a linguagem

Salvador Dalí no Instituto Tomie Ohtake

Após cinco anos de negociação, finalmente está em São Paulo a exposição do surrealista Salvador Dalí (1904-1989). Exposta no Instituto Tomie Ohtakie, em Pinheiros, a mostra reúne trabalhos já apresentados no Rio de Janeiro, além de exclusividades trazidas da Fundação Gala-Salvador Dalí e do Museu Nacional Centro de Arte de Sofia, em Madrid, na Espanha,

Bicentenário da Morte de Aleijadinho

Nesta terça-feira, dia 18 de novembro de 2014, completaram-se 200 anos da morte do escultor Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, um dos mais importantes nomes da arte barroca brasileira. Enterrado em 1814 na Matriz Nossa Senhora da Conceição em Antônio Dias, bairro de Ouro Preto, o artista barroco marcou a história da arte no Brasil

Barroco

O movimento Barroco teve seu início na Itália, ao final do século XVI e início do século XVIII. O Barroco chegou ao continente americano, juntamente com os colonizadores europeus. Muitas das construções dos países da América são da arte barroca. A palavra ‘barroco’, de origem portuguesa, significa uma pedra preciosa imperfeita, com os seus formatos

Exposição Tomie Ohtake

Se aproximando de seus 101 anos, a artista Tomie Ohtake não para de produzir e de reinventar. Uma de suas últimas séries, batizada de ”pinturas cegas” pelo crítico Paulo Herkenhoff, será apresentada na Galeria Nara Roesler, no Rio de Janeiro. Uma nova forma de explorar a monocromia é o que se vê nas pinturas ainda

Modernismo

O modernismo foi um movimento artístico do século XX, voltado aos sentimentos do homem. Além da luz e da cor, era importante a leitura do sentimento, a leitura da emoção. O conhecimento das correntes de vanguarda e o desejo de concretizar uma arte moderna brasileira, valorizando o nacional e eliminando as imitações europeias, possibilitaram o

Exposição “Paulo Bruscky” no MAM

  Está instalada no MaM, de São Paulo, a exposição panorâmica de um brasileiro de grande destaque no circuito artístico internacional, o artista multimídia e poeta Paulo Bruscky.  Com curadoria de Felipe Chaimovich, o consagrado artista pernambucano ocupará a sala expositiva com uma criação inédita feita especialmente para o MAM. Também serão mostradas obras antigas

Figura Humana

Em cartaz na Caixa Cultural Rio, a exposição “Figura Humana” apresenta obras originais que retratam o corpo humano, um dos temas mais clássicos da história da pintura. São 21 trabalhos de artistas contemporâneos, de diversas regiões do país. Pintores da geração dos anos 1980 até jovens na casa dos vinte anos de idade, os artistas

Limiares – A Coleção Joaquim Paiva no MAM

No sábado dia 11/10, foi inaugurada a exposição “Limiares – A Coleção Joaquim Paiva no MAM”. A exposição reúne 40 fotografias do acervo pertencente ao diplomata, uma das mais importantes coleções do país em fotografia brasileira e estrangeira. Fotógrafo desde a década de 70, Joaquim Paiva começou a colecionar em 1978, quando adquiriu trabalhos da

Das polêmicas, a Bienal

A 31ª Bienal de Arte de São Paulo traz à sociedade, já em seu título, uma provocação: Como (…) coisas que não existem. O espaço que está entre “como” e “coisas” sugere ao visitante analisar e refletir, por exemplo, como trabalhar, criar, falar, fazer, inventar, enfim, além do pensamento comum. Diferentemente de outras edições, a

Exposição “Made by…Feito por Brasileiros”

Após ser interditado pela vigilância sanitária e ficar quase duas décadas desativado, o Hospital Matarazzo, na região da Paulista, reabriu suas portas para o público. Porém, com uma função diferente da maternidade que no passado deu vida a 500 mil paulistanos. Dessa vez, o espaço dá vida a arte e recebe a exposição “Made by…

Leilão de Arte

James Lisboa realizará, hoje e amanhã, seu quarto Leilão de Arte neste ano. Composto por mais de 250 lotes, esse leilão conta com nomes de peso na história da arte, tais como: Mira Schendel,Abraham Palatnik, Candido Portinari, Alfredo Volpi, Tarsila do Amaral, Tomie Ohtake, Sandra Cinto, Frans Krajcberg, Salvador Dalí, Aldo Bonadei, Amilcar de Castro, Antônio Henrique

Mira Schendel – do Brasil para o mundo, do mundo para o Brasil.

A artista suíça Mira Schendel, naturalizada brasileira, teve sua retrospetiva apresentada no museu TATE de Londres, depois passou para a Fundação de Serralves no Porto e agora completa sua ultima itinerância na Pinacoteca do Estado de São Paulo. De renome internacional, Mira mostrou ao mundo o que ocorria na produção de arte contemporânea nacional, com

A Transarquitetônica de Henrique Oliveira

O Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC USP) abriga uma ocupação muito peculiar em relação à arte e à própria arquitetura do museu, é a instalação/escultura/pintura/arquitetura do artista brasileiro Henrique Oliveira. Intitulada “Transarquitetônica” que, segundo o autor tem como referência a rodovia transamazônica, construída para ligar o “nada a lugar nenhum”, é uma

Exposição de Nuno Ramos na Fundação Iberê Camargo

A Fundação Iberê Camargo apresenta a exposição intitulada “Nuno Ramos – Ensaio sobre a Dádiva”, em que uma grande instalação é composta por duas trocas, que se desdobram em três formas: escultura, vídeo e réplica da escultura. A grande poética dessa instalação veio a partir das limitações que a Fundação deu ao artista, já que

A Obsessão como forma de Expressão

  “Artistas não costumam expressar seus complexos psicológicos diretamente, mas eu adoto meus complexos e medos como tema” – Yayoi Kusama. Está em exposição no Instituto Tomie Ohtake “Obsessão Infinita” a maior retrospectiva da artista japonesa Yayoi Kusama já apresentada na América Latina. Na fala acima, da própria artista, revela o motivo do insistente uso

Instalações de Cildo Meireles na Itália

O espaço cultural HangarBicocca realiza a primeira individual na Itália do artista brasileiro Cildo Meireles. O artista que é conhecido internacionalmente e já participou de Bienais como a de Veneza, Paris, São Paulo, Mercosul além da Documenta de Kassel, teve retrospectiva de seu trabalho em museus como The New Museum of Contemporary Art – Nova York - Tate

Nova interpretação sobre “Abaporu” de Tarsila do Amaral

“Num dia, estava Tarsila sentada no chão, pensando. Talvez, nua – já que fazia muito calor. Ou com alguma roupa colada ao corpo. Provavelmente, como de hábito, usava os cabelos presos. Devia estar com a mão apoiada na cabeça, as pernas juntas, os pés descalços. Diante dela, havia um grande espelho. Por acaso. O espelho ficava