Escritoriodearte.com > Artistas > Gisela Eichbaum

Gisela Eichbaum

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Gisela Eichbaum (Manheim Alemanha 1920 - São Paulo SP 1996)

Pintora, desenhista.

Descende de uma família de músicos e vive em São Paulo desde 1935. Na década de 40, estuda música; cursa pintura e desenho com Yolanda Mohalyi, Samson Flexor e Karl Plattner. Integra o Atelier-Abstração e freqüenta a Escola de Arte Moderna de Nova Iorque, Estados Unidos. É considerada Melhor Desenhista pela Associação Paulista de Críticos de Arte, APCA, em 1983. Publica os livros Canções em Palavras, em 1986, e Meu Diário, em 1994.

Críticas

"Para começar, a abstração que principia na década de 1960 na produção de Gisela é uma decorrência natural da figuração para-expressionista que ela cultivou nas duas décadas anteriores. Mas é uma decorrência natural que se fez acompanhar também por uma progressiva libertação interior. As primeiras pinturas de Gisela são de caráter projetivo e estão carregadas de angústia e fantasias mórbidas. À medida que seu aprendizado artístico vai se processando, sua personalidade vai se aprofundando, e seu nível de consciência se torna mais alto. Já no período final de suas figurações, de seus retratos, suas paisagens urbanas e suas naturezas-mortas, a cor e a forma se fundem, cada vez mais objetivas e coesas, e cada vez menos amarradas. Uma vez fundidas a forma e a cor, daí para o informalismo expressivo era apenas um passo. Mas um passo difícil, que era preciso ser dado. Gisela deu-o à sua maneira, com timidez e excessiva autocrítica no início - daí a severidade de suas composições no fim da década de 50 e no começo da de 60 - com lirismo e liberdade onírica crescentes, depois. Não que a angústia tenha desaparecido de sua obra; apenas, o principal aconteceu: ela deixou de ser puramente psicológica e projetiva, para ser transfigurada em forma e cor esteticamente válidas".
José Neistein
GISELA Eichbaum: 40 anos de pintura e desenho = 40 years of painting and drawing. Apresentação de P. M. Bardi. Textos de Lisetta Levi, José Neistein e Geraldo Ferraz. São Paulo: MASP, 1983.

"Há uma relação muito íntima entre música e pintura, principalmente entre a instrumental e a abstrata. Desde Kandinsky esta aproximação tem sido notada com clareza. Com efeito, ambas são ´ars combinatoria´ por excelência. Das combinações das notas ou das cores, na riqueza das variações qualitativas e quantitativas possíveis, nas gradações tonais infinitas, surgem obras que são verdadeiros estados puros de emoção e sensibilidade. (...) Gisela Eichbaum é uma pintora musical. Nos dois sentidos, pois tendo estudado música na juventude, acabou fazendo uma pintura musical na maturidade. Ela entendeu cedo o que é harmonia, melodia, ritmo, contraponto. E os têm aplicado em suas pinturas abstratas atuais com uma sensibilidade e uma sabedoria que só a convivência de anos com materiais e processos permite exercer em plenitude. Sua obra é essencialmente musical, embora não emita sons. Ela reflete, em sua materialidade etérea, a sonoridade do silêncio. Gisela Eichbaum adentrou o universo absoluto das cores, das formas, dos ritmos e das texturas delicadas, com vontade e determinação. E se entregou com liberdade e alegria às possibilidades de retirar beleza das combinações destes elementos. Neste fazer prolongado, que já dura mais de quarenta anos, conseguiu o milagre de transformar a cor em lucidez e a lucidez em cor e luz".
Enock Sacramento
GISELA Eichbaum. Apresentação de Enock Sacramento. São Paulo: Galeria Documenta, 1986.

Exposições Individuais

1956 - São Paulo SP - Individual, no MAM/RJ
1958 - São Paulo SP - Individual, na Galeria de Arte das Folhas
1960 - São Paulo SP - Individual, na Galeria São Luís
1963 - São Paulo SP - Individual, na Galeria São Luís
1965 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no MAM/RJ
1966 - São Paulo SP - Individual, na Galeria São Luís
1969 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Astréia
1970 - Washington (Estados Unidos) - Individual, no Brazilian-American Cultural Institute
1986 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Documenta
1986 - São Paulo SP - Individual, no Masp
1989 - São Paulo SP - Individual, na Galeria de Arte Paulo Vasconcellos
1991 - São Paulo SP - Individual, na Galeria de Arte Paulo Vasconcellos
1994 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Documenta
1995 - São Paulo SP - Sombras e Luzes: óleos sobre tela dos anos 40 e 50, guaches e desenhos dos anos 90, na Casa das Artes Galeria

Exposições Coletivas

1954 - São Paulo SP - 3º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia - prêmio aquisição
1955 - São Paulo SP - 4º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia
1956 - São Paulo SP - 5º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia
1957 - São Paulo SP - 6º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia
1960 - São Paulo SP - 9º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia
1960 - São Paulo SP - Contribuição da Mulher às Artes Plásticas no País, no MAM/SP
1962 - São Paulo SP - Prêmio Leirner de Arte Contemporânea - premiado/desenho
1962 - Curitiba PR - 19º Salão Paranaense de Belas Artes - medalha de ouro e prêmio aquisição/desenho
1962 - São Paulo SP - 11º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia - pequena medalha de prata
1962 - São Paulo SP - Seleção de Obras de Arte Brasileira da Coleção Ernesto Wolf, no MAM/SP
1963 - São Paulo SP - 12º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia
1963 - Madri (Espanha) - Dezessete Desenhistas e Gravadores
1963 - Viena (Áustria) - Dezessete Desenhistas e Gravadores
1963 - Jerusalém (Israel) - Dezessete Desenhistas e Gravadores
1963 - Tel Aviv (Israel) - Dezessete Desenhistas e Gravadores
1965 - São Paulo SP - 8º Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal 
1965 - São Paulo SP - 14º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia
1966 - São Paulo SP - 15º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia 
1967 - São Paulo SP - 16º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia
1967 - São Paulo SP - 9º Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1968 - São Paulo SP - 17º Salão Paulista de Arte Moderna  
1969 - São Paulo SP - Exposição da Galeria Alberto Bonfiglioli, na Galeria Alberto Bonfiglioli
1970 - São Paulo SP - Pré-Bienal de São Paulo, na Fundação Bienal
1973 - São Paulo SP - 5º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1974 - São Paulo SP - 5º Salão Paulista de Arte Contemporânea, na Fundação Bienal
1976 - São Paulo SP - 8º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1977 - São Paulo SP - 9º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1979 - São Paulo SP - 11º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1980 - Rio de Janeiro RJ - 3º Salão Nacional de Artes Plásticas, no Mnba
1980 - São Paulo SP - 12º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1983 - São Paulo SP - Retrospectiva 40 Anos de Pintura e Desenho, no Masp
1983 - Washington (Estados Unidos) - Retrospectiva 40 Anos de Pintura e Desenho, no Instituto Cultural Brasil-Estados Unidos

Exposições Póstumas

1996 - São Paulo SP - Mulheres Artistas no Acervo do MAC, no MAC/USP

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Rubens Gerchman - Sem Título
Sem Título
Oscar Niemeyer - Desenho para Projeto
Desenho para Projeto
Francisco Stockinger - Guerreiro sobre Cavalo
Guerreiro sobre Cavalo