Escritoriodearte.com > Artistas > Aderbal Moura

Aderbal Moura

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Aderbal Moura (Feira de Santana BA 1945)

Pintor, desenhista e ilustrador.

Em sua cidade natal, toma o primeiro contato com a arte ao se deparar com uma obra do pintor Raimundo de Oliveira (1930-1966), cuja família morava a um quarteirão de sua casa. Posteriormente, viaja para Salvador com o Grupo Teatral de Feira de Santana, com o objetivo de recolher doações para a construção de um teatro em sua cidade de origem. Lá entra pela primeira vez em ateliês de artistas entre eles Genaro (1926-1971), Jenner Augusto (1924-2003), Carybé (1911-1997) e José de Dome (1921-1982). Em 1970, vem para São Paulo e fixa residência em Santo André, a convite do amigo Chico Liberato. Nessa cidade, integra o movimento artístico local e abre uma escola de arte. Em paralelo, aperfeiçoa suas técnicas com Walter Lewy (1905-1995), ilustra obras literárias de escritores como Carlos Drummond de Andrade (1902 - 1987), Paulo Mendes Campos (1922 - 1991), Miguel Jorge. Em 1972, realiza a primeira individual, em Belo Horizonte. A partir de 1974, passa a residir em São Paulo e participa do Grupo Guaianazes.

Críticas

"Tirante Jair Glass, Aderbal Moura é, provavelmente, o maior virtuose do desenho no grupo ´Guaianazes´. Sua mão se move com extrema fluência e naturalidade, e a facilidade com que ele parece trabalhar (e que é diametralmente oposta à luta pela criação com que Charbel escava dentro de si, procurando dar formas visíveis às suas sombras) faz com que sua fantasia não se torne trágica. Falando de sua produção mais antiga, a crítica destacava ´figuras intrigantes, pertubadoras, que mantêm um estranho diálogo entre si´ (Enock Sacramento, em abril de 86). Não as vejo hoje assim - e Aderbal também admite que ´Jair é mais dramático que eu´. Seu desenho (ou pintura sobre papel, porque a diferença é muito tênue) também tem muito de lúdico, às vezes trabalhando por cima de imagens clássicas que se tornam absolutamente irreconhecíveis, reduzidas a meros fundos, às vezes utilizando a sugestão de manchas aleatórias, das quais ele faz derivar a figura. Contrastando com o Aderbal de outras épocas, o de hoje prefere tornar mais leve e mais epigramática a sua poesia".
Olívio Tavares de Araújo
ADERBAL Moura, Antonio Vitor, Charbel, Décio Soncini, Graciela Rodrigues, Ivone Couto, Jair Glass e Maria do Carmo. Textos de Olívio Tavares de Araújo. São Paulo: MAM, 1989.

Acervos

Museu de Arte de Goiânia - GO

Exposições Individuais

1972 - Belo Horizonte MG - Individual, na Galeria Artelivro
1973 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Encontro
1975 - São Caetano do Sul SP - Individual, na Fundação das Artes São Caetano do Sul
1983 - Goiânia GO - Individual, na Galeria JAO
1983 - São Carlos SP - Individual, na Itaugaleria
1984 - Ribeirão Preto SP - Individual, na Galeria Itaú Cultural de Arte
1985 - São Paulo SP - Individual, na Chroma Galeria de Arte
1986 - Goiânia GO - Individual, na Multiarte Galeria
1987 - São Paulo SP - Pinturas 1987, na Chroma Galeria de Arte
1990 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Paulo Prado - Cidade de Assis

Exposições Coletivas

1966 - Salvador BA - 1ª Bienal Nacional de Artes Plásticas
1967 - Salvador BA - Coletiva, na Biblioteca Pública
1968 - Santo André SP - 1º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1969 - Santo André SP - 2º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1970 - São Bernardo do Campo SP - Coletiva, no Centro Cultural Guimarães Rosa
1971 - Santo André SP - 4º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1971 - São Caetano do Sul SP - Coletiva, na Fundação das Artes
1972 - Belo Horizonte MG - Coletiva, na Galeria Newman
1974 - Atibaia SP - 5º Encontro de Arte Plásticas
1974 - Santo André SP - 7º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1974 - São Caetano do Sul SP - 7º Salão de Arte Contemporânea
1975 - Santo André SP - 8º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1980 - Assis SP - 1º Salão de Artes Plásticas de Assis - premiado
1980 - Curitiba PR - 37º Salão Paranaense, no Teatro Guaíra
1980 - Pelotas RS - 4º Salão de Artes de Pelotas
1980 - Recife PE - 33º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco - prêmio aquisição
1980 - Rio de Janeiro RJ - 2º Salão Nacional de Artes Plásticas
1980 - São Paulo SP - 1º Salão Paulista de Artes Plásticas e Visuais
1980 - São Paulo SP - Desenho/80, na Galeria Seta
1980 - São Paulo SP - Panorama da Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1981 - Atami (Japão) - Artistas Brasileiros no Japão
1981 - Curitiba PR - 38º Salão Paranaense, no Teatro Guaíra
1981 - Franca SP - 5º Salão de Artes Plásticas de Franca - prêmio Secretaria Estadual de Cultura
1981 - Limeira SP - 9º Salão Limeirense de Arte - menção honrosa
1981 - Osaka (Japão) - Artistas Brasileiros no Japão
1981 - Piracicaba SP - 14º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba, na Casa das Artes Plásticas Miguel Dutra
1981 - Presidente Prudente SP - 4º Salão de Artes Plásticas de Presidente Prudente - prêmio melhor desenho
1981 - Recife PE - 34º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco, no Museu do Estado de Pernambuco - prêmio aquisição
1981 - Rio de Janeiro RJ - 3º Salão Nacional de Artes Plásticas
1981 - São Paulo SP - 2º Salão Paulista de Artes Plásticas e Visuais, no Paço das Artes
1981 - Tóquio (Japão) - Artistas Brasileiros no Japão
1982 - Belo Horizonte BH - 13º Salão Nacional de Artes
1982 - Belo Horizonte MG - 14º Salão Nacional de Arte, no Museu de Arte da Pampulha
1982 - Belo Horizonte MG - 2º Salão de Futebol - prêmio Prefeitura Municipal de Belo Horizonte
1982 - Curitiba PR - 39º Salão Paranaense, no Teatro Guaíra
1982 - Curitiba PR - 4ª Mostra de Desenho Brasileiro
1982 - Fortaleza CE - 7º Salão Nacional de Artes Plásticas do Ceará - prêmio aquisição
1982 - Paraná - 4ª Mostra de Desenho do Paraná - Prêmio Tribunal de Justiça
1982 - Piauí - 7º Salão Nacional de Artes Plásticas do Piauí - Prêmio Funarte Melhor Desenho
1982 - Piracicaba SP - 15º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba
1982 - Ribeirão Preto SP - 7º Salão de Arte de Ribeirão Preto - prêmio aquisição
1982 - Rio Claro SP - 2º Salão de Artes Visuais de Rio Claro - prêmio aquisição
1982 - Rio de Janeiro RJ - 5º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ
1982 - Santo André SP - 10º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1982 - São Paulo SP - 1º Salão Paulista de Arte Contemporânea, na Fundação Bienal - prêmio aquisição
1982 - São Paulo SP - 3º Salão Brasileiro de Arte
1982 - São Paulo SP - Artistas Premiados no Interior de São Paulo, no Paço das Artes
1983 - Curitiba PR - 40º Salão Paranaense, no Teatro Guaíra
1983 - Curitiba PR - Coletiva, na Sala Miguel Bakun
1983 - Kyoto (Japão) - Exposição Brasil - Japão
1983 - Ribeirão Preto SP - 8º Salão de Arte de Ribeirão Preto - prêmio aquisição
1983 - s.l.- 1º Salão Nacional da Embraer - prêmio aquisição
1983 - Santo André SP - 11º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1983 - São Carlos SP - Coletiva, na Itaugaleria
1983 - São José dos Campos SP - 8º Salão de Arte Contemporânea de São José dos Campos - Prêmio General Motors
1983 - Tóquio (Japão) - Exposição Brasil - Japão
1984 - Recife PE - 37º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco
1984 - Santo André SP - 12º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal - prêmio aquisição
1984 - São Paulo SP - 1º Prêmio Blue Life de Artes Plásticas, na Blue Life Galeria de Arte
1984 - São Paulo SP - Artistas Premiados, na Pinacoteca do Estado
1985 - Curitiba PR - 42º Salão Paranaense, no MAC/PR
1985 - São Paulo SP - 2º Salão Chandon Arte Vinho, no Paço das Artes - prêmio aquisição
1986 - Santo André SP - 14º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1986 - São Paulo SP - Aderbal Moura e Jair Glass: desenhos, na Chroma Galeria de Arte
1986 - São Paulo SP - Coletiva , na Blue Life Galeria de Arte
1987 - São Paulo SP - Aderbal Moura, Alberto Lefèvre, Décio Soncini, Juarez Magno, Martins de Porangaba, no Arte Clube
1987 - São Paulo SP - Expressão e Magia, na Chroma Galeria de Arte
1987 - São Paulo SP - Pinturas 1987, na Chroma Galeria de Arte
1989 - São Paulo SP - Coletiva, no MAM/SP
1990 - Belo Horizonte MG - Coletiva, no Palácio das Artes
1990 - Curitiba PR - Coletiva, no MAC/PR

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Otto Stupakoff - Sem título
Sem título
Carlos Scliar - Paisagem
Paisagem
Candido Portinari - Missionários
Missionários