Escritoriodearte.com > Artistas > Shirley Paes Leme

Shirley Paes Leme

OBRAS DO ARTISTA

Shirley Paes Leme - Estado das Coisas

Estado das Coisas

pólen, acrílico e água sobre papel
2006
45 x 62 cm
ass. no verso


Preço: Sob Consulta

BIOGRAFIA

Shirley Paes Leme (Cachoeira Dourada GO 1955)

Escultora, gravadora, desenhista e professora.

Entre 1975 e 1978, Shirley Paes Leme Paiva Arantes freqüenta o curso de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde estuda com Amilcar de Castro (1920-2002). Em 1979, passa a lecionar no curso de graduação em Artes Plásticas da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e freqüenta, na mesma instituição, o curso de especialização em artes entre 1981 e 1982. Realiza sua primeira exposição individual em 1981, na Fundação Cultural do Distrito Federal, Brasília. Recebe bolsa de estudos da Fullbright Foundation em 1983 e muda-se para os Estados Unidos, onde inicia mestrado na Universidade do Arizona, em Tucson. Posteriormente, transfere-se para Berkeley, onde cursa doutorado na John F. Kennedy University, concluído em 1986. Entre 1984 e 1986, freqüenta o San Francisco Art Institute, da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, e faz estágio no University Art Museum, em Berkeley. De volta ao Brasil, continua a lecionar na UFU de 1989 até 2003. Em 1999, participa do programa de artista residente Kunsthaus Bethanien em Berlim. É professora do Departamento de Artes Visuais da Faculdade Santa Marcelina - FASM, em São Paulo, desde 2003.

Comentário Crítico

Como nota a crítica Maria Alice Milliet, Shirley Paes Leme, na maior parte de suas esculturas e instalações da década de 1990, emprega galhos secos e ramos, que aparecem em feixes, criando ritmos lineares, formando massas em convergência ou expansão, ou ainda delineando estruturas leves que definem as formas de uma geometria imprecisa. Gradualmente o metal vai sendo utilizado como elemento autônomo em sua produção tridimensional, combinado à madeira, como parte visível da escultura. Na opinião do historiador da arte Tadeu Chiarelli, apropriando-se de técnicas artesanais de produção de objetos utilitários, a artista constrói esculturas que tendem a constituir-se em formas fechadas, e a princípio evitam um caráter monumental ou mesmo a flexibilidade típica dos trabalhos de derivação da arte povera.

Ainda na opinião de Tadeu Chiarelli, as esculturas de Paes Leme combinam formas originais com a familiaridade decorrente das técnicas populares ligadas à cestaria, adereços corporais e habitações indígenas ou caboclas.

A artista realiza ainda desenhos a partir de fumaça congelada, arames ou gravetos, nos quais estão presentes também elementos ligados à memória de sua infância. Como aponta Chiarelli, os desenhos de fumaça são o registro de uma série de pequenos gestos, que tentam reter o volátil, o efêmero. Em outros trabalhos, realiza traços com uma substância à base de frutas cítricas, que, em contato com o calor de uma chama, faz aparecer linhas até então imperceptíveis. Com esse processo, que a artista denomina pirofitografia, faz do desenho um jogo que mescla acaso e vontade. Em produção recente a artista incorpora novos meios, como o vídeo e a telefonia celular, em suas instalações.

Críticas

"O trabalho de Shirley Paes Leme é um registro de ação e processo, de transferência e integração. Na construção elaborada de velaturas e transparências, de agregamentos rítmicos e encobrimentos saturados em graus diversos, o gesto, o corpo-a-corpo com o material, não chega a abolir o acaso, mas controla a indefinição anterior - um galho é um galho -, exorciza-o de sua origem e impregna a obra de desdobramentos, donde emerge sua forma específica. O gesto permanece no desenho ainda visível, que atua na espacialidade, amalgamado à tridimensão. O respeito pelo material original não o descaracteriza, pois este serve de base às linhas gráficas que criam tensões com forte ilação do desenho, evidenciando que o exercício sistemático da linha amalgamada à escultura é constitutivo do trabalho da artista".
Stella Teixeira de Barros
BARROS, Stella Teixeira de. Uno. In: LEME, Shirley Paes. Objetos/Instalações. Suíça: Bienal Internacional de Lausanne, 1992.

"Suas esculturas podem num primeiro momento lembrar esculturas eruditas que remetem às formulações de grandes nomes da escultura abstrata ´romântica´ deste século porque de fato estão bastante mergulhadas nesse universo; os materiais dos quais se utiliza igualmente podem num primeiro momento alinhar suas esculturas a trabalhos de derivação pós-minimalistas porque, como muitos artistas dessa corrente, Paes Leme se utiliza de materiais naturais. Porém, suas esculturas sempre acabam emitindo sinais precisos que, por aquela definição técnica estrutural, pertencem (ou que deveriam pertencer - dentro de uma ordem das coisas preestabelecidas pelo espectador) à categoria de utensílios: é por isso que sempre acabam lembrando também objetos de cestaria, habitações, adereços corporais e embarcações indígenas ou caboclas. 
Por mais grandiosos e imponentes que possam ser alguns de seus trabalhos, eles sempre serão dominados e tornados íntimos do observador por essa memória que a sua técnica construtiva exala. 
Por mais ´estranhas´ que possam parecer num primeiro olhar, as esculturas de Shirley Paes Leme guardam essa familiaridade, essa potencialidade utilitária estrutural que, ao se revelar, problematiza a inclusão fácil de sua obra numa tradição que ignora influxos outros que não apenas aqueles de extração erudita".
Tadeu Chiarelli
CHIARELLI, Tadeu. Sobre as esculturas de Shirley Paes Leme. In: AMILCAR de Castro/Shirley Paes Leme. Paris: Galerie Debret, 1996.

Exposições Individuais

1981 - Brasília DF - Objetos Tridimensionais, Fundação Cultural do Distrito Federal
1982 - Belo Horizonte MG - Individual, Galeria do ICBEU
1982 - Uberlândia MG - Tapeçaria Tri-D, Centro de Arte da Universidade Federal
1984 - Califórnia (Estados Unidos) - Inside Out, Fiberworks Gallery
1985 - Califórnia (Estados Unidos) - Transitions, Fiberworks Gallery
1986 - Califórnia (Estados Unidos) - Ritual Objects, Fiberworks Gallery
1989 - Belo Horizonte MG - Individual, Palácio das Artes
1990 - Uberlândia MG - Individual, Casa de Cultura
1991 - Rio de Janeiro RJ - Conexões, Galeria Espaço Alternativo
1991 - Rio de Janeiro RJ - Projeto Macunaíma, Galeria Sérgio Milliet
1992 - São Paulo SP - Esculturas e Objetos, MAM/SP
1993 - Sacramento (Estados Unidos) - Drawings and Objects, Matrix Gallery
1994 - Belo Horizonte MG - Nexus, Galeria de Arte da Cemig
1996 - Paris (França) - Individual, Galeria Debret
1996 - Washington (Estados Unidos) - Individual, Galerie du Brazilian American Cultural Institute
1997 - Munique (Alemanha) - Individual, Galerie Jaspers
1998 - Porto Alegre RS - Instalação e Desenhos: de Shirley Paes Leme, MAC/RS
1998 - São Paulo SP - Individual, Valu Oria Galeria de Arte
1998 - Uberlândia MG - Pela Fresta, Galeria de Arte do Oficina Cultural
1999 - Barsikow (Alemanha) - Desenhos e esculturas, Galerie Barsikow
1999 - Berlim (Alemanha) - Memory, Kunstraum
1999 - Munique (Alemanha) - Desenhos, Galeirie Jaspers
2002 - São Paulo SP - Correr o Risco, Galeria Baró Senna
2003 - Porto Alegre RS - Individual, Bolsa de Arte de Porto Alegre
2005 - Rio de Janeiro RJ - Pulsante, Arte em Dobro 
2007 - Recife PE - Atitude: desenho, Galeria Nara Roesler
2007 - San Felipe (Venezuela) - Individual, Museo Carmelo Fernández
2007 - Uberlândia MG - Lá Vou Eu em Meu Eu Oval, Museu Universitário de Arte
2008 - São Paulo SP - Endless End, Sesc
2009 - Fortaleza CE - Heterotopias Cotidianas, Museu de Arte Contemporânea
2009 - Goiânia GO - Horas, Galeria da Faculdade de Artes Visuais
2012 - Vila Velha ES - Água Viva, Museu Vale

Exposições Coletivas

1978 - Belo Horizonte MG - 10º Salão Nacional de Artes Plásticas de Belo Horizonte, Museu de Arte da Pampulha
1979 - Belo Horizonte MG - Coletiva, Palácio das Artes
1981 - Brasília DF - Salão da Aeronaútica - prêmio viagem
1982 - São Paulo SP - Coletiva, Museu de Arte Moderna
1983 - Kassel (Alemanha) - K-18 Stoffwechel
1986 - Califórnia (Estados Unidos) - Landscape Unusual Vintages, San Francisco Art Commission Gallery
1988 - Rio de Janeiro RJ - Arte Têxtil: técnicas contemporâneas, Espaço Cultural Sérgio Porto
1989 - Belo Horizonte MG - Iluminações, Centro Cultural da UFMG
1989 - Brasília DF - Novos Valores de Arte Latino-Americana/Brasil, Museu Brasileiro de Escultura
1989 - São Paulo SP - Papel Artesanal na América Latina, Pinacoteca do Estado
1989 - Viçosa MG - Salão Nello Nuno - prêmio aquisição
1990 - São Paulo SP - Gente de Fibra, Sesc Pompéia
1990 - Uberara MG - 10 Anos da Feira de Arte: participação, Espaço Cultural Oficina
1991 - Brasília DF - Prêmio Brasília de Artes Plásticas 1991/12º Salão Nacional de Artes Plásticas, Museu de Arte de Brasília
1991 - Ribeirão Preto SP - 16º Salão de Ribeirão Preto - prêmio de viagem
1991 - Uberlândia MG - Escultura, na Universidade Federal de Uberlândia
1992 - Belo Horizonte MG - Ícones da Utopia, Fundação Palácio das Artes
1992 - Lausanne (Suíça) - 15ª Bienal Internacional de Lausanne
1992 - Rio de Janeiro RJ - Brazilian Contemporary Art, Ibac
1992 - Rio de Janeiro RJ - Prêmio Brasília de Artes Plásticas 1991/12º Salão Nacional de Artes Plásticas, Fundação Nacional de Artes. Centro de Artes
1992 - Tilburg (Holanda) - Coletiva, Netherlands Textilmuseum
1992 - Uberaba MG - Quatro Artistas, Centro Cultural de Uberaba
1993 - Dinamarca - Coletiva, Nordjyllandskunst Museum
1993 - Goiás GO - 1ª Bienal de Arte Incomum - premiada
1994 - Belo Horizonte MG - A Outra Banda da Terra, Fundação Clóvis Salgado. Palácio das Artes
1994 - Jerusalém (Israel) - Art in a Match Box
1994 - Uberlândia MG - A Outra Banda da Terra
1995 - São Paulo SP - Novoespaço, Paço das Artes
1995 - Varsóvia (Polônia) - 8ª Bienal da Polônia - premiada
1996 - Berlim (Alemanha) - Organicus, ICBRA
1996 - Dresden (Alemanha) - Organicus, Galerie Drei
1996 - Paris (França) - Deux Artistes Brésiliens: Amilcar de Castro e Shirley Paes Leme, Galeria Debret
1996 - São Paulo SP - 15 Artistas Brasileiros, Museu de Arte Moderna
1996 - São Paulo SP - Arte Brasileira Contemporânea: doações recentes/96, Museu de Arte Moderna
1996 - São Paulo SP - Mulheres Artistas no Acervo do MAC, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo
1996 - Uberlândia MG - Arte no Hospital, UFU
1997 - Belo Horizonte MG - 25º Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte, Museu de Arte da Pampulha
1997 - Berlim (Alemanha) - Die Anderen Modernen, Haus der Kulturen der Welt
1997 - Curitiba PR - A Arte Contemporânea da Gravura, Museu Metropolitano de Arte de Curitiba
1997 - João Pessoa PB - Organicus, Centro de Artes Visuais Tambiá
1997 - Ribeirão Preto SP - Organicus, Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
1997 - Rio de Janeiro RJ - 15 Artistas Brasileiros, Museu de Arte Moderna
1997 - São Paulo SP - Diversidade da Escultura Contemporânea Brasileira, Avenida Paulista
1997 - São Paulo SP - Organicus, Valu Oria Galeria de Arte
1997 - São Paulo SP - Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Itaú Cultural
1998 - Belo Horizonte MG - Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Itaugaleria
1998 - Brasília DF - Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Itaugaleria
1998 - Campinas SP - Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Itaú Cultural
1998 - Penápolis SP - Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Itaugaleria
1998 - São Paulo SP - Múltiplos, Valu Oria Galeria de Arte
1998 - São Paulo SP - Obras em Destaque, Dan Galeria
1998 - Uberlândia MG - Pela Fresta, Galeria de Arte do Oficina Cultural
1999 - Belo Horizonte MG - Centro Cultural da UFMG 10 anos
1999 - Goiânia GO - Extra-large Extra-small
1999 - Penápolis SP - Arte Contemporânea Brasileira sobre Papel, Itaugaleria
1999 - Porto Alegre RS - 2ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul, Armazém do Cais do Porto (antigo DEPREC) 
1999 - São Paulo SP - Arte Brasileira sobre Papel na Coleção do Museu de Arte Moderna de São Paulo, Museu de Arte Moderna
1999 - São Paulo SP - Extra-large Extra-small, Galeria Nara Roesler
1999 - São Paulo SP - Receptáculos, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo
1999 - São Paulo SP - Território Expandido, Sesc Pompéia
1999 - Sidney (Austrália) - Art Incorporation
2000 - Berlim (Alemanha) - Brasilien in Barsikow, Galerie Barsikow
2000 - Curitiba PR - 12ª Mostra da Gravura de Curitiba. Marcas do Corpo, Dobras da Alma
2000 - Havana (Cuba) - 7ª Bienal de Havana, Centro de Arte Contemporáneo Wifredo Lam
2000 - Lisboa (Portugal) - Século 20: arte do Brasil, Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão
2000 - São Paulo SP - Brasil + 500 Mostra do Redescobrimento, Fundação Bienal
2000 - São Paulo SP - Cá Entre Nós, Paço das Artes
2000 - São Paulo SP - Rosas Rosa - Emblemas e Movimento, Casa das Rosas
2001 - Rio de Janeiro RJ - O Espírito de Nossa Época, Museu de Arte Moderna
2001 - São Paulo SP - Bienal 50 Anos: uma homenagem a Ciccillo Matarazzo, na Fundação Bienal
2001 - São Paulo SP - O Espírito de Nossa Época, Museu de Arte Moderna
2002 - Brasília DF - Salas da Memória, no Espaço Cultural Contemporâneo Venâncio
2002 - Curitiba PR - A Busca de um Sentido para o Mundo, no Museu Alfredo Andersen
2002 - Curitiba PR - Obras do Faxinal das Artes, Museu de Arte Contemporânea
2002 - Havana (Cuba) - Contemporáneos Brasileños, no Centro de Arte Contemporáneo Wifredo Lam
2002 - Londrina PR - São ou Não São Gravuras?, no Museu de Arte de Londrina
2002 - São Paulo SP - Coletiva 2002, na Galeria Baró Senna
2002 - São Paulo SP - Coletiva AAA, na Galeria Baró Senna
2002 - São Paulo SP - Ópera Aberta: celebração, na Casa das Rosas
2003 - São Paulo SP - Compressores e Condensadores, Espaço MAM - Villa-Lobos
2003 - São Paulo SP - Heterodoxia: edição São Paulo, no Memorial da América Latina
2003 - Vitória ES - Pluralidade da Arte Brasileira, na Universidade Federal do Espírito Santo. Galeria de Arte e Pesquisa 
2004 - Fortaleza CE - Heterodoxia: edição Fortaleza, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura
2004 - Rio de Janeiro RJ - Novas Aquisições 2003: Coleção Gilberto Chateubriand, Museu de Arte Moderna 
2004 - São Paulo SP - Arte Contemporânea no Acervo Municipal, Centro Cultural São Paulo
2004 - São Paulo SP - Still Life / Natureza Morta, na Galeria de Arte do Sesi
2004 - Vitória ES - Heterodoxia: edição Vitória, na Casa Porto das Artes Plásticas
2005 - São Paulo SP - 5ª Barro de América, Galeria Marta Traba
2006 - São Paulo SP - Brazilian Art Show, Pavilhão Ciccillo Matarazzo Sobrinho
2006 - São Paulo SP - MAM na Oca, Oca 
2006 - São Paulo SP - Paralela 2006, Pavilhão dos Estados
2007 - São Paulo SP - Itaú Contemporâneo: arte no Brasil 1981-2006, Itaú Cultural
2008 - Madri (Espanha) - 27ª Arco, Instituto Feria de Madrid
2008 - São Paulo SP - Arte Pela Amazônia: arte e atitude, Fundação Bienal
2008 - São Paulo SP - Leveza e Aspereza da Linha, Galeria Nara Roesler
2008 - São Paulo SP - MAM 60, Oca
2009 - São Paulo SP - A Metafísica do Belo, Galeria Nara Roesler
2009 - São Paulo SP - Memorial Revisitado: 20 anos, Galeria Marta Traba
2010 - São Paulo SP - 6ª sp-arte, Fundação Bienal
2011 - Brasília DF - Mulheres, Artistas e Brasileiras, Palácio do Planalto
2011 - Rio de Janeiro RJ - Franz Weissman 1911-2005, Pinakotheke Cultural
2011 - São Paulo SP - 7ª SP-Arte, Fundação Bienal
2011 - Vitória ES - Disparidades, Universidade Federal do Espírito Santo. Galeria de Arte e Pesquisa
2011 - Vitória ES - Lugares Outros, Universidade Federal do Espírito Santo

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Burle Marx - Nu Feminino
Nu Feminino
João Atanasio - Sem Título
Sem Título