Escritoriodearte.com > Artistas > Marta Neves

Marta Neves

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Marta Neves (Belo Horizonte  MG  1964)

Artista Visual.

Marta Cristina Pereira Neves formou-se em desenho e em cinema de animação pela Escola de Belas Artes da UFMG, Belo Horizonte, em 1992. Torna-se mestre em artes plásticas em 1999. O trabalho da artista é um exercício de sarcasmo sobre a arte e o sistema que a envolve. A crítica, o mercado, a mídia especializada e o próprio artista são afrontados por suas obras com humor corrosivo.

Críticas

"(...) Partindo de uma reflexão sobre a forma como o discurso midiático constrói a mentalidade do homem contemporâneo, Marta Neves cria obras hipotéticas - de capas de revistas e jornais consagrados, passando por placas de homenagens e troféus, a anúncios e depoimentos de celebridades - que solapam a ideologia dos meios de comunicação e de certas práticas sociais, encerrando a mesma questão: o uso da linguagem como forma de subversão contínua da própria linguagem. São situações 'visíveis' e 'legíveis', nas quais as palavras - que pressupõem um sentido a ser decifrado - agregam-se às imagens, tornando-se uma coisa só. Todavia, nesses trabalhos que expõem a condição de mercadoria a que tudo pode ser reduzido num mundo marcado pela indústria cultural, a rede de significados é tecida pelo próprio público, consumidor ou não. A possibilidade de transcendência cotidiana é apenas uma das possibilidades...

O trabalho de Marta revela uma aguçada consciência da situação do produtor de arte da atualidade (...) e de sua dupla desgraça... De um lado, a dependência de um circuito artístico-cultural hipócrita e movido por interesses; de outro, a atuação numa sociedade consumista e idiotizada pelo processo de banalização da consciência - que ainda insiste em ver a arte como decorativismo ou meio de ascensão social.

Num contexto marcado pela indigência cultural, não seria, pois, inútil denunciar a moral filistina do grande público ou as estratégias cínicas e ilusionistas dos agentes que determinam as posições no mundo da arte e da cultura? A resposta pode estar contida nos próprios trabalhos de Marta Neves, como na manchete destacada sobre o fundo vazio de seu The New York Times: 'only obscurity adds/só a obscuridade soma'. O antídoto encontrado pela artista para combater a ignorância e a mediocridade foi extraído do srcasmo e da ironia.

Marta é, para usar uma expressão de Lacan, 'uma devota da escritura' que não teme os riscos da alta carga de corrosividade que seus trabalhos exalam. Por vezes, obriga seu leitor a uma primeira leitura silenciosa e cautelosa, dado o teor ácido de seus slogans e 'pseudo-truísmos', como 'o melhor rebanho é o que não tem caráter... preserve o artista'. A experiência da relação imagem-texto na obra dessa artista pensante procede de sua capacidade de conferir densidade às experiências vividas e constitui uma linguagem que põe em evidência tanto os objetos designados por ela, quanto o reflexivo - e inflexível - sujeito que dela fala".
Luís Flávio Silva
SILVA, Luís Flávio. Outras imagens, outros textos. In: NEVES, Marta. Marta Neves. Belo Horizonte: Galeria Circo Bonfim, 2001.

Acervos

Coleção Gilberto Chateaubriand - MAM/RJ - Rio de Janeiro RJ

Exposições Individuais

1994 - Ouro Preto MG - Himen'eus, na Galeria Spix e Martius
1997 - Penápolis SP - Individual, na Galeria Itaú Cultural
2001 - Belo Horizonte MG - Individual, na Galeria Circo Bonfim
2001 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Baró Senna
2003 - Curitiba PR - Individual, no Ybakatu Espaço de Arte
2004 - Belo Horizonte MG - Cada um Goza como Pode, na Léo Bahia Arte Contemporânea

Exposições Coletivas

1994 - Ouro Preto MG - Amor, Doce Coração da Minha Vida, no Museu Casa Guignard
1995 - Campo Grande MS - Coletiva, na Itaugaleria
1995 - Itabira MG - 5º Salão de Arte de Itabira
1995 - Vitória ES - Coletiva, na Itaugaleria
1996 - Uberaba MG - 2º Salão de Artes Plásticas Cidade de Uberaba, na Fundação Cultural de Uberaba
1997 - Belo Horizonte MG - Prospecções: arte nos anos 80 e 90, na Fundação Clóvis Salgado. Palácio das Artes
1997 - Penápolis SP - Coletiva, na Itaugaleria
1997 - São Paulo SP - Babel, no Sesc Pinheiros
1998 - São Paulo SP - Mundão, no Sesc Santo Amaro
1999 - Curitiba PR - 56º Salão Paranaense, no MAC/PR
1999 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria Sesc Paulista
2000 - Belo Horizonte MG - 26º Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte. O Brasil Amanhã, na AM Arte Design
2000 - Belo Horizonte MG - Projeto Linha Imaginária. Casa de Todos II, no Museu Mineiro
2000 - Curitiba PR - Jardim Suspenso, no MAC/PR
2000 - São Paulo SP - Um Lago em sua Barriga, na Funarte
2000 - São Paulo SP - Os Livros de Todos os Dias, na Oficina Cultural Oswald de Andrade
2001 - Berlim (Alemanha) - Emergentes, na Embaixada do Brasil na Alemanha
2001 - Caracas (Venezuela) - Projeto Caracas 13 Horas
2001 - Florianópolis SC - Se Pudesse Ser Puro, no Masc
2001 - Porto Alegre RS - 3º Bienal de Artes Visuais do Mercosul, no Santander Cultural
2001 - Rio de Janeiro RJ - Nova Orlândia
2001 - Salvador BA - 8º Salão da Bahia, no MAM/BA
2001 - São Paulo SP - 27º Panorama de Arte Brasileira, no MAM/SP
2001 - São Paulo SP - Idéia Coletiva, na Galeria Camargo Vilaça
2002 - Belo Horizonte MG - Rumos Itaú Cultural Artes Visuais. Rumos da Nova Arte Contemporânea Brasileira, na Fundação Clóvis Salgado. Palácio das Artes
2002 - Curitiba PR - Obras do Faxinal das Artes, no MAC/PR
2002 - Fortaleza CE - Rumos Itaú Cultural Artes Visuais. Arte: sistema e redes, no Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará
2002 - Gelnhausen (Alemanha) - Emergentes, na Kunsthaus Schuster Gelnhausen
2002 - Havana (Cuba) - Brasileños Contemporáneos, no Centro de Arte Contemporáneo Wifredo Lam
2002 - Rio de Janeiro RJ - 27º Panorama de Arte Brasileira, no MAM/RJ
2002 - Salvador BA - 27º Panorama de Arte Brasileira, no MAM/BA
2002 - São Paulo SP - Coletiva 2002, na Galeria Baró Senna
2002 - São Paulo SP - Coletiva AAA, na Galeria Baró Senna
2002 - São Paulo SP - Rumos Itaú Cultural Artes Visuais. Vertentes da Produção Contemporânea, no Itaú Cultural
2003 - Cardiff (País de Gales) - Fish Eye Project, na Tactilebosch
2003 - Frankfurt (Alemanha) - Art Frankfurt 2003
2003 - Ribeirão Preto SP - Imagem Eletrônica, na Casa da Cultura de Ribeirão Preto
2003 - São Paulo SP - Ponto de Fuga, Área Livre, no Memorial da América Latina. Galeria Marta Traba
2004 - Rio de Janeiro RJ - Novas Aquisições 2003: Coleção Gilberto Chateubriand, no MAM/RJ
2005 - Curitiba PR - Ybakatu 10 anos: coleção Tuca Nissel, no Ybakatu Espaço de Arte

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Nuno Ramos - Sem Titulo
Sem Titulo
Eduardo Sued - Sem Título
Sem Título
Lasar Segall - Figuras
Figuras