Escritoriodearte.com > Artistas > Johann Gutlich

Johann Gutlich

OBRAS DO ARTISTA

Johann Gutlich - Cangaceiro

Cangaceiro

óleo sobre tela
1959
100 x 80 cm
ass. inf. esq.

Preço: Sob Consulta

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Johann Gutlich (Roteerdã Holanda 1920 - São Paulo SP 2000)

Pintor, desenhista.

Johann Gutlich Keszy estuda na Academia de Arte de Roterdã entre 1935 e 1940, pertencendo ao mesmo grupo de expressionistas que Constant Permeke (1886 - 1952), Hendrik Chabot (1894 - 1949) e Leo Gestel (1881 - 1941). Durante 1941 e 1942, vive de modo nômade, entre a França e a Espanha, junto a um grupo de ciganos. Vem a São Paulo em 1952 a convite do Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM/SP, onde expõe em 1953. Em 1962, é convidado a organizar a Escola de Belas Artes do Vale do Paraíba, em São José dos Campos, onde passa a lecionar.

Críticas

"Dentro do expressionismo, múltiplas são as tendências. Há um expressionismo caracteristicamente alemão, como há um expressionismo francês, menos doloroso e mais místico, ou um expressionismo suíço, voltado para o monumental. Na I Bienal do Museu de Arte Moderna de São Paulo tivemos, com as obras de Permeke, uma amostra do expressionismo flamengo que se poderia classificar como telúrico, tão ligado se acha à terra pastosa e fecunda dessa região da Holanda e da Bélgica que nos deu pintores exuberantes, gravadores e poetas de força e audácia. Nessa mesma tradição se coloca a arte de Johann Gutlich (...) Sua pintura alia o amor as formas possantes à sensualidade pesada, do colorido, tudo numa intenção por assim dizer simbólica de afirmação humana e cósmica. Seu expressionismo não tem por fim a exaltação mística nem a crítica social. Aspira apenas exprimir a vida no seu complexo de alegria e luta, tenacidade na conquista da terra, no domínio do mar, na resistência aos fenômenos da natureza. É a pintura de um homem solidamente fincado no solo, braços abertos para o seu mundo".
EXPRESSIONISMO no Brasil: heranças e afinidades. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1985.

Exposições Individuais

1943 - Roterdã (Holanda) - Individual, no Museu Boymans
1944 - Roterdã (Holanda) - Individual, no Museu Boymans
1949 - Amersfoort (Holanda) - Individual
1949 - Amsterdã (Holanda) - Individual
1952 - Amsterdã (Holanda) - Individual, na Galeria Van Lier
1953 - São Paulo SP - Individual, no MAM/SP
1957 - São Paulo SP - Individual, no MAM/SP
1962 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Astréia

Exposições Coletivas

1985 - São Paulo SP - 18ª Bienal Internacional de São Paulo - Sala Especial Expressionismo no Brasil - Heranças e Afinidades, na Fundação Bienal 
1986 - São José dos Campos SP - Mostra, na Galeria Entreartes
1992 - São José dos Campos SP - Mostra, na Galeria Volpi
1995 - Taubaté SP - Mostra, na Galeria de Arte do Departamento de Arquitetura Unitau
1996 - São José dos Campos SP - Mostra, na Galeria Volpi
1997 - São José dos Campos SP - Expressionismo Figurativo, na Prefeitura Municipal

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Candido Portinari - Catequese dos Índios
Catequese dos Índios
Eliseu Visconti - Minha Companheira - Retrato de Louise em Sépia
Minha Companheira - Retrato de Louise em Sépia
Walter Lewy - Sem Título
Sem Título