Exposição do acervo MASP

23 de setembro de 2010

Desde 9 de setembro de 2009 – sem previsão de encerramento, acervo do MASP

A mostra POUSSIN, RESTAURAÇÃO

Após oito meses de intensos trabalhos, uma das maiores obras do gênio francês do século XVII, Nicolas Poussin, ganha nova vida. A partir de 9 de setembro, dia em que o museu abre excepcionalmente grátis, o público poderá conferir o resultado do minucioso trabalho de restauração na obra Himeneu Travestido Assistindo a uma Dança em Honra a Príapo, datada entre 1634 a 1638, realizado pela brasileira Regina da Costa Pinto Dias Moreira, restauradora do Museu do Louvre, por Jean-Pascal Viala e Emmanuel Joyerot, restauradores franceses especializados em suporte de tela, sob coordenação da restauradora do MASP, Karen Cristine Barbosa, e Eugênia Gorini Esmeraldo, coordenadora de Intercâmbio do museu paulistano.

Poussin, Restauração ocupa uma sala especial no 2º andar. Além da obra, a exposição conta ainda com um dossiê de imagens executado antes do início do processo de restauração. Este dossiê é composto por fotografias com luz direta, com luz rasante, fotografia de infravermelho, fluorescência de ultravioleta, fotografia em falsa cor e do verso, finalizando com radiografias de raios X. Todo o processo da restauração está exposto, de forma bastante didática, ilustrado com fotos e duas vídeo-projeções que revelam o complexo processo de uma restauração. O projeto foi realizado por uma equipe multidisciplinar de cientistas, físicos, químicos, radiologistas e restauradores franceses e brasileiros. Regina Dias Moreira e Karen Barbosa, além do historiador Renato Brolezzi, assinam textos que também fazem parte da mostra

Fonte: Museu de Artes Modernas de São Paulo

Postado por: Blog Escritório de Arte