Escritoriodearte.com > Artistas > Leonor Lea Botteri Genehr

Leonor Lea Botteri Genehr

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Leonor Lea Botteri Genehr (Rio de Janeiro RJ 1916 - Curitiba PR 1998)

Pintora.

Começa seus estudos em pintura aos vinte e seis anos, com Guido Viaro (1897-1971). Filha de Leonor Baer e Wenceslau Botteri, italiano, secretário consular do antigo Império Austro-Húngaro, viaja com sua família pela Itália e Iugoslávia durante o ano de 1928. Entre 1939 e 1947 é professora primária em Curitiba. Casa-se com o artista plástico João Frederico Genehr em 1948, ano em que começa a atuar no serviço administrativo da recém-criada Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Embap. Em 1960 é nomeada titular da cadeira de pintura desta escola, passando a lecionar a disciplina natureza morta, cargo que exerce até aposentar-se É também nomeada para o cargo de inspetora do ensino secundário, que exerce em vários colégios de Curitiba até 1963. Participa em 1943, de sua primeira coletiva em 1943, o 1º Salão Primavera de Curitiba, recebendo o prêmio homônimo. Expõe em diversas edições do Salão Paranaense de Belas Artes, sendo premiada em cinco delas. Participa da coletiva Pintores do Paraná, em 1957 no MNBA do Rio de Janeiro, e da Grande Mostra em Homenagem a Guido Viaro, no Centro Cultural Dante Alighieri de Curitiba em 1972.

Acervos

Museu de Arte do Paraná - Curitiba PR

Críticas

"Em tudo o que ela produz, existe um reflexo de protesto resignado; afirma e nega, no próprio quadro, uma porção de coisas por demais inteligíveis. Repete muito os seus temas. Não ama entrar dentro da turba humana para não ouvir algo que pode lhe desagradar; ela poderia tomar muito bem o homem como Cristo, pregá-lo na cruz, degolá-lo se for necessário, mas não. O Cristo é ela mesma, é seu eu, que ela afoga, não importa em que tina do mundo, nem que a água desta seja limpa; ela afoga sua alma, talvez ardente, dentro de sua tristeza imensa, sem um sorriso, sem uma olhada benfazeja que poderia restabelecer sua calma aparente. Vendo suas pinturas tem-se a impressão de que ela elegeu-se a Cireneo de todas as dificuldades humanas, sem esperança, porém, de uma salvação próxima ou longínqua. Leonor Botteri é por demais intelecto, e por isso, elegeu-se como centro do mundo, de seu mundo, é natural, mas este mundo está situado muito em alto, além talvez do nível em que a criatura humana pode viver e operar".
Guido Viaro
O ESTADO do Paraná. Curitiba, 25 jul. 1959

"Em quase quarenta anos de atividade no campo das artes plásticas, Leonor Botteri Genehr impõe-se não só por Ter marcado época como uma das mais representativas artistas pré-modernas do Paraná, como também pela sinceridade com que cria seu mundo plástico. (...). O sutil contorno encerrando a forma / cor, reflete a fria atmosfera das manhãs de inverno do sul, onde predominam os azuis e os cinzas, aquecidos, por vezes, pelo calor das lareiras, em seus tons amarelos, laranjas e vermelhos".
Adalice Araújo
REVISTA Cultura, nº 31, 1979

"Leonor Botteri reflete em sua obra inicial uma nítida influência da primeira fase de Viaro, das etéreas paisagens impressionistas produzidas em finais da década de 30 e início dos anos 40. Pouco mais tarde, a evolução da artista segue uma linha análoga à do mestre - que, sem abandonar o objetivismo visual encaminha-se para o expressionismo direto e contido, com nítida influência metafísica, (...) ela projeta em sua obra o mistério existencial. Seus personagens não gritam ou não agridem, apenas sussurram, comovendo-nos com seus problemas transcendentais".
Marieta Lopes
BOTTERI, Leonor. Leonor Botteri : coleção da artista. Curitiba : Museu de Arte do Paraná, 1989. 26p. il. p.b.

Exposições Individuais

1957 - Curitiba PR - Individual, na Biblioteca Pública do Paraná
1975 - Curitiba PR - Retrospectiva, na Galeria Eucatexpo
1981/1982 - Curitiba PR - Individual, na Galeria Eucatexpo
1988/1989 - Curitiba PR - Coleção da Artista, no MAP

Exposições Coletivas

1943 - Curitiba PR - 1º Salão Primavera, no Clube Curitibano - prêmio de pintura
1944 - Rio de Janeiro RJ - Mostra de Arte Paranaense, promovida pela Sociedade dos Amigos Alfredo Andersen
1944 - Curitiba PR - 1º Salão Paranaense de Belas Artes, no Auditorium da Escola de Professores - medalha de bronze em pintura
1946 - Curitiba PR - Coletiva, organizada pela União dos Artistas e Simpatizantes da Arte
1947 - Curitiba PR - 4º Salão Paranaense de Belas Artes, no Edíficio do Orfeão da Escola Normal de Curitiba - medalha de bronze
1948 - Paranaguá PR - Exposição Itinerante, promovida pelo Governo do Estado do Paraná
1948 - Ponta Grossa PR - Exposição Itinerante, promovida pelo Governo do Estado do Paraná
1948 - Curitiba PR - 2º Salão Feminino de Pintura, organizado pelo Centro Feminino de Curitiba
1948 - Rio de Janeiro RJ - Mostra Feminina de Belas Artes Interamericana, sob auspícios do Ministério das Relações Exteriores - diploma de honra em Pintura
1951 - Porto Alegre RS - 5º Salão de Artes Plásticas, promovido pela Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa - menção honrosa
1951 - Curitiba PR - 4º Salão de Belas Artes da Primavera, no Clube da Concórdia
1952 - Curitiba PR - Exposição Permanente de Artistas Paranaenses, pelo Departamento de Cultura
1953 - Curitiba PR - 6º Salão de Belas Artes da Primavera, no Clube da Concórdia - medalha de bronze e prêmio de aquisição em pintura
1954 - Curitiba PR - 7º Salão de Belas Artes da Primavera, no Clube da Concórdia
1955 - Salvador BA - Salão Bahiano de Belas Artes de Salvador
1956 - Salvador BA - Salão Bahiano de Belas Artes de Salvador
1956 - Curitiba PR - 13º Salão Paranaense de Belas Artes, na Biblioteca Pública do Paraná - medalha de prata para as pinturas e medalha de bronze para os desenhos
1956 - Curitiba PR - 9º Salão de Belas Artes da Primavera, no Clube da Concórdia - prêmio de aquisição em pintura
1957 - Curitiba PR - 14º Salão Paranaense de Belas Artes, na Biblioteca Pública do Paraná - prêmio de aquisição
1957 - Curitiba PR - Leonor Botteri e João Genehr, na Biblioteca Pública do Paraná
1957 - Rio de Janeiro - Pintores do Paraná, no MNBA
1958 - Curitiba PR - 15º Salão Paranaense de Belas Artes, na Biblioteca Pública do Paraná - medalha de ouro e prêmio aquisição
1958 - Porto Alegre RS - 1º Salão Panamericano de Arte
1959 - Curitiba PR - 16º Salão Paranaense de Belas Artes, na Biblioteca Pública do Paraná
1960 - Curitiba PR - 17º Salão Paranaense de Belas Artes, na Biblioteca Pública do Paraná - prêmio aquisição Universidade Federal do Paraná e Prefeitura Municipal de Curitiba
1960 - Curitiba PR - 1º Salão Anual de Curitiba, no Museu de Arte do Paraná, MAP
1961 - Curitiba PR - 18º Salão Paranaense de Belas Artes, na Biblioteca Pública do Paraná - medalha de ouro e prêmio aquisição
1961 - Curitiba PR - 14º Salão de Belas Artes da Primavera, no Clube da Concórdia - prêmio de aquisição
1961 - Santos SP - 8º Salão Oficial de Belas Artes de Santos
1962 - Curitiba PR - Salão do Paraná, na Biblioteca Pública do Paraná
1962 - Santos SP - 9º Salão Oficial de Belas Artes de Santos
1962 - Porto Alegre RS - 9º Salão de Artes Plásticas, no Instituto de Belas Artes patrocinado pela Universidade Rio Grande do Sul
1963 - Curitiba PR - 16º Salão de Belas Artes da Primavera, no Clube da Concórdia
1963 - São Paulo SP - 28º Salão Paulista de Belas Artes
1963 - Curitiba PR - 20º Salão Paranaense de Belas Artes, na Biblioteca Pública do Paraná
1964 - São Paulo SP - 29º Salão Paulista de Belas Artes
1964 - Curitiba PR - 21º Salão Paranaense de Belas Artes, na Biblioteca Pública do Paraná
1972 - Curitiba PR - Grande Mostra de Arte em Homenagem a Guido Viaro, no Centro Cultural Dante Alighiieri
1973 - Curitiba PR - Mostra de artistas paranaenses - 2ª Feira das Bandeiras, no Teatro Guaíra
1975 - Curitiba PR - Coletiva, no Teatro Guaíra, promovido pelo Centro Paranaense Feminino de Cultura
1976 - Curitiba PR - Discípulos de Andersen e Artistas Independentes, na sala de exposições do Badep
1978 - Curitiba PR - Coletiva, no Clube Curitibano
1980 - Curitiba PR - 8º Salão de Arte, no Centro Federal de Educação Tecnológica, Cefet - participação especial
1980 - Curitiba PR - Coletiva, por ocasião do Encontro Nacional de Críticos de Arte
1984 - Curitiba PR - 19º Salão da Primavera, no Clube da Concórdia - sala especial
1985 - Curitiba PR - 3º Salão de Artes Plásticas - homenagem do Círculo Militar do Paraná
1986 - Curitiba PR - Tradição e Contradição, no MAC/PR
1986 - Curitiba PR - Paranaenses Mais Premiados nas Quarentas e Duas Edições do Salão Paranaense, no Museu Guido Viaro
1991 - Curitiba PR - Museu Municipal de Arte: acervo, no Museu Municipal de Arte
1992 - Curitiba PR - Museu Municipal de Arte: acervo, no Museu Municipal de Arte
1998 - Curitiba PR - Arte Paranaense: movimento de renovação, na Galeria da Caixa Econômica Federal

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

José Bento - Alfabeto
Alfabeto
León Ferrari - Sem Título
Sem Título
Lothar Charoux - Sem título
Sem título