Vaso chinês vendido por 60 milhões de euros

16 de novembro de 2010

Um jarrão chinês do século XIX encontrado por herdeiros de uma família inglesa nas limpezas da casa foi vendido quinta-feira à noite num leilão em Londres por 51,3 milhões de libras (60 milhões de euros).

A peça arrematada na venda pública organizada pela leiloeira britânica Bainbridges foi comprada por um agente de Pequim e atingiu o preço mais alto jamais pago por uma obra de arte chinesa num leilão. O valor alcançado superou o de um pergaminho chinês de 15 metros da dinastia Song, vendido em Junho deste ano em Pequim.

O jarrão de porcelana foi encontrado por dois irmãos quando faziam as limpezas na casa dos pais na localidade de Pinner, no condado de Middlesex. Os irmãos, cuja identidade não foi divulgada, tinham herdado recentemente a propriedade onde encontraram a peça, e não tinham ideia do valor do objeto com 41 centímetros de altura e ricamente decorado com peixes e dragões.

O jarrão possui perfurações que deixam ver outro mais pequeno, no interior.

Fonte: DN ARTES

Postado por: Blog Escritório de Arte