Fabiano Gonçalves Pereira

Obras disponíveis

No momento não possuimos obras de Fabiano Gonçalves Pereira em nosso acervo.
Você possui uma obra deste artista e quer vender?
Clique aqui e envie sua obra para avaliação.

Leilão de Arte Online

Biografia

Fabiano Gonçalves Pereira (João Pessoa  PB  1970)

Designer gráfico, artista visual.

Faz oficinas de escultura na Fundação Espaço Cultural da Paraíba - Funesc, em 1989. Artista da nova geração, começa a impor seu trabalho com questões ligadas ao indivíduo como ser transitando obrigatoriamente na dimensão entre o eu individual e o coletivo. Partindo do cotidiano e de experiências de ordem pessoal, seu trabalho oscila entre o imaginário de cunho surreal e o real, introduzindo o mistério, sem excluir porém a possibilidade da comunicação com o receptor.

Críticas

"Na multiplicidade de formas, técnicas e materiais que fazem a arte contemporânea, sobressai o fato desta arte voltar-se para si mesma enquanto objeto de criação e objeto de crítica. Hoje a arte está liberta do compromisso de transmitir conteúdos políticos, religiosos, morais, etecétera e tal. (...) Na busca do novo, do original, do significativo, a arte contemporânea (parece que) não teme chocar o público. Estão aí as vanguardas do início e meados do século passado que não nos deixam mentir. E os artistas de hoje. Ora apoiados na tecnologia de ponta, ora centrados nas manifestações de cultura popular ? ora unindo as duas coisas -, estes artistas produzem uma obra que, via de regra, surpreende, assusta e incomoda o público contemporâneo. Apoiando num estudo rigoroso sobre o uso da linha e sobre as potencialidades do espaço, Fabiano Gonper expõe uma obra de rara beleza e simplicidade, aliando pesquisa e invenção (...). Gonper é exato e clean. Prima pelo rigor expressivo. Nada é acessório em sua obra: tudo nela é essência de uma linguagem singular. Seu trabalho tem a leveza e a consistência da obra que desinstala o público. Une visão ao tátil, o tátil ao pensamento, o pensamento ao objeto, o objeto à linguagem. Por sua vez, a linguagem é novidade construída no território do sublime. (...) Seus desenhos-objeto promovem uma interação formal entre linha, espaço, campo vazio, tridimensionalidade. E puxam o sujeito para dentro da obra, invocando-o em seus vazios e seus por-fazeres concretos".
Amador Ribeiro Neto
GONPER, Fabiano. Dimensionáveis. Texto Amador Ribeiro Neto. São Paulo: Galeria SESC Paulista, 2001. folha dobrada.

Exposições Individuais

1997 - João Pessoa PB - Individual, na Pinacoteca da UFPB
1998 - João Pessoa PB - Desenho-Objeto, no Centro Cultural São Francisco
1999 - João Pessoa PB - Universo em Queda Livre: retroperspectiva, no Centro Cultural São Francisco
2000 - João Pessoa PB - Deslocamentos, no Núcleo de Arte Contemporânea da UFPB
2001 - João Pessoa PB - Desenhos, na Galeria de Arte Archidy Picado da Funesc
2001 - São Paulo SP - Dimensionáveis, na Galeria Sesc Paulista
2003 - Recife PE  - Gonper Museum Project, na Fundação Joaquim Nabuco
2003 - Rio de Janeiro RJ  - Gonper Museum Project, no A Gentil Carioca
2004 - São Paulo SP  - Individual, no Paço das Artes

Exposições Coletivas

1989 - João Pessoa PB - Mostra de Artes Plásticas, na Funesc
1991 - João Pessoa PB - 2º Arte Atual Paraibana, na Funesc
1994 - João Pessoa PB - 6º Salão Municipal de Artes Plásticas, na Funesc
1995 - João Pessoa PB - Galpão, no Porto do Capim
1995 - Ouro Preto MG - 27º Festival de Inverno da UFMG. Mostra de Artes Plásticas, no Anexo do Museu da Inconfidência
1995 - São Paulo SP - Mostra Soutien Duloren, na Pinacoteca do Estado
1996 - João Pessoa PB - Coletiva, no Núcleo de Arte Contemporânea da UFPB
1996 - João Pessoa PB - 7º Salão Municipal de Artes Plásticas, no Núcleo de Arte Contemporânea da UFPB - prêmio aquisição
1996 - João Pessoa PB - Apocalipse XII, no Centro Cultural São Francisco
1997 - Campina Grande PB - Mostra de Artes Plásticas, no Museu de Arte Assis Chateaubriand
1997 - João Pessoa PB - Coisas, na Funesc
1998 - João Pessoa PB - EU, na Funesc
1998 - João Pessoa PB - 8º Salão Municipal de Artes Plásticas, no Centro Cultural São Francisco
1998 - João Pessoa PB - Pedras de Fogo, no Centro de Artes Visuais Tambiá
1999 - João Pessoa PB - 1500 Via Pedro II Coletivo, no Centro Cultural São Francisco
1999 - São Paulo SP - 26º Panorama de Arte Brasileira, no MAM/SP
1999 - Campina Grande PB - Arte Contemporânea da Paraíba, no Museu de Arte Assis Chateaubriand
1999 - São Paulo SP - 26º Panorama de Arte Brasileira, no MAM/SP
2000 - Fortaleza CE - 26º Panorama de Arte Brasileira, no CDMAC
2000 - Niterói RJ - 26º Panorama de Arte Brasileira, no MAC/Niterói
2000 - Recife PE - 26º Panorama de Arte Brasileira, no Mamam
2000 - Recife PE - 44º Salão Pernambucano de Artes Plásticas, no Observatório Cultural Malakoff
2002 - Belo Horizonte MG - Rumos Itaú Cultural Artes Visuais. Rumos da Nova Arte Contemporânea Brasileira , na Fundação Clóvis Salgado. Palácio das Artes
2002 - São Paulo SP - Rumos Itaú Cultural Artes Visuais. Vertentes da Produção Contemporânea, no Itaú Cultural
2003 - Recife PE - Rumos Itaú Cultural Artes Visuais. Entre o Mundo e o Sujeito, na Fundação Joaquim Nabuco 
2003 - Niterói RJ - Inclassificados, na Galeria de Arte Sesc 
2003 - Nova Friburgo RJ - Inclassificados, na Galeria Sesc Nova Friburgo 
2003 - Curitiba PR - Heterodoxia: edição Curitiba, no Museu Metropolitano de Arte de Curitiba 
2003 - Barra Mansa RJ - Inclassificados, na Galeria de Arte Sesc Barra Mansa  
2003 - Petrópolis RJ - Inclassificados, no Sesc Petrópolis 
2003 - São Paulo SP - Heterodoxia: edição São Paulo, no Memorial da América Latina
2003 - Goiânia GO - 3º Salão Nacional de Arte de Goiás  - Flamboyant Shopping Center  
2003 - Goiânia GO - Heterodoxia: edição Goiânia, na Universidade Federal de Goiás. Faculdade de Artes Visuais  
2003 - João Pessoa PB - Heterodoxia: edição João Pessoa, na Galeria de Arte Archidy Picado 
2004 - Vitória ES - Heterodoxia: edição Vitória, na Casa Porto das Artes Plásticas
2004 - São Paulo SP - Coletiva de Inauguração, na Galeria Baró Cruz 
2004 - Fortaleza CE - Heterodoxia: edição Fortaleza, no CDMAC
2005 - São Paulo SP - O Corpo na Arte Contemporânea Brasileira, no Itaú Cultural

Fonte: Itaú Cultural