Roberto Burle Marx

8 de setembro de 2009

Roberto Burle Marx

Roberto Burle Marx

Roberto Burle Marx

O ano de 2009 marca o centenário de Roberto Burle Marx, em memória ao multifacetado artista uma grande retrospectiva está em cartaz no MAM em São Paulo. Nascido em São Paulo mas carioca de coração Burle Marx (1909-1984) é lembrando normalmente como paisagista, porém também foi pintor, escultor, gravador, cenógrafo e designer de joias e cantor de ópera nas horas vagas.  A mostra A Permanência do Instável apresenta 200 trabalhos de um artista completo. Suas primeiras telas, nos anos 40, são pastiches de Di Cavalcanti e carecem de identidade. Foi justamente o paisagismo que o ajudou a encontrar um estilo pessoal com o pincel: óleos como Mangue Azul (1963) passaram a incorporar figuras da natureza. Na outra ponta, seu trabalho em decoração ganhou status de arte, caso da tapeçaria de 25 metros feita em 1969 ao estilo abstracionista. Bem montada, a retrospectiva reforça esse aspecto de inter-relação de técnicas distintas, desenvolvido por Burle Marx em sua maturidade.

MAM
Parque do Ibirapuera, portão 3, 5085-1300. Terça a domingo e feriados, 10h às 18h. R$ 5,50. Grátis aos domingos. Até 13 de setembro.

Compartilhe...Share on Google+0Email this to someoneShare on LinkedIn0Pin on Pinterest0Share on TumblrTweet about this on Twitter0Share on Facebook0
Postado por: Blog Escritório de Arte