Escritoriodearte.com > Artistas > Vanderlei Lopes

Vanderlei Lopes

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Vanderlei Lopes (Terra Boa PR 1973)

Desenhista, escultor, fotógrafo e videoartista.

Vanderlei Lopes Richarde se formou em Artes Plásticas em 2000 na Universidade Estadual Paulista - Unesp, na cidade de São Paulo. As primeiras coletivas são, em 1998, o 30º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba e o 25º Salão de Arte Jovem de Santos, em que recebe menção honrosa. Em 2002, faz sua individual de estreia na galeria 10,20 x 3,60, em São Paulo. Nos dois anos seguintes, tem individuais no Centro Cultural São Paulo - CCSP e no Centro Universitário Maria Antônia - Ceuma. Em 2005, expõe no Programa de Exposições do CCSP e recebe o prêmio aquisição. Em 2007, seu trabalho integra a Coleção Gilberto Chateaubriand e a respectiva mostra Novas Aquisições, do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ. No mesmo ano, expõe individualmente no Espaço de Intervenção Cultural Maus Hábitos, no Porto, Portugal.

Em 2008, é selecionado pela Bolsa Iberê Camargo para receber destaque na Revista Digital. No ano seguinte, apresenta trabalhos na Bienal do Mercosul, em Porto Alegre, e nas mostras Loop Videoart Barcelona 2009, em Barcelona, e Nova Arte Nova, no Centro Cultural do Banco do Brasil do Rio de Janeiro-CCBB/RJ e no de São Paulo-CCBB/SP. Participa das coletivas Arquivo Geral, no Centro de Arte Hélio Oiticica, e Coordenadas Poéticas, na H.A.P. Galeria, em 2010, no Rio de Janeiro; e Realidades: desenho contemporâneo brasileiro, em 2011, no Sesc Pinheiros, São Paulo.

Comentário Crítico

O trabalho de Vanderlei Lopes parte de uma reflexão sobre o desenho, podendo materializar-se tanto na forma de uma obra sobre papel, como de um vídeo, uma escultura, ou mesmo um vestígio no chão. Trata-se de uma investigação do desenho como desígnio, como imagem mental, como forma ideal que por vezes se repete em suportes diferentes, na interseção entre linguagens.

A transformação e a transitoriedade são questões fundamentais na obra do artista. Nos desenhos com álcool sobre papel carbono, uma reação química faz com que o papel fique dourado. Exposto à luz, o dourado lentamente se apaga em um processo registrado em vídeo.

O desenho também pode expandir-se pelo espaço: no videoperformance Árvore (2005), Vanderlei Lopes desenha com pólvora no chão e depois ateia fogo. A combustão rapidamente consome a árvore de pólvora, mas seu rastro permanece gravado no solo.

Nos trabalhos em folha de ouro e em bronze, a discussão sobre o tempo remete mais diretamente à história da arte. Em Janelas com Luz da Manhã (2007 - 2008), a silhueta negativa das janelas, em folha de ouro aplicada sobre a parede e sobre o chão, evoca a luz divina dos ícones e da pintura medieval europeia. Em Dubbio (2010), uma vela acesa dentro de uma bacia rasa de água, em bronze polido, remete à tradição da escultura e das vanitas (pinturas de natureza-morta que têm por tema a efemeridade da vida humana).

Exposições Individuais

2002 - São Paulo SP - Individual, na Galeria 10,20 x 3,60
2003 - São Paulo SP - Individual, no Centro Cultural São Paulo
2004 - São Paulo SP - Avião, no Espaço 397
2004 - São Paulo SP - Powderhead, no Centro Universitário Maria Antonia
2005 - São Paulo SP - Ephemeras, na Galeria Virgílio
2007 - Porto (Portugal) - Maus Hábitos
2007 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Virgílio
2009 - São Paulo SP - Inventário, na Galeria Virgílio
2011 - São Paulo SP - 7 Quedas, na Galeria de Arte Marília Razuk
2011 - Niterói RJ - Individual, no Museu de Arte Contemporânea

Exposições Coletivas

1998 - Santos SP - 25º Salão de Arte Jovem
1998 - Piracicaba SP - 30º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba
1999 - São Paulo SP - Retralha, na Funarte
2000 - Florianópolis SC - 7 º Salão Nacional Victor Meirelles, no Museu de Arte de Santa Catarina
2000 - Ribeirão Preto SP - 25º Salão de Arte de Ribeirão Preto, na Casa da Cultura de Ribeirão Preto
2000 - São Paulo SP - Iniciativas, no Centro Cultural São Paulo
2001 - São Paulo SP - Flávia Bertinato, Thiago Honório, Vanderlei Lopes, na Galeria Rosa Barbosa
2001 - São Paulo SP - Figura Impressa, na Adriana Penteado Arte Contemporânea
2001 - Santo André SP - 29º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
2002 - São Paulo SP - SP-Arte, na Oca
2002 - São Paulo SP - Genius Loci: o espírito do lugar
2002 - São Paulo SP - Nefelibatas, no MAM
2003 - São Paulo SP - Programa Anual de Exposições de Artes Plásticas, no Centro Cultural São Paulo
2003 - Ribeirão Preto SP - 28º Salão de Arte de Ribeirão Preto, no Museu de Arte Pedro Manuel Gismondi
2004 - São Paulo SP - Arte Contemporânea no Acervo Municipal, no Centro Cultural São Paulo
2005 - São Paulo SP - BR 2005, na Galeria Virgílio
2006 - Buenos Aires (Argentina) - ArteBA
2006 - São Paulo SP - Paisagem Bruta, na Galeria Virgílio
2006 - Santos SP - 10ª Bienal Nacional de Santos, no Centro Cultural Patrícia Galvão
2007 - Rio de Janeiro RJ - Novas Aquisições - Coleção Gilberto Chateaubriand, no MAM/RJ
2007 - Nova York (Estados Unidos) - Pinta Art Fair
2008 - São Paulo SP - Arte Pela Amazônia: arte e atitude, na Fundação Bienal
2008 - São Paulo SP - BR 2008, na Galeria Virgílio
2008 - Rio de Janeiro RJ - Nova Arte Nova, no Centro Cultural Banco do Brasil
2009 - Barcelona (Espanha) - Loop Videoart Barcelona, no Centre Civic Pati Llimona
2009 - Paris (França) - Les cartes blanches du Silo à L'EMSBA, na École Nationale Supérieure de Beaux-Arts
2009 - Porto Alegre RS - Ao redor de 4'33. Bienal do Mercosul
2009 - São Paulo SP - Nova Arte Nova, no Centro Cultural Banco do Brasil
2010 - Rio de Janeiro RJ - Arquivo Geral, no Centro de Arte Hélio Oiticica
2010 - Rio de Janeiro RJ - Coordenadas Poéticas, na H.A.P Galeria
2011 - São Paulo SP - Realidades: desenho brasileiro contemporâneo, no SESC Pinheiros
2011 - Ribeirão Preto SP - O Colecionador de Sonhos, no Instituto Figueiredo Ferraz
2012 - São Paulo SP - [alguns de] NÓS, na Galeria Marilia Razuk
2012 - Rio de Janeiro RJ - Manobras Poéticas, na Galeria Athena Contemporânea
2011 - São Paulo SP - 7º SP-Arte , na Fundação Bienal

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Aldemir Martins - Bumba meu Boi
Bumba meu Boi
Amelia Toledo - Orcileus ao Acaso
Orcileus ao Acaso
Burle Marx - Canto Burlesco
Canto Burlesco