Escritoriodearte.com > Artistas > Sebastião Salgado

Sebastião Salgado

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Sebastião Salgado (Aimorés MG 1944)

Fotógrafo.

Com formação em economia, Sebastião Ribeiro Salgado realizou doutorado nesta área pela Université de Paris. Entre 1971 e 1973, trabalha para a Organização Internacional do Café, em Londres. Durante viagem à África, na qual coordena um projeto sobre a cultura do café em Angola, decide tornar-se fotógrafo. Reside em Paris a partir de 1974, e trabalha para as agências Sygma (até o ano seguinte) e Gamma, entre 1975 e 1979. Documenta conturbados acontecimentos sociais e políticos na Europa e na África. Em 1979, ingressa na agência Magnum, na qual permanece até 1994, ano em que cria a própria empresa, a Amazonas Imagens. Realiza viagens pela América Latina, entre 1977 e 1984, documentando as condições de vida dos camponeses e dos índios, que divulga no livro Autres Ameriques, de 1986. Na década de 1980, trabalha por 15 meses com o grupo francês Médicos Sem Fronteiras, percorrendo a região do Sahel, na África, e registrando a devastação causada pela seca. Produz, entre 1986 e 1992, a série Trabalhadores, em que documenta o trabalho manual e as difíceis condições de vida dos trabalhadores em várias regiões do mundo. É autor dos livros: Sahel: L'Homme en Détresse (França, 1986), La main de l'Homme (França, 1993), Terra (Brasil, 1997), Trabalhadores: uma Arqueologia da Era Industrial (Brasil, 1996) e Retratos de Crianças do Êxodo (Brasil, 2000), entre outros.

Comentário Crítico

Durante uma viagem à África, para coordenar um projeto sobre a cultura do café em Angola, Sebastião Salgado decide tornar-se fotógrafo, como uma forma de denunciar a miséria e os problemas sociais no mundo. Os primeiros anos de fotografia são marcados por grande engajamento político. Fixa-se em Paris em 1974 e passa a fazer a cobertura dos conturbados acontecimentos sociais e políticos na Europa e na África, como, por exemplo, as condições de vida dos imigrantes em países europeus e a atuação do Exército Republicano Irlandês - IRA.

Até 1983, Salgado viaja por vários países da América Latina, elaborando um painel sobre a vida dos camponeses e a resistência cultural dos índios e seus descendentes (Autres Ameriques, 1986). Suas imagens revelam o arcaísmo do modo de vida e a precariedade das condições de trabalho, ao lado da presença da religiosidade e da morte. Entre 1984 e 1985, em viagem ao Sahel, região pré-desértica do norte da África, junto com os Médicos sem Fronteiras, fotografa a devastação causada pela seca. Suas imagens de mulheres vagando pelo deserto e de crianças muito doentes foram divulgadas em todo o mundo (Sahel, l'Homme en Détresse, 1986).

Questionando o desequilíbrio econômico entre países ricos e pobres, o fotógrafo empreende uma vasta obra de documentação do trabalho manual em várias regiões do mundo. Fotografa as duras condições de trabalho na lavoura de cana ou minas de ouro de Serra Pelada, no Brasil; nas plantações de chá em Ruanda; na construção de uma barragem em Rajasthan, Índia; ou nos poços de petróleo no Kuwait. O conjunto de fotografias da exposição Trabalhadores foi exibido simultaneamente em oito países, em 1993.

Na opinião do historiador Pedro Vasquez, o trabalho de Salgado, em termos de afinidades criativas, pode ser comparado ao dos fotógrafos Eugene Smith (1918 - 1978) e Henri Cartier-Bresson (1908). Em comum com Smith, ele tem a solidariedade com o ser humano, refletida em certo ar de gravidade e no sentimento do trágico que permeiam suas fotos. Em relação a Cartier-Bresson, compartilha o apurado senso de composição, o chamado "instante decisivo": o momento fugaz em que todos os elementos constitutivos de uma determinada cena se harmonizam num instante expressivo.

Em suas fotografias, de composição clássica, destaca-se o uso da luz e de negros intensos. Com a força simbólica das imagens e a gravidade dos rostos, o trabalho de Sebastião Salgado, além do caráter de denúncia, resgata a dignidade humana e presta homenagem aos personagens retratados.

Acervos

Coleção Pirelli/Masp de Fotografias - São Paulo SP
Acervo Fundação Cultural de Curitiba - Curitiba PR
Coleção Joaquim Paiva - Brasília DF

Críticas

"Sebastião Salgado é um portador do mistério da arte. O que quer dizer que sua fotografia não se descreve: sente-se. E sente-se de um modo especial, proveniente do que fez Sebastião Salgado ser reconhecido em todo o mundo, em tão poucos anos, como um fotógrafo muito especial.
Diante de sua fotografia não se pode sentir, como é usual que as fotografias provoquem, a ternura, ou a contristação, ou a culpa, ou o deleite estético. Diante da fotografia característica de Sebastião Salgado vêm-nos, em uma rajada única, a ternura e a dor e a culpa e o prazer estético. Inseparáveis e indistinguíveis, consistentes e indisfarçáveis, em uma só rajada, todos os ricos sentimentos que a pobreza emocional dos dias de hoje não foi ainda capaz de consumir e devorar.
É esta capacidade especial que faz de Sebastião Salgado, internacionalmente, o mais solicitado, o mais aclamado e o mais premiado fotógrafo da atualidade (comprovação inquestionável de tal relevância: só em 91, Nova York, capital planetária da fotografia, montou duas grandes exposições suas). A atenção especial que Sebastião Salgado desperta não vem de modernosos truques informáticos, que, de resto, nada têm a ver com a fotografia. Nem se deve aos seus temas prediletos, como supôs uma articulista do 'New Yorker'. Cheguei a estruturar um ensaio para refutar a tese irada do artigo, segundo a qual a 'retórica' de Sebastião Salgado consiste na 'exploração fácil da tragédia' como tema, no 'embelezamento' dela, para chocar o espectador de suas fotos".
Janio de Freitas
Freitas, Janio de. A condição de Salgado. In: SALGADO, Sebastião. As Melhores fotos. Apresentação Janio de Freitas; fotografia Sebastião Salgado. São Paulo: Boccato, 1992.

"As fotografias de Sebastião Salgado são, antes de tudo, o resultado de um exaustivo processo de escolhas entre o que foi visto e o que deverá ser re-visto por cada um de nós. Processo que se torna ainda mais complexo e subjetivo depois de 'escolhidos' os lugares, as pessoas ou os acontecimentos que ele pretende fotografar (ou que acaba fotografando, por mero acaso).
Usando três ou quatro câmeras Leikas e dezenas de rolos de filmes por dia, Sebastião Salgado é capaz de produzir mais de dez mil imagens em uma única viagem, dentre as inúmeras que compõem o extenso roteiro traçado nas duas últimas décadas para documentar histórias (ou a história) e contá-las através de fotografias: a fome na África, o trabalho no mundo contemporâneo, a luta pela terra, o movimento de populações, etc.".
Maria Inez Turazzi
REVISTA DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL. IPHAN. Fotografia. nº 27, 1998, p. 225.

Exposições Individuais

1982 - Rio de Janeiro RJ - Other Americas, na Galeria de Fotografia da Funarte
1983 - São Paulo SP - Other Americas, na Fotogaleria Fotoptica
1984 - Paris (França) - Vidas Secas, na Magnum Galerie
1986 - Amsterdã (Holanda) - Sahel: L'Homme en Detresse, na Canon Photo Gallery
1986 - Arles (França) - Sahel: L'Homme en Detresse, no Festival International d'Arles
1986 - Madrid (Espanha) - Other Americas, no Museo de Arte Contemporaneo de Madrid
1986 - Paris (França) - Other Americas, na Maison de l'Amérique Latine
1986 - Paris (França) - Sahel: L'Homme en Detresse, no Palais de Tokyo
1987 - Lausanne (Suíça) - Other Americas, no Musée de l'Elysée
1987 - Lausanne (Suíça) - Sahel: L'Homme en Detresse, no Musée de l'Elysée
1988 - Finlândia - Other Americas, no Tornio Arts Museum
1988 - Israel - Other Americas, no Museum Mishkan Le'Omanut
1988 - Rio de Janeiro RJ - Other Americas, na Funarte
1988 - Rotterdã (Holanda) - Other Americas, no Museum Voor Land in Volkenkunde
1988 - São Paulo SP - Sahel: L'Homme en Detresse, no Masp
1989 - Göteborg (Suécia) - Retrospective, no Hasselblad Center
1989 - Havana (Cuba) - Retrospective, na Bienal de Cuba
1989 - Pequim (China) - Sahel: L'Homme en Detresse, na National Gallery of Art
1989 - Xangai (China) - Other Americas, no Palace of Youth
1990 - Düsseldorf (Alemanha) - Retrospective, na Künsthalle
1990 - Edimburgo (Escócia) - Retrospective, na Stills Gallery
1990 - Londres (Inglaterra) - Retrospective, na Photographer's Gallery
1990 - San Francisco (Estados Unidos) - An Uncertain Grace, no Modern Art Museum
1991 - Arles (França) - Other Americas, no Rencontres Internationales d'Arles
1991 - Braunschweig (Alemanha) - Other Americas, no Museum Für Fotografie
1991 - Exeter (Inglaterra) - Retrospective, no Royal Albert Memorial Museum
1991 - Los Angeles (Estados Unidos) - An Uncertain Grace, na Wight Art Gallery, na Universidade da Califórnia
1991 - Nova York (Estados Unidos) - An Uncertain Grace, no International Center of Photography
1991 - Rouen (França) - Other Americas, no Festival de Rouen
1991 - San Diego (Estados Unidos) - An Uncertain Grace, no Museum of Photographic Arts
1992 - Cambridge (Estados Unidos) - An Uncertain Grace, no Carpenter Center Harvard
1992 - Cardiff (País de Gales) - Retrospective, na Fotogallery
1992 - Colônia (Alemanha) - Workers, no Römisch- Germanisches Museum
1992 - Córdoba (Espanha) - Other Americas, na Galeria 2000
1992 - Dudelange (Luxemburgo) - Other Americas, no Musée Municipal
1992 - Glasgow (Escócia) - Retrospective, no Glasgow Arts Centre
1992 - Santiago de Compostela (Espanha) - Other Americas, no Pazo Fonseca
1992 - Washington (Estados Unidos) - An Uncertain Grace, na Corcoran Gallery
1993 - Bratislava (Eslováquia) - Workers, na National Gallery Slovakia
1993 - Córdoba (Espanha) - Other Americas, no Gran Teatro de Cordoba
1993 - Lisboa (Portugal) - Trabalho, no Centro Cultural de Bélem
1993 - Londres (Inglaterra) - Workers, no Royal Festival Hall
1993 - Louisville (Estados Unidos) - Workers, no The JB Speed Art Museum
1993 - Madrid (Espanha) - Trabajadores, na Biblioteca Nacional
1993 - Paris (França) - Individual, no Centre Nacional de La Photographie
1993 - Paris (França) - Workers, no Palais de Tokyo
1993 - Pensilvania (Estados Unidos) - Workers, no Philadelphia Museum of Art
1993 - Tóquio (Japão) - Retrospective, no National Museum of Modern Art
1994 - Aix-en- Provence (França) - Workers, na Bibliothèque Méjanes
1994 - Alicante (Espanha) - Workers, na Fundacion Cultural, CAM
1994 - Atlanta (Estados Unidos) - Workers, no High Museum of Art Folk, nas Art and Photography Galleries
1994 - Bradford (Inglaterra) - Workers, no The National Musem of Photography, Film and Television
1994 - Copenhague (Dinamarca) - Workers, no Arberjdermuseet
1994 - Curitiba PR - Workers, no Museu Metropolitano de Arte de Curitiba
1994 - Dallas (Estados Unidos) - Workers, no Dallas Museum of Art
1994 - Glasgow (Escócia) - Retrospective, nas McLellan Galleries
1994 - Iowa City (Estados Unidos) - Workers, no The University of Iowa Museum of Art
1994 - Lausanne (Suíça) - Workers, no Musée de l'Elysée
1994 - Milão (Itália) - Workers, no Palazzo Affari ai Giureconsulti
1994 - Paris (França) - Serra Pelada, na Galerie Debret
1994 - Rio de Janeiro RJ - Trabalhadores, no MAM/RJ
1994 - Roma (Itália) - Workers, no Palazzo delle Esposicioni
1994 - Rotterdã (Holanda) - Workers, no Nederlands Foto Instituut
1994 - São Paulo SP - Trabalhadores, no Masp
1994 - Tóquio (Japão) - Workers, no The Bunkamura Museum of Art
1995 - Bath (Inglaterra) - Workers, na The Royal Photographic Society
1995 - Estocolmo (Suécia) - Workers, no Kulturhuset
1995 - Hiroshima (Japão) - Workers, no Onomichi Municipal Museum of Art
1995 - Le Chouf (Líbano) - Workers, no Palais de Beiteddine
1995 - Montpellier (França) - Other Americas, na Montpellier Photo Visions
1995 - Nova York (Estados Unidos) - Workers, no International Center of Photography
1995 - Paris (França) - Serra Pelada, no Le Latina
1995 - Rochester (Estados Unidos) - Workers, na George Eastman House
1995 - Saint Jean des Monts (França) - Serra Pelada, no Palais de Congrès
1995 - Sarasota (Estados Unidos) - Workers, no The John & Marble Ringling Museum of Art
1995 - Sydney (Austrália) - Workers, na The Art Gallery of New South Wales
1995 - Vicenza (Itália) - Workers, na Basilica Palladiana
1996 - Antuérpia (Bélgica) - Other Americas, na Hessenhuis
1996 - Charleroi (Bélgica) - Serra Pelada, no Musée de la Photographie
1996 - Cleveland (Estados Unidos) - Serra Pelada, no Cleveland Center for Contemporary Art
1996 - Flórida (Estados Unidos) - Serra Pelada, no Palm Beach Photographic Museum
1996 - Hamburgo (Alemanha) - Workers, no Deichtorhallen
1996 - Hawai (Estados Unidos) - Workers, na Honolulu Academy of Arts
1996 - Imola (Itália) - Workers, no Chiostri S. Domenico
1996 - Luxemburgo - Workers, no Hall Victor Hugo
1996 - Omaha (Estados Unidos) - Workers, no Joslyn Art Museum
1996 - Paris (França) - Retrospective, no L'Espace Photographique de Paris
1996 - Pensilvania (Estados Unidos) - Workers, no Palmer Museum of Art, University Park
1996 - Schleswig- Holstein (Alemanha) - An Uncertain Grace, no Städtisches Museum
1996 - Turim (Itália) - Workers, no Museo dell'automobile, Movimento Sviluppo e Pace
1997 - Belo Horizonte MG - Workers, no Museu de Arte da Pampulha
1997 - Berlim (Alemanha) - Workers, no Instituto Cultural Brasileiro
1997 - Caracas (Venezuela) - Workers, no Museo de Belas Artes
1997 - Cholet (França) - Serra Pelada, no Groupe d?Animation Photographique
1997 - Ciudad Bolívar (Venezuela) - Workers, no Museo de Arte Moderno Jésus Soto
1997 - Hornu (Bélgica) - Workers, no Grand- Hornu Images
1997 - Kuopio (Finlândia) - An Uncertain Grace, no Victor Barsokevitsch Valokuvakeskus
1997 - Madison (Estados Unidos) - Workers, no Elvehjem Museum of Art
1997 - Montenegro (Iugoslávia) - Sahel: L'Homme en Detresse, na Biennale de Cétinié
1997 - San Diego (Estados Unidos) - Workers, no Museum of Contemporary Art
1997 - São Paulo SP - Terra, no Espaço Unibanco
1998 - Andorra la Vella (Andorra) - Workers, na Andorran National Commission for Unesco
1998 - Cidade do México (México) - Workers, no Museo de Arte Moderno
1998 - Pachuca (México) - Serra Pelada, no Archivo Historico y Museo de Mineria
1998 - Valladolid (Espanha) - An Uncertain Grace, na Ayuntamiento de Valladolid
1998 - Washington (Estados Unidos) - Other Americas, na Art Gallery, Inter- American Development Bank
1998 - Washington (Estados Unidos) - Other Americas, no Woodrow Wilson Center
1999 - Berna (Suíça) - Workers, no The Old Kornhaus
1999 - Iserlohn (Alemanha) - Workers, na Stadtische Gallery
1999 - La Coruña (Espanha) - An Uncertain Grace, na Casa de las Ciencias
1999 - Las Palmas de Gran Canária (Espanha) - Other Americas, no Centro Insular de Cultura
1999 - Madrid (Espanha) - An Uncertain Grace, na EFDI
1999 - Munique (Alemanha) - Other Americas, na Bayrische Staatsoper
2000 - Buenos Aires (Argentina) - Migrations, na Fundación PROA
2000 - Honfleur (França) - An Uncertain Grace, 4th Festival Chroniques Nomades, na Les Greniers à Sel
2000 - Lisboa (Portugal) - Exôdos, no Parque das Nações
2000 - Madrid (Espanha) - Migrations, no Circulo de Bellas Artes
2000 - Marselha (França) - Migrations, no Hotel de la Région
2000 - Milão (Itália) - Migrations, no Arengario and Istituto Martinitt
2000 - Nova York (Estados Unidos) - Migrations, no United Nations Hall
2000 - Paris (França) - Migrations, na Maison Européenne de la Photographie
2000 - Porto Alegre RS - Exôdos, na Usina do Gasômetro
2000 - Rio de Janeiro RJ - Exôdos, no Planetário- Museu do Universo e no Instituto Moreira Salles
2000 - Rjukan (Noruega) - Workers, no Norsk Industriarbeider Museum
2000 - Rochester (Estados Unidos) - Migrations, na George Eastman House
2000 - Roma (Itália) - Migrations, no Scuderie Papali al Quirinale
2000 - Saarbrücken (Alemanha) - Workers, no Festival Schichtwechsel 2000
2000 - São Paulo SP - Exôdos, no Sesc Pompéia
2000 - Valência (Espanha) - An Uncertain Grace, na EFDI
2000 - Warszawa (Polônia) - Workers, no Contemporary Art Center Zamek Ujazdowski
2001 - Barcelona (Espanha) - Migrations, na La Pedrera
2001 - Berlim (Alemanha) - Migrations, no Deutsches Historisches Museum
2001 - Biella (Itália) - Workers, no Palazzo Cisterna
2001 - Brasília DF - Exôdos, no Espaço Cultural Contemporâneo Venâncio- ECCO
2001 - Bruxelas (Bélgica) - Migrations, no Le Botanique
2001 - Cagliari (Itália) - Workers, no Ghetto Degli Ebrei
2001 - Edimburgo (Escócia) - Migrations, no City Art Centre
2001 - Faro (Portugal) - Workers, na Associaçao Cultural Música XXI
2001 - Helsinque (Finlândia) - Migrations, no Helsinki City Art Museum
2001 - Modena (Itália) - Migrations, na Ponte Alto
2001 - Nova York (Estados Unidos) - Migrations, no International Center of Photography
2001 - Palma de Mallorca (Espanha) - Migrations, na Sa Nostra
2001 - Praga (República Tcheca) - Migrations, na Manes Gallery
2001 - Santa Fé (Estados Unidos) - Migrations, no The Marion Center for Photographic Arts / The Museum of Fine Arts / The Children's Museum
2001 - Walsall (Inglaterra) - Migrations, no The New Art Gallery
2002 - Berna (Suíça) - Migrations, na Kornhaus
2002 - Londres (Inglaterra) - Sebastião Salgado: 25 years of photography, na Gallery 32
2003 - Rio de Janeiro RJ - Sebastião Salgado: fotografias, no Palácio Gustavo Capanema
2004 - Belo Horizonte MG - In Principio, no Museu Histórico Abílio Barreto
2004 - São Paulo SP - In Principio, no MAC/USP

Exposições Coletivas

1977 - Genebra (Suíça) - L'Afrique Des Colères, no Conseil Ecuménique des Eglises
1977 - Paris (França) - L'Afrique Des Colères, na Galerie Henri Plait
1978 - La Courneuve (França) - Les 4000 Logements de La Courneuve, no Centre Culturel Jean-Houdremont
1991 - São Paulo SP - Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Masp
1992 - Vitória ES - Exposição e criação pela prefeitura do Prêmio Sebastião Salgado de Fotografia
1992 - Zurique (Suíça) - Brasilien: entdeckung und selbstentdeckung, na Kunsthaus Zürich
1994 - Curitiba PR - 4ª Semana da Fotografia de Curitiba, na Fundação Cultural
1994 - San Francisco (Estados Unidos) - Contemporary Brazilian Photography: A Selection of Photographs from the Colletion of Joaquim Paiva, no Yerba Buena Center for the Arts
1995 - Rio de Janeiro RJ - Fotografia Brasileira Contemporânea, no CCBB
1996 - Bogotá (Colômbia) - Imagenes de Brasil. Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, na Casa do Brasil
1996 - Buenos Aires (Argentina) - Imagenes de Brasil. Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Museo Nacional de Bellas Artes
1996 - Caracas (Venezuela) - Imagenes de Brasil. Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Museo de Arte Contemporáneo de Caracas Sofía Imber
1996 - Nova York (Estados Unidos) - Latin American Photography: Spiritual Journey, no Museu do Brooklyn
1996 - Paris (França) - Exposição Inaugural da Casa Européia da Fotografia
1998 - São Paulo SP - The Art Directors Club in Panamericana, na Escola Panamericana de Arte
1999 - Wolfsburg (Alemanha) - Brasilianische Fotografie 1946 bis 1998, no Kunstmuseum Wolfsburg
2000 - Curitiba PR - Fé, no Centro Cultural Solar do Barão
2001 - Rio de Janeiro RJ - O Espírito de Nossa Época, no MAM/RJ
2001 - São Paulo SP - O Espírito de Nossa Época, no MAM/SP
2002 - São Paulo SP - Visões e Alumbramentos: fotografia contemporânea brasileira da coleção Joaquim Paiva, na Oca
2003 - Rio de Janeiro RJ - Graciela Iturbide, Sebastião Salgado e Raghu Rai, no Paço Imperial

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Samson Flexor - Sem Título
Sem Título
Claudio Tozzi - Astronalta
Astronalta
Manabu Mabe - Paisagem do Rio
Paisagem do Rio