Escritoriodearte.com > Artistas > Percy de Mello Deane

Percy de Mello Deane

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Percy de Mello Deane (Manaus AM 1921 - Rio de Janeiro RJ 1994)

Pintor, desenhista, ilustrador, arquiteto.

Aos dez anos muda-se com a família para Belém, onde freqüenta suas primeiras aulas de desenho. Ingressa na Faculdade de Arquitetura da Escola Nacional de Belas Artes - Enba em 1938, mudando-se para o Rio de Janeiro. Nessa cidade, conhece Candido Portinari (1903 - 1962), de quem se torna amigo e entusiasta e passa dedicar-se somente às artes visuais. A partir de 1938, colabora regularmente, como ilustrador, para as publicações O Jornal, Dom Casmurro, Sombra, Diretrizes, Cigarra e Rio Magazine. Durante dez anos, entre 1941 e 1951, ilustra romances seriados para a revista O Cruzeiro. Por encomenda de Oscar Niemeyer (1907), realiza o mural do Iate Clube da Pampulha, Belo Horizonte, em 1942. É premiado no Salão Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, em 1940, 1941 e 1943, recebendo neste último o prêmio de viagem ao país. Expõe em Londres, em 1943 e participa da mostra 20 Artistas Brasileños, itinerante pelo Uruguai, Argentina e Chile, em 1945. Realiza mural em mosaico para a Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, em 1951. Faz ilustrações para vários livros, entre eles: O Feijão e o Sonho (1968), de Paulo Leminski (1944 - 1989); A Ponte (1975), de Erico Verissimo (1905 - 1975) e Memórias do Cárcere (1969), de Graciliano Ramos (1892 - 1953). É autor do retrato de João Cabral de Melo Neto (1920 - 1999) que aparece na folha de rosto da publicação da obra completa do poeta, lançada pela Editora Nova Aguilar, em 1994.

Críticas

"Em Percy há busca de linhas, cores, planos, áreas, imobilizações, pinceladas, sobreposições e raspagens que melhor edifiquem objetivamente esse lastro de humanidade sofrida e bela que nele existe, como agente e paciente, participante a seu modo do grande momento social que vivemos".
Antônio Houaiss
PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969.

"O amazonense Percy Deane (...), que, em pintura, se revelou como retratista, mostraria sobretudo atividade no âmbito da ilustração. Sua posição estética procurava conciliar arte clássica e moderna, contrapondo-se ao ERSATZ acadêmico, como ele afirmou em texto escolar".
Walter Zanini
ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães : Instituto Walther Moreira Salles, 1983.

"Deane dedicou-se, como pintor, ao retratismo e à pintura social, praticando ainda a paisagem, a figura e outros gêneros. Ele mesmo assim buscou explicar o conteúdo de sua arte (...): - Faço paisagens que não são paisagens. Mostro através de minhas cenas noturnas a desumanização do mundo de hoje. Paisagens simbólicas com luas e sóis iluminando cidades despovoadas, paisagens urbanas, com simbolismos e interpretação trágica, numa tentativa de apresentar a solidão do homem nas grandes cidades".
José Roberto Teixeira Leite
LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.

Exposições Individuais

1965 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Verseau
1966 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Décor
1967 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Santa Rosa
1968 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Décor
1970 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Décor
1970 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Marte 21
1974 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Grupo Lume
1977 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Casablanca
1978 - Belém PA - individual, na Galeria Theodoro Braga
1980 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Lebreton
1983 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Cláudio Gil Studio de Arte
1984 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Olívia Kann
1987 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Olívia Kann
1988 - Brasília DF - Individual, na Galeria de Arte Dreer

Exposições Coletivas

1940 - Rio de Janeiro RJ - 46º Salão Nacional de Belas Artes, no MNBA - medalha de prata
1942 - Rio de Janeiro RJ - Alunos Dissidentes da Enba, na Associação Brasileira de Imprensa - ABI
1943 - Belo Horizonte MG - Exposição de Arte Moderna, no Museu de Arte da Pampulha
1943 - Londres (Inglaterra) - Arte Brasileira em Benefício da Royal Air Force - RAF
1943 - Rio de Janeiro RJ - 49º Salão Nacional de Belas Artes, no MNBA - prêmio de viagem ao país
1943 - Rio de Janeiro RJ - Alunos Dissidentes da Enba, na Associação Brasileira de Imprensa - ABI
1944 - Belo Horizonte MG - Exposição de Arte Moderna, na Prefeitura de Belo Horizonte - Edifício Mariana
1945 - Buenos Aires (Argentina) - 20 Artistas Brasileños, nas Salas Nacionales de Exposición
1945 - La Plata (Argentina) - 20 Artistas Brasileños, no Museo Provincial de Bellas Artes
1945 - Montevidéu (Uruguai) - 20 Artistas Brasileños, na Comisión Municipal de Cultura
1945 - Santiago (Chile) - 20 Artistas Brasileños
1964 - Rio de Janeiro RJ - 13º Salão Nacional de Arte Moderna, no MAM/RJ
1970 - Rio de Janeiro RJ - O Desenho Brasileiro através da Ilustração, na Galeria Delaparra
1978 - Belém PA - 17 Artistas do Paraná, no Teatro da Paz
1980 - Berlim (Alemanha) - Arte Moderna do Brasil
1980 - Hannover (Alemanha) - Arte Moderna do Brasil
1982 - Rio de Janeiro RJ - São Francisco de Assis - Ano 800, no Cláudio Gil Studio de Arte
1983 - Rio de Janeiro RJ - 6º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ
1983 - Rio de Janeiro RJ - Arte Moderna no Salão Nacional, na Funarte
1985 - São Paulo SP - As Mães e a Flor na Visão de 33 Pintores, na Ranulpho Galeria de Arte
1986 - Rio de Janeiro RJ - A Nova Flor de Abacate, Grupo Guignard-1943 e Os Dissidentes-1942, na Galeria de Arte Banerj
1987 - Paris (França) - 100 Anos Villa-Lobos, no Brasil Inter Art Galerie
1987 - Rio de Janeiro RJ - Homenagem a Villa Lobos, na Galeria Basílio
1987 - São Paulo SP - 100 Anos Villa-Lobos, no Espaço Cultural Citicorp Center
1988 - Brasília DF - Mostra com José Moraes, na Galeria de Arte Dreer
1988 - Vitória ES - Dez Lustros: Deane, Moraes, Scliar, na Ana Terra Galeria de Arte
1989 - Rio de Janeiro RJ - 50 Anos de Desenho e Pintura, na MNBA

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Otto Stupakoff - la troque - frança
la troque - frança
Antonio Peticov - Longa Marcha
Longa Marcha