Escritoriodearte.com > Artistas > Pedro Ribeiro

Pedro Ribeiro

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Pedro Ribeiro (Jacareí SP 1951)

Fotógrafo.

Pedro Ribeiro Moreira Neto é formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Elmano Ferreira Veloso de São José dos Campos em 1974; efetua diversos cursos de pós-graduação em Paris, França, obtendo o grau de Doutor de Terceiro Ciclo, pela Université de la Sorbonne, em 1982, na área de geografia humana e organização do espaço. De retorno ao Brasil, instala-se no Recife, como técnico em planejamento urbano e regional da Fundação de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Recife, onde começa a fotografar em caráter profissional e onde permanece até 1987. Transferindo-se para a cidade de São Paulo, trabalha no Departamento de Fotografia do Museu da Imagem e do Som, MIS, entre 1989 e 1993.

Críticas

"(...) Os cortes de Pedro Ribeiro escorrem no quadro - o tempo nestas fotografias é contínuo, tal como o tempo que aprendemos no cotidiano. É estranho saber que o fotógrafo tem formação em arquitetura e, como arquiteto, o espaço tem forte conotação em sua vida; porém, Pedro mostra-nos ser ´mais fotógrafo´ neste momento, pois o espaço nas suas fotos é diluído pela captação de tempo contínuo. Ele faz deste ensaio um sadio exercício de domesticação da linguagem fotográfica e leva o observador a escorrer junto com o tempo das imagens e refletir sobre o meio e suas possibilidades enquanto linguagem pura".
Eduardo Castanho - dezembro 1990
Catálogo Projeto Foto de Autor/Museu da Imagem e do Som

"(...) Feirante é um ensaio com temática definida: documentar o trabalho de preparação de uma feira-livre... Seu objetivo era explorar as possibilidades plásticas dos tempos de exposição dilatados na fotografia. Paradoxalmente, o trabalho mais interessante é aquele em que o fotógrafo desfrutou de menor liberdade. 
As imagens de Feirante calcam sua poética no jogo de luz e sombra. O resultado é profundamente expressivo. Do campo à cidade, Ribeiro revela a divisão étnica do trabalho de abastecimento da metrópole. Os japoneses, donos da terra do ´cinturão verde´ de São Paulo, semeiam e colhem ombro a ombro com camponeses que contratam provenientes do sul de Minas Gerais".
Ricardo Anderáos
Fotógrafo explora vida na cidade por caminhos desiguais
Folha de S.Paulo, 16 de janeiro de 1991

Depoimentos

"Fotografia é para mim uma questão de paixão, que vem de fora e arrebata meu interior. Não foi escolha minha, eu nasci com esse cromossomo. É meu modo de ver e me expressar. Meus temas, esses sim, são uma escolha, uma manifestação síntese da minha cultura. 
Questões práticas... sou fraco nessa área. Meu negócio é fotografar. Não tenho a aptidão necessária para gerenciar a produção ou para a viabilização de meus projetos. Não tanto quanto gostaria e nem encontrei quem o faça por mim. Minha produção está sempre aquém de meu potencial".

Acervos

Museu da Imagem e do Som - MIS - São Paulo SP
Pinacoteca do Estado de São Paulo - São Paulo SP
Museu de Antropologia do Vale do Paraíba - Jacareí SP
Galeria Metropolitana Aloisio Magalhães - Recife PE
Museu de Arte Contemporânea de Pernambuco - Olinda PE

Exposições Individuais

1980 - Paris (França) - Pedro Ribeiro Photographies, na Fondations pour la Recherche Artistique et Créative - Frac
1981 - Paris (França) - L'Espace Caché, na Galeria Inter-Forum
1982 - Paris (França) - Pedro Ribeiro Photographies, em La Shop Daguerre
1986 - Recife PE - Recife, na Galeria Metropolitana de Arte Aloiisio Magalhães
1987 - Recife PE - Pedro Ribeiro Fotografias, na Galeria Metropolitana de Arte Aloisio Magalhães
1989 - São Paulo SP - O Espaço Oculto, no Atelier Fotoarte
1991 - Curitiba PR - Feirante, no Solar do Barão/Fundação Cultural de Curitiba
1991 - São Paulo SP - Feirante, no MIS
1991 - São Paulo SP - Um Estudo sobre o tempo, no MIS
1996 - Jacareí SP - Reis e Rainhas no Maracatu, no Museu de Antropologia do Vale do Paraíba
1997 - Recife PE - Reis e Rainhas no Maracatu, no Museu do Estado de Pernambuco

Exposições Coletivas

1980 - Paris (França) - Fondation pour la Recherche Artistique et Créative
1982 - Paris (França) - Figuration Critique 82
1982 - Paris (França) - 33º Salon Jeune Penture
1982 - Paris (França) - Les Oubliés de l'Atelier, Fondation pour la Recherche Artistique et Créative
1982 - Bilbao (Espanha) - Arteder 82, Mostra Internacional de Obra Gráfica
1985 - Recife PE - 37º Salão de Artes Plásticas, no Centro de Convenções - prêmio aquisição
1986 - Recife PE - Salão Nacional de Belas Artes, no Centro de Convenções
1987 - Recife PE - 37º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco - prêmio aquisição
1989 - Rio de Janeiro RJ - Brasil Cenários e Personagens, INFoto/Funarte
1989 - São Paulo SP - São Paulo Luzes e Sombras, na Galeria Aliança Francesa
1989 - São Paulo SP - Ver o Invisível, no MIS
1990 - São Paulo SP - Ver o Invisível II, no MIS
1990 - São Paulo SP - São Paulo: Luzes e Sombras, na Galeria Aliança Francesa, promoção do Consulado Geral da França/Câmera de Comércio e Indústria Franco-Brasileira/Jornal da Tarde - 1º lugar na categoria cor
1990 - Belo Horizonte MG - Ver o Invisível II, no Centro Cultural da UFMG
1994 - São Paulo SP - Os Herdeiros da Noite: fragmentos do imaginário negro, na Pinacoteca do Estado
1995 - Brasília DF - Os Herdeiros da Noite: fragmentos do imaginário negro, no Espaço 508
1995 - Belo Horizonte MG - Os Herdeiros da Noite: fragmentos do imaginário negro, no Centro de Cultura

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Enrico Bianco - Vaso de Flores
Vaso de Flores
Mauro Piva - Sem Título
Sem Título
Ernesto de Fiori - Mulher Sentada
Mulher Sentada