Escritoriodearte.com > Artistas > Olney Krüse

Olney Krüse

OBRAS DO ARTISTA

Olney Krüse - A Ultima Refeição

A Ultima Refeição

colagem sobre caixa de madeira
1990
70 x 70 x 20 cm
ass. na peça


Preço: Sob Consulta
Olney Krüse - O Jornalista

O Jornalista

colagem sobre caixa de madeira
1990
73x73x21cm
Participou da exposição individual do artista "Arqueologia de Um Tempo Perverso", na A Galeria, São Paulo-SP, Nov/Dez 1990. Reproduzido no catálogo da mosta, p. 07. Olney foi um importante crítico do Jornal da Tarde de São Paulo.

Preço: Sob Consulta

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Olney Krüse (São Paulo SP 1939 - Atibaia SP 2006)

Fotógrafo.

Oswaldo Olney Krüse estuda jornalismo na Escola de Comunicação da Universidade de São Paulo, graduando-se em 1972. Fotógrafo autodidata, começa a realizar colagens em 1965, inspirado pela obra do artista pop norte-americano Robert Rauschemberg. Trabalha, ao longo das últimas três décadas, para importantes órgãos da imprensa ora como fotógrafo, ora como jornalista, ora como crítico de arte, tais como os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, e Jornal da Tarde; e as revistas Vogue, IstoÉ, Quatro Rodas, e Arte Hoje. Realiza, a partir de 1968, diversas exposições individuais, de colagens, retratos de personalidades dos campos da arte e da cultura, ou ensaios, como aqueles que consagrou ao hotel Copacabana Palace, do Rio de Janeiro, em 1984, e ao Jornal da Tarde, de São Paulo, em 1986. Sua atuação como crítico de arte contribui para a aceitação da produção não consagrada pelo circuito oficial, como aquela que reune na I Mostra do Kitsch da Arte Aplicada, em 1973, ganhadora do Prêmio Comunicação do Ano, concedido pela Associação Paulista de Críticos de Arte.

Críticas

"Olney Kruse, homem multifacetado, jornalista, artista plástico, fotógrafo, vê os outros multifacetados também. Ele gira o retrato de todos os lados, vira pelo avesso, constrói o ambiente, o seu e o do 'outro'. É a foto-troca, foto-ordem, foto-diálogo, foto-acaso. Porque o acaso também se pode tornar um dos ingredientes da imagem, quando criativo. As luzes do palco entraram em greve, todas apagadas? Não há condições para fotografar! Mas as condições existem sempre, mesmo ausentes. Então uma lâmpada modesta, a de 100-150 watts, torna-se suficiente para registrar o 'sorriso eterno' de Hebe Camargo. Esboço não ofuscante, mas luminoso, movente. 
Olney é um homem do contra. No mundo da violência, continua acreditando no amor. No mundo feito de 'repetições', ele teima em sublinhar a individualidade. Então, tudo é sempre diferente, não só a 'matéria-prima' - retratado, mas também o fundo, a luz, a composição. O único ingrediente constante é o fotógrafo, sempre presente dentro da imagem".
Stefania Bril
O Estado de São Paulo, 29 de dezembro de 1983.

"Uma emoção registra o espaço de uma época; esta memória faz parte de nossa história sociopolítico-cultural. Isto está explícito nas fotos da mostra Meu Copacabana Palace, de Olney Kruse, um jornalista e crítico de arte que se mantém fiel a sua sinceridade diante da vida. A agudeza de seu espírito crítico aliada a sua sensibilidade estética norteiam a série de fotos que mostram muito mais do que as imagens do conhecido hotel carioca Copacabana Palace. As imagens revelam no seu subtexto a emoção do fotógrafo".
Radha Abramo
Folha de São Paulo, Acontece, 4 de novembro de 1984.

Acervos

Aperture Inc. - Nova York (Estados Unidos)
Bibliothèque Nationale de France - Paris (França)
Galeria Fotoptica - São Paulo SP
Museu Permanente da Fotografia - São Paulo SP

Exposições Individuais

1968 - São Paulo SP - O jornalismo está na parede, na Galeria Folha de São Paulo
1969 - São Paulo SP - Individual, no Museu de Arte Brasileira

Exposições Coletivas

1966 - São Paulo SP - 5º Salão do Trabalho
1968 - São Paulo SP - 1ª Mostra de Arte Universitária, no Tuca
1968 - Santos SP - 1ª Mostra do Jornalista Artista Plástico, realizada pelo Sindicato dos Jornalistas de São Paulo - medalha de prata
1970 - São Paulo SP - Arte Objeto, no Paço das Artes
1970 - Mogi das Cruzes SP - 1ª Mogi-Arte - medalha de prata
1970 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria Rosa Filho
1970 - São Paulo SP - Surrealismo e Arte Fantástica, na Galeria Seta
1970 - São Paulo SP - 2º Salão Paulista de Arte Contemporânea, no Masp - menção honrosa
1970 - São Paulo SP - 4º Jovem Arte Contemporânea, no MAC/USP
1973 - São Paulo SP - 1ª Mostra do Kitsch, na Arte Aplicada - prêmio Comunicação do Ano da APCA
1973 - São Paulo SP - 12ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1975 - São Paulo SP - Arte e Pensamento Ecológico, no Palácio Anchieta - Câmara Municipal de São Paulo
1975 - São Paulo SP - Dez anos de Colagens, na Galeria Portal
1976 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria Fotoptica - prêmio Fotoptica
1976 - São Paulo SP - Rio Geométrica, uma Cidade além do Seu Cartão-Postal, na Galeria Azulão
1976 - São Paulo SP - Bienal Nacional 76, na Fundação Bienal - artista convidado
1977 - São Paulo SP - 9º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1977 - São Paulo SP - Fotografia Contemporânea Brasileira, na Galeria Aliança Francesa
1977 - São Paulo SP - Sete Photos de Edla: 7/7/7, no Masp
1977 - São Paulo SP - Curitiba-77, na Galeria Modular
1978 - São Paulo SP - Nada Secreto - Fotografias dos Estados Unidos, na Galeria Azulão
1978 - São Paulo SP - Arte e Pensamento Ecológico
1978 - São Paulo - Mostra-happening Mitos Vadios, em estacionamento da Rua Augusta
1978 - Cidade do México (México) - 1ª Mostra da Fotografia Latino-Americana Contemporânea
1979 - São Paulo SP - Faces (Aparentemente) Divergentes: Retrato "interior" & Comércio "exterior", na Arte Global
1979 - São Paulo SP - Veneza´79 - A Fotografia
1979 - Veneza (Itália) - Veneza´79 - A Fotografia
1980 - São Paulo SP - O Homem Brasileiro e Suas Raízes Culturais, no Masp
1981 - São Paulo SP - Movimento Foto-Aplicada/81 - Anual, na Augôsto-Augusta
1982 - São Paulo SP - Stevan, Telmo & Lina, Fotogaleria Fotoptica
1985 - São Paulo SP - 1ª Quadrienal de Fotografia, no  MAM/SP
1984 - Rio de Janeiro RJ - Mostra comemorativa com fotos do Hotel Copacabana Palace
1994 - São Paulo SP - Bandeiras: 60 artistas homenageiam os 60 anos da USP, no MAC/USP
1996 - São Paulo SP - Bandeiras, na Galeria de Arte do Sesi
1999 - São Paulo SP - 9ª Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Masp
2002 - São Paulo SP - Fotografias no Acervo do Museu de Arte Moderna de São Paulo, no  MAM/SP

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Amilcar de Castro - Sem Título
Sem Título