Escritoriodearte.com > Artistas > Nazareth Pacheco

Nazareth Pacheco

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Nazareth Pacheco (São Paulo SP 1961)

Artista visual.

Nazareth Pacheco e Silva cursou artes plásticas na Universidade Presbiteriana Mackenzie, entre 1981 e 1983. Realiza sua primeira mostra individual, no Espaço Cultural Julio Bogoricin, em São Paulo, em 1985. Inicia suas experiências com ready-mades após participar, em 1986, de workshop ministrado por Guto Lacaz (1948). Viaja para Paris em 1987, e freqüenta o ateliê de escultura da École Nationale Supérieure des Beaux-Arts [Escola Nacional Superior de Belas Artes]. Em 1989, obtém o prêmio aquisição no 11° Salão Nacional de Artes Plásticas, no Rio de Janeiro, e participa da 20ª Bienal Internacional de São Paulo. Entre 1990 e 1991, participa de workshops com Iole de Freitas (1945), Carmela Gross (1946), José Resende (1945), Amilcar de Castro (1920 - 2002), Nuno Ramos (1960) e Waltercio Caldas (1946). Defende na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo - ECA/USP a dissertação Objetos Sedutores, com orientação de Carlos Fajardo (1941) em 2002. É lançado o documentário sobre sua obra Gilete Azul, realizado pela psicanalista Miriam Schnaiderman, em 2003.

Comentário Crítico

Nazareth Pacheco, desde o início de sua trajetória, volta-se ao campo tridimensional. Suas primeiras peças são realizadas em borracha, e apresentam pinos pontiagudos do mesmo material. Para o historiador da arte Tadeu Chiarelli, elas já revelam uma carga de agressividade, por sua semelhança com objetos de tortura.

Em 1992 e 1993, a artista realiza os Objetos Aprisionados, compostos por uma série de caixas que contêm objetos e documentos de caráter autobiográfico, alguns relativos a tratamentos médicos e estéticos a que ela esteve submetida, reunindo fotos, radiografias, relatórios, frascos e chumbo. Segundo a estudiosa Elizabeth Leone, nos anos seguintes sua reflexão extrapola a questão pessoal e passa a considerar o corpo feminino como lugar de práticas médicas que visam adaptá-lo a "aprimoramentos estéticos".

No final da década de 1990, a artista começa a agregar metais, como filetes de aço, cobre e latão, aos trabalhos em borracha. Passa a confeccionar peças com objetos que não podem ser tocados, unindo miçangas ou cristais de vidro a agulhas, lâminas de bisturis ou de barbear e anzóis, criando com eles adornos e vestimentas. Inicia também as pesquisas com um novo material, o acrílico cristal, projetando objetos como bancos ou berços, aos quais agrega instrumentos cortantes ou perfurantes.

Críticas

 "A produção de Nazareth Pacheco corresponde a um processo de individualização: assimilar questões próprias, relacionadas a operações a que se submetera para efetuar correções estéticas devido a malformações congênitas. Não é difícil imaginar que, a partir dessa reflexão autobiográfica, o questionamento se tenha estendido a uma dimensão sociológica: a manipulação do corpo, do da mulher em particular, na sociedade contemporânea. (...) Ornatos para o corpo constituem, a princípio, símbolos de identidade cultural que remetem a práticas e costumes do calendário das festividades. Sendo os colares de Nazareth de uso não recomendado para a integridade do corpo, os dados biológicos de seu sujeito se impõem à interpretação. Percebe-se nesse gesto uma marca essencial para estudar a identidade artística contemporânea: a dissolução de fronteiras entre experiências interior e rituais coletivos, entre natureza e cultura.1 O trabalho de Nazareth Pacheco transcende a mera confissão ao tangenciar a análise antropológica. Sua necessidade de arquivar uma trajetória pessoal passou a incorporar um duplo sentido. Arquivar: 1. memorizar acontecimentos; 2. suspender o inquérito sobre o presente. Sabemos que os arquivos têm o poder de conservar documentos históricos, mas 'arquivar' é também retirar de circulação. Apresentados de forma museológica, unificados e 'classificados' dentro da assepsia proporcionada por pequenas caixas de acrílico, tais enfeites parecem vestígios de uma cultura distante. As vitrines exercem a função de domesticar o contato entre nosso olhar e a obra, projetando-a para uma comunidade que teria pertencido a uma história longínqua, de latitudes desconhecidas e, conseqüentemente, irracionais. Afinal, como compreender a lógica da dor dentro do adorno?"

Notas
1. "... os fundamentos éticos e estéticos, com repercussão hoje, recorrem à história recente que vai de Eva Hesse a Doris Salcedo. Nesse sentido, a recuperação da autobiografia e a abertura dos arquivos ocupam um lugar central: dos 'diários' bordados de Leonilson à obra política de Rosângela Rennó... '.

Lisette Lagnado, 'Em busca da identidade da Geração 90', in ARCO'97, boletim informativo da Feira Internacional de Arte Contemporânea, Madrid, dezembro de 1996, pp. 4-9".
Lisette Lagnado
PACHECO, Nazareth. Jóias. Texto Lisette Lagnado e outros. São Paulo: Fundação Bienal, 1998, p. 4-5.

Exposições Individuais

1985 - São Paulo SP - Individual, no Espaço Cultural Júlio Bogoricin
1988 - São Paulo SP - Individual, na AB. OHM Galeria de Arte
1989 - Belo Horizonte MG - Individual, na Itaugaleria 
1989 - Ribeirão Preto SP - Individual, na Itaugaleria 
1989 - São Paulo SP - Individual, na Itaugaleria 
1990 - Brasília DF - Individual, na Itaugaleria  
1990 - Goiânia GO - Individual, na Itaugaleria
1990 - São Paulo SP - Individual, no CCSP
1990 - Vitória ES - Individual, na Itaugaleria
1991 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Ibac
1993 - São Paulo SP - Individual, no Gabinete de Arte Raquel Arnaud
1997 - São Paulo SP - Individual, na Valu Oria Galeria de Arte
1999 - Berlim (Alemanha) - Individual, no ICBRA
1999 - Bruxelas (Bélgica) - Individual, na Maison du Brésil
2000 - Porto (Portugal) - Individual, na Galeria Canvas
2000 - Uberlândia MG - Individual, no MUnA
2002 - São Paulo SP - Individual, no Ceuma
2003 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Mercedes Veigas Escritório de Arte
2003 - São Paulo SP - Individual, no Espaço de Artes Unicid
2003 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Brito Cimino
2004 - São Carlos SP - Entre o Tato e a Visão, no Sesc/São Carlos
2005 - Belo Horizonte MG - Individual, na Galeria Murilo de Castro

Exposições Coletivas

1988 - Ribeirão Preto SP - Salão de Arte de Ribeirão Preto, na Casa da Cultura de Ribeirão Preto
1988 - São Paulo SP - 19º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1988 - São Paulo SP - 6º Salão Paulista de Arte Contemporânea 
1989 - Rio de Janeiro RJ - Salão Nacional - Funarte - prêmio aquisição
1989 - São Paulo SP - 20ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1990 - Ribeirão Preto SP - Salão de Arte de Ribeirão Preto - prêmio aquisição
1990 - São Paulo SP - Programa Anual de Exposições de Artes Plásticas, no CCSP
1991 - Curitiba PR - Salão Paranaense, no MAC/PR  
1991 - São Paulo SP - 22º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1994 - São Paulo SP - A Foto Contaminada, no CCSP
1994 - São Paulo SP - Espelhos e Sombras, no MAM/SP
1995 - Curitiba PR - O Objeto Gravado, no Museu da Gravura
1995 - Rio de Janeiro RJ - Espelhos e Sombras, no CCBB
1996 - Belo Horizonte MG - Coletiva, na Cemig Espaço Cultural Galeria de Arte
1996 - São Paulo SP - O Único, o Mesmo, o A-Fundamento, na Valu Oria Galeria de Arte
1997 - Madri (Espanha) - Arco 97
1997 - Ouro Preto MG - Experiências e Perspectivas: 12 visões contemporâneas, no Museu Casa dos Contos
1997 - Rio de Janeiro RJ - Novas Aquisições, no MAM/RJ
1997 - Salvador BA - 4º Salão MAM-Bahia, no MAM/BA
1997 - São Paulo SP - 25º Panorama de Arte Brasileira, no MAM/SP - Grande Prêmio Embratel
1997 - São Paulo SP - Intervalos, no Paço das Artes
1998 - Buenos Aires (Argentina) - Feminino/Plural, no Museo Nacional de Belas Artes
1998 - Campinas SP - A Gravura como Escultura, no Itaú Cultural
1998 - Campinas SP - Medidas de Si, no Itaú Cultural 
1998 - Madri (Espanha) - Arco 98
1998 - Maracaibo (Venezuela) - 3ª Bienal Barro de América, no Centro de Arte de Maracaibo Lía Bermúdez
1998 - São Paulo SP - 3ª Bienal Barro de América, no MuBE
1998 - Niterói RJ - Espelho da Bienal, no MAC/Niterói
1998 - Niterói RJ - 25º Panorama de Arte Brasileira, no MAC/Niterói
1998 - Penápolis SP - A Gravura como Escultura, na Galeria Itaú Cultural 
1998 - Recife PE - 25º Panorama de Arte Brasileira, no Mamam
1998 - Rio de Janeiro RJ - Anos 90, no MAM/SP
1998 - Rio de Janeiro RJ - Arte Brasileira no Acervo do MAM/SP: doações recentes 1996/1998, no CCBB
1998 - Salvador BA - 25ª Panorama de Arte Brasileira, no MAM/BA
1998 - São Paulo SP - 24ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1998 - São Paulo SP - A Gravura como Escultura, no MAM/SP
1998 - São Paulo SP - Arte de Expor Arte, no MAM/SP
1998 - São Paulo SP - Faltas, na Valu Oria Galeria de Arte
1998 - São Paulo SP - Medidas de Si, no MAM/SP
1998 - São Paulo SP - Múltiplos, na Valu Oria Galeria de Arte  
1999 - Curitiba PR - Inventário do Presente, na Galeria Casa da Imagem  
1999 - Genebra (Suíça) - Sweet and Sour, no Art & Public
1999 - Madri (Espanha) - A Vueltas con los Sentidos, na Casa da América
1999 - Paris (França) - Feira Internacional de Arte Contemporânea 
1999 - Rio de Janeiro RJ - Cotidiano/Arte: Objeto Anos 60/90, no MAM/RJ
1999 - São Paulo SP - Acima do Bem e do Mal, no Paço das Artes
1999 - São Paulo SP - Cotidiano/Arte. Objeto Anos 60/90, no Itaú Cultural  
1999 - São Paulo SP - Noturnos, no MAM/SP
1999 - São Paulo SP - 26º Panorama da Arte Brasileira, no MAM/SP
1999 - São Paulo SP - Parallèle, na Galeria Brito Cimino  
1999 - São Paulo SP - Transcendência, na Casa das Rosas
2000 - Curitiba PR - 12ª Mostra da Gravura de Curitiba
2000 - Fortaleza CE - 26º Panorama de Arte Brasileira, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura
2000 - Madri (Espanha) - Arco 00
2000 - Niterói RJ - 26º Panorama de Arte Brasileira, no MAC/Niterói 
2000 - Rouillé (França) - Messagers de la Terra, no Rur'Art Cript Poitou-Charentes
2000 - São Paulo SP - Ars Erótica: sexo e erotismo na arte brasileira, no MAM/SP
2000 - São Paulo SP - Entre a Arte e o Design: Acervo do MAM, no MAM/SP
2000 - São Paulo SP - III, na Galeria Brito Cimino
2000 - Valência (Espanha) - Mujeres de las Orillas São Paulo/Valência, no Centre Valencia de Cultura Mediterránia
2001 - Campinas SP - Deslocamentos do Eu: o auto-retrato digital e pré-digital na arte brasileira 1976-2001, no Itaú Cultural
2001 - Nova York (Estados Unidos) - The Thread Unraveled: contemporary brazilian art, no El Museo del Barrio  
2001 - Rio de Janeiro RJ - Espelho Cego: seleções de uma coleção contemporânea, no Paço Imperial
2001 - Rio de Janeiro RJ - O Espírito de Nossa Época, no MAM/RJ
2001 - São Paulo SP - Espelho Cego: seleções de uma coleção contemporânea, no MAM/SP
2001 - São Paulo SP - O Espírito de Nossa Época, no MAM/SP 
2001 - São Paulo SP - Trajetória da Luz na Arte Brasileira, no Itaú Cultural  
2001 - Washington (Estados Unidos) - Virgin Territory: women, gender, and history in contemporary brazilian art, no National Museum of Women in the Arts
2002 - Buenos Aires (Argentina) - The Thread Unraveled: contemporary brazilian art, no Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires
2002 - Niterói RJ - Diálogo, Antagonismo e Replicação na Coleção Sattamini, no MAC/Niterói
2002 - São Paulo SP - Mapa do Agora: arte brasileira recente na Coleção João Sattamini do Museu de Arte Contemporânea de Niterói, no Instituto Tomie Ohtake 
2002 - São Paulo SP - Paralela, no Galpão localizado na Avenida Matarazzo, 530
2003 - Niterói RJ - Apropriações: Curto-Circuito de Experiências Participativas, no MAC/Niterói
2003 - São Paulo SP - A Arte Atrás da Arte: onde ficam e como viajam as obras de arte, no MAM/SP
2003 - São Paulo SP - Meus Amigos, no MAM/SP
2004 - Rio de Janeiro RJ - 30 Artistas, no Mercedes Viegas Escritório de Arte
2004 - São Paulo SP - Arte Contemporânea no Acervo Municipal, no CCSP
2004 - São Paulo SP - O Preço da Sedução: do espartilho ao silicone, no Itaú Cultural
2004 - São Paulo SP - Plataforma São Paulo. 450 anos, no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo - MAC/USP
2004 - São Paulo SP - Coletiva, na Casa Triangulo
2004 - São Paulo SP - Paralela 2004
2005 - São Paulo SP - O Corpo na Arte Contemporânea Brasileira, no  Itaú Cultural
2005 - Belo Horizonte MG - Coletiva de Acervo 2005, na Galeria Murilo Castro
2005 - São Paulo SP - Dor, Forma, Beleza, na Estação Pinacoteca
2006 - São Paulo SP - Brazilian Art Show, no Pavilhão Ciccilo Matarazzo Sobrinho
2006 - São Paulo SP - Manobras Radicais , no Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB
2006 - Berlin (Alemanha) - Copa da Cultura, St. Elisabeth Kirche, na Casa da Cultura do Mundo

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Sandra Cinto - Braço
Braço
Tomie Ohtake - Sem Título
Sem Título
Alex Vallauri - Coelho Pilotando Helicóptero e Gato
Coelho Pilotando Helicóptero e Gato
Reynaldo Fonseca - Cortando o Cabelo
Cortando o Cabelo