Escritoriodearte.com > Artistas > Milton Montenegro

Milton Montenegro

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Milton Montenegro (Rio de Janeiro RJ 1954)

Fotógrafo.

Milton Montenegro Madeira começa a trabalhar como assistente de produção de filmes publicitários em 1973, antes de passar um ano em Londres, Inglaterra, como correspondente das revista Autoesporte e do Jornal de Música, em 1976. Em 1980 funda, em parceria com Márcia Ramalho, o Estúdio Camera Obscura, dedicado à fotografia publicitária. A partir de 1986, começa a empregar recursos de computação gráfica na realização de fotografias e filmes publicitários tornando-se desde então um dos mais destacados profissionais deste campo no país, tendo sido agraciado com o título de Fotógrafo do Ano pela Associação Brasileira de Propaganda em 1987. Durante todos estes anos, nunca deixa de se dedicar também à fotografia de expressão pessoal, participando de importantes eventos internacionais e tendo seus trabalhos incluídos em coleções como as do Musée Français de Photographie e da Fondazione Italiana per la Fotografia.

Críticas

"Montenegro apresenta maior diversidade temática em seus trabalhos, talvez devido a sua formação de fotógrafo publicitário. Por isso, algumas imagens chegam a surpreender o leitor como a quase 'ilustração colorida' de Luiza Brunet ou a distorção mosaica de 'crash landing' ".
Rubens Fernandes Junior
Fernandes Junior, Rubens. Fotógrafos aliam-se à computação. Folha de S. Paulo.

"Neste sentido, Montenegro está muito mais próximo do processo de construção da imagem que caracterizava a pop art. Mas, como fotógrafo, radicaliza ainda mais este processo, se atentarmos para a maneira de apresentação de suas imagens. Não apenas objetos e personalidades se equivalem, mas são sempre apresentados como entidades individuais, isoladas da mediação do ambiente, pedindo uma fruição imediata e direta que as perceba como ícones e não como realidades. (...)"
Annateresa Fabris
Fabris, Annateresa. A realidade simulada. In: Imagens por computação gráfica: Carlos Fadon Vicente, Milton Montenegro.

"Montenegro usa a imagem televisionada como momento deflagrador de um processo que, através da manipulação da computação gráfica, alcança finalmente a fotografia. As sucessivas passagens eletrônicas inscrevem-se claramente na superfície das imagens de Montenegro: as retículas estruturam uma visão em mosaico bidimensional, de contornos nítidos, de linhas secas, de ´baixa definição´; a cor-luz emana diretamente da tela-suporte, criando um halo difuso que investe diretamente tanto o objeto quanto o olho do espectador; o tempo suspende-se e dilata-se contemporaneamente, pois seus ícones dão a impressão de pertencer a uma seqüência que será logo completada. 
O simulacro em Montenegro pode ser considerado uma derivação direta deste método perceptivo. A imagem televisionada, computadorizada, fotografada deixa de ter qualquer relação com o referente natural. É um suporte auto-referencial, tautológico, que pensa a realidade como ´construção´, como ´ficção´, que antepõe a linguagem-objeto a toda possível significação. O efeito de ´semelhança´, que ainda emana de suas fotografias, é puramente exterior: Montenegro, desde o início, concebe a imagem como código social, como invenção de uma outra ´realidade´, como dimensão denotativa".
Annateresa Fabris
Fabris, Annateresa. A realidade simulada. In: Imagens por computação gráfica: Carlos Fadon Vicente, Milton Montenegro.

Acervos

Acervo Fondazione Italiana per la Fotografia - Itália
Acervo Musée Français de la Photographie - França
Coleção Pirelli/Masp de Fotografias - São Paulo SP

Exposições Individuais

1980 - Rio de Janeiro RJ - Ensaio Geral, na Galeria Luz e Sombra
1989 - São Paulo SP - Deceptio Visus, na Galeria Milan
1989 - Rio de Janeiro RJ - Deceptio Visus, no Rio Design Center
1993 - Rio de Janeiro RJ - Câmera Lenta, na Galeria da Livraria Bookmakers
1999 - Curitiba PR - Nebulae, no Museu da Fotografia Cidade de Curitiba

Exposições Coletivas

1978 - México - Primera Muestra de La Fotografía Latino-Americana Contemporánea
1978 - Nova York (Estados Unidos) - Hecho en Latino-América
1978 - Veneza (Itália) - Hecho en Latino-América
1981 - México - Fotografia Contemporânea Brasileira, no 2º Colóquio Latino-Americano de Fotografia
1981 - Rio de Janeiro RJ - 4º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ
1982 - Rio de Janeiro RJ - Exteriores, na Galeria Funarte
1986 - São Paulo SP - Ilusão, na Galeria Fotóptica
1987 - Rio de Janeiro RJ - Crash Landing, na Galeria de Fotografia da Funarte
1987 - Rio de Janeiro RJ - Imagens por Computação Gráfica, na Funarte. Galeria de Fotografia
1988 - Atlanta (Estados Unidos) - Sisgraph 88 Art Show
1988 - Nova York (Estados Unidos) - Brazil Designs, no The Art Directors Club
1990 - Holanda - Second International Symposium on Electronic Art, Groningen
1990 - Barcelona (Espanha) - Digital Image/Digital Photography, Siggrah Travelingart Show
1990 - Dallas (Estados Unidos) - Digital Image/Digital Photography, Siggrah Travelingart Show
1990 - Frankfurt (Alemanha) - Digital Image/Digital Photography, Siggrah Travelingart Show
1992 - Paris (França) - Clin-d'Oeil sur la Photographie Brésilienne, no Musée Français de la Photographie
1992 - Rio de Janeiro RJ - Coca-Cola, 50 Anos com Arte, no MAM/RJ
1992 - São Paulo SP - Coca-Cola 50 Anos com Arte, no MAM/SP
1992 - São Paulo SP - Impulsos Eletrônicos, 11º Videobrasil
1993 - Rio de Janeiro RJ - Paixão do Olhar, no MAM/RJ
1993 - São Paulo SP - Fotografia Contemporânea Brasileira, Mês Internacional da Fotografia, no Sesc Pompéia
1993 - São Paulo SP - Impulses, no Centro de Informática e Cultura I
1994 - São Paulo SP - 4ª Coleção Pirelli/Masp de Fotografia, no Masp
1995 - Pequim (China) - Papel do Brasil - Arte Contemporânea Brasileira
1995 - Turim (Itália) - 6ª Bienal Internacional de Fotografia
1996 - Curitiba PR - 1ª Bienal Internacional de Fotografia
1996 - Londres (Inglaterra) - Contemporary Photography in Brazil, na Photographers' Gallery
1996 - Rio de Janeiro RJ - LGC Arte Hoje
1998 - Rio de Janeiro RJ - A Imagem do Som de Caetano Veloso, no Paço Imperial
1998 - Rio de Janeiro RJ - O Bonequinho Viu: 60 anos 1938-1998, no CCBB
1998 - São Paulo SP - O Bonequinho Viu: 60 anos 1938-1998, no Museu da Casa Brasileira
2000 - Curitiba PR - Novas Tendências, na Casa Vermelha
2002 - São Paulo SP - Visões e Alumbramentos: fotografia contemporânea brasileira da coleção Joaquim Paiva, na Oca
2003 - Niterói RJ - Da Pele Que Quer Ser Vista ao Sentido Invisível, no Espaço Cultural - TCE

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Vicente do Rego Monteiro - Batismo de Cristo
Batismo de Cristo