Escritoriodearte.com > Artistas > Mario Cravo Neto

Mario Cravo Neto

OBRAS DO ARTISTA

Mario Cravo Neto - Tubo

Tubo

escultura em acrilico com areia monazítica
105 x 15 cm

Preço: Sob Consulta
Mario Cravo Neto - Ângela e Lukas, Torso com Penas Brancas

Ângela e Lukas, Torso com Penas Brancas

fotografia p&b
1989
100 x 100 cm
ass. verso

Preço: Sob Consulta
Mario Cravo Neto - Carlinhos Brown

Carlinhos Brown

fotografia
1996
40 x 40 cm
ass. inf. dir.

Exemplar nº 13/25.

Preço: Sob Consulta

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Mario Cravo Neto (Salvador BA 1947 - idem 2009)

Fotógrafo, escultor e desenhista.

Recebe as primeiras orientações no campo do desenho e da escultura de seu pai, Mario Cravo Júnior. Acompanhando o pai, que participa do programa Artists on Residence, patrocinado pela Ford Foundation, viaja para Berlim em 1964. Nessa cidade mantém contato com o artista italiano Emilio Vedova e com o fotógrafo Max Jakob. Em 1968, muda-se para Nova York e estuda na Arts Students League, com orientação de Jack Krueger, um dos precursores da arte conceitual na cidade. Nesse período, realiza a série de fotografias em cores On the Subway e produz suas primeiras esculturas de acrílico. Retorna ao Brasil em 1970. Sofre um acidente automobilístico em 1975, e interrompe sua atividade profissional por um ano. Posteriormente, dedica-se à fotografia de estúdio, cria instalações e realiza trabalho fotográfico com temática relacionada ao candomblé e à religiosidade católica. Publica, entre outros, os livros Ex-Votos, 1986, Salvador, 1999, Laróyè, 2000, Na Terra sob Meus Pés, 2003, e O Tigre do Dahomey - A Serpente de Whydah, 2004. Recebe o Prêmio Nacional de Fotografia da Fundação Nacional de Arte - Funarte, em 1996, o Price Waterhouse, no Panorama da Arte Brasileira do Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM/SP, em 1997; e o prêmio de melhor fotógrafo do ano da Associação Paulista dos Críticos de Arte - APCA, São Paulo, em 1980, 1995 e 2005.

Comentário Crítico

Mario Cravo Neto trabalha com maior freqüência a fotografia em preto-e-branco. Como aponta o estudioso Rubens Fernandes Júnior, suas fotografias revelam acuidade na descrição fotográfica, evocando a herança deixada pelo trabalho anterior com escultura. Em suas obras, utiliza-se de baixas luzes, enquadramento fechado e foco crítico, que dimensionando volumes e explorando as diferentes texturas, realça o objetivo primeiro de cada foto. A sensação táctil é outro aspecto interessante de seu trabalho, ressaltada pelos jogos de luz e sombra.

Sua fotografia transita pelo imaginário religioso e místico, principalmente da religiosidade católica e do candomblé. Para Fernandes Júnior, há uma relação direta entre o trabalho de Cravo Neto e o do fotógrafo e etnógrafo Pierre Verger, principalmente ao abordar a possessão espiritual do corpo. Para compor a série Ex-Voto, o fotógrafo utiliza esculturas votivas em madeira talhada, atualmente reunidas na Fundação Gregório de Mattos, em Salvador. As fotografias da série revelam uma grande sensibilidade no uso da luz, de forma a valorizar os planos, entalhes e relevos das peças.

Enfoca freqüentemente fragmentos do corpo humano em seus trabalhos e, por vezes, os associa a objetos, como bolas ou pedras, ou a animais, o que confere à imagem um ar de estranhamento e, por vezes, um caráter ritualístico. Sua obra, como ressalta o crítico Casimiro Xavier de Mendonça, não é narrativa, nem documental, nem antropológica. É o suporte para um investimento visual que procura acentuar a relação do homem com o desconhecido com base no estabelecimento de relações inesperadas, sobretudo na oposição entre objetos e corpos.

Críticas

"Mesmo que Mario Cravo Neto use a figura centrada com um fundo infinito, mesmo que ele tenha trabalhado com ângulos insólitos do corpo humano - o que também foi feito por outros artistas - sua marca conseguiu ser inconfundível e individual. Em primeiro lugar, há um respeito pelo ser humano que ganha um espaço sagrado e não é visto apenas como objeto de sedução. Ele faz também a recuperação de uma memória coletiva, quando dá a pessoas simples e cotidianas a dignidade perdida e o prazer da auto-representação. E mesmo em fotos de tipos humanos que registrou em Salvador, o que poderia ficar marcado pelo exotismo tropical, acaba merecendo atenção mais cuidadosa pela severidade com que escolhe imagens e pela maneira de dosar luz e sombra. (...)"
Casimiro Xavier de Mendonça
CRAVO NETO, Mário. Mário Cravo Neto. Salvador: Ada Galeria de Arte, 1991. p. 36.

"Cada imagem, produzida cuidadosa e conscientemente, advém de um jogo complexo que se desenvolve entre a mímesis do corpo que experimenta e representa, com a herança explícita das vivências culturais. Mario Cravo Neto prefere realizar seus retratos segundo um conceito estético assumido, onde o fundamental é a tensão e a inquietação, percebidas nos paradigmas constitutivos da sua fotografia. Ele acredita que todo trabalho criativo tem um fundo místico, ou seja, uma relação do homem com o desconhecido, com o imponderável, com o imprevisível. As fotografias mostram a diversidade do artista que se definiu diante de uma multiplicidade de influências. A experiência do tempo pode ser demonstrada numa variedade de caminhos: ora é o fotógrafo formalista em busca da organicidade, ora é o fotógrafo que registra uma figuração diretamente retirada do imaginário religioso, ora é o fotógrafo memorialista que tenta preservar o senso da revelação mística através das alegorias dos rituais. (...)"
Rubens Fernandes Junior
FERNANDES JUNIOR, Rubens. A fotografia de Mario Cravo Neto é a força pura. In: CRAVO NETO, MARIO. Mário Cravo Neto. Salvador: Aries, 1995. p. 5.

Acervos

Museet for Fotokunst - Odense (Dinamarca)
Museum of Fine Arts, The Allan Chasanoff Photographic Collection - Houston (Estados Unidos)
Museum of Photographic Arts - San Diego (Estados Unidos)
Princeton Art Museum - Princeton (Estados Unidos)
Masp - São Paulo SP
Stedelijk Museum - Amsterdã (Holanda)
Suomen Valokuvataiteen Museo - Helsinki (Finlândia)
Museum of Modern Art - Nova York (Estados Unidos)
Hasselblad Collection - Gotemburgo (Suécia)
Brooklyn Museum - Nova York (Estados Unidos)
Tokyo Institute of Polytechnics, Center of Photography - Tóquio (Japão)
DG Bank - Frankfurt (Alemanha)
Patricia Philips de Cisneros Collection - Caracas (Venezuela)
MAC/USP - São Paulo SP
MAM/RJ - Rio de Janeiro RJ
MAM/BA - Salvador BA
Museum voor Fotografie - Antuérpia (Bélgica)
MAM/SP - São Paulo SP

Exposições Individuais

1965 - Salvador BA - Individual, na Galeria Convivium
1971 - Salvador BA - Individual, no MAM/BA
1971 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Documenta
1972 - Paris (França) - Individual, no L'Espace Pierre Cardin
1972 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Grupo B
1972 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Documenta
1973 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Documenta
1974 - São Paulo SP - Individual, em A Galeria
1976 - Munique (Alemanha) - Individual, na Modern Art Galerie
1977 - São Paulo SP - Individual, na Múltipla Galeria de Arte
1980 - Milão (Itália) - Individual, na Galleria II Diafragma/Canon
1980 - São Paulo - Individual, na Foto Galeria
1981 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Monica Filgueiras
1981 - São Paulo SP - O Fundo Neutro e Meus Personagens, na Galeria Fotoptica
1981 - Turim (Itália) - Individual, na Galleria La Parisina
1982 - Washington (Estados Unidos) - Individual, no Brazilian American Cultural Institute
1983 - Brasília DF - Individual, na ECT Galeria de Arte
1983 - Estoril (Portugal) - Individual, no Casino Estoril
1983 - Milão (Itália) - Individual, na Galleria II Diafragma/Canon
1983 - São Paulo SP - Individual, na Arco Arte Contemporânea
1983 - São Paulo SP - Individual, no Masp
1984 - Chiasso (Suíça) - Individual, na Galerie Fotografia Oltre
1984 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no MAM/RJ
1985 - Milão (Itália) - IF, na Immagine Fotografica
1985 - Seattle (Estados Unidos) - Individual, na Yuen Lui Gallery
1986 - São Paulo SP - Individual, na Arco Arte Contemporânea
1987 - Copenhague (Dinamarca) - Individual, na Billedhusets Galleri
1987 - San Francisco (Estados Unidos) - Individual, na Vision Gallery
1988 - Amsterdã (Holanda) - Het Portret, no Canon Image Center
1988 - Helsinque (Finlândia) - Individual, no Suomen Valokuvataiteen Museo
1988 - Veneza (Itália) - Individual, no Pallazo Fortuny
1989 - Coronel (México) - Individual, na La Galeria Kahlo
1989 - Salvador BA - Individual, na Galeria O Cavalete
1989 - São Paulo SP - Individual, na Arco Arte Contemporânea
1990 - Amsterdã (Holanda) - Individual, no Canon Image Center
1990 - Berlim (Alemanha) - Individual, na Galerie Springer
1991 - Buenos Aires (Argentina) - Individual, na Galeria del Teatro General San Martín
1991 - Nova York (Estados Unidos) - 13 Photographers, na Wikin Gallery
1991 - Salvador BA - Individual, na Ada Galeria
1992 - Houston (Estados Unidos) - Individual, no Houston FotoFest
1992 - Lisboa (Portugal) - Individual, na Galeria Módulo
1992 - Los Angeles (Estados Unidos) - Individual, na Fahley/Klein Gallery
1993 - Los Angeles (Estados Unidos) - Individual, na Fisher Gallery
1993 - San Francisco (Estados Unidos) - Individual, na Vision Gallery
1993 - Washington (Estados Unidos) - Individual, na Kathleen Ewing Gallery
1994 - Costa Mesa (Estados Unidos) - Individual, na Susan Spiritus Gallery
1994 - Frankfurt (Alemanha) - Individual, na Frankfurter Kunstverein
1994 - Madri (Espanha) - Canto a la Realidad, na Casa de América
1994 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, na The Witkin Gallery
1994 - San Diego (Estados Unidos) - Individual, no Museum of Photographic Art
1995 - Chicago (Estados Unidos) - Individual, na Catherine Edelman Gallery
1995 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no MAM/RJ
1995 - São Paulo SP - Individual, no Masp
1995 - Stein (Áustria) - Individual, Kunstverein Steyr
1996 - Boräs (Suécia) - Individual, na Boräs Kunstmuseet
1996 - Braunschweig (Alemanha) - Individual, no Museum für Photographie
1996 - Curitiba PR - Individual, no Solar do Barão
1996 - Uddevalla (Suécia) - Individual, na Bohusläns Museum
1997 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, The Witkin Gallery
1997 - Oldenburg (Alemanha) - Individual, Oldenburger Kunstverein
1997 - Scottsdale (Estados Unidos) - Individual, na Bentley Gallery
1998 - Buenos Aires (Argentina) - Individual, no Centro Cultural Recoleta
1998 - Los Angeles (Estados Unidos) - Individual, na Fahey/Klein Gallery
1998 - Madri (Espanha) - Individual, no Photo España 98
1998 - Paris (França) - Individual, na Galerie Esther Woerdehoff
1998 - Salvador BA - Individual, na Galeria Pierre Verger
1999 - Barcelona (Espanha) - Individual, na Galeria S-292
1999 - Houston (Estados Unidos) - Individual, na Sicardi Sanders Gallery
1999 - Salamanca (Espanha) - Individual, no Centro de Fotografia da Universidad de Salamanca
1999 - São Paulo SP - Individual, no Espaço Neogama
1999 - Valência (Espanha) - Individual, na Galeria Visor
2000 - Cartagena (Espanha) - Individual, no Palacio de Aguirre
2000 - Hillerød (Dinamarca) - Individual, no Nationalhistoriske Museum på Frederiksborg
2000 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, na Yancey Richardson Gallery
2000 - Salvador BA - Individual, no MAM/BA
2000 - São Paulo SP - Individual, na Pinacoteca do Estado
2000 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Múltipla de Arte 
2001 - Madri (Espanha) - Individual, na Galeria Buades
2002 - Brasília DF - Individual, no Espaço Cultural Contemporâneo Venâncio 
2002 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Millan - Rua Fradique Coutinho 
2003 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Centro Cultural Correios 
2003 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Centro Cultural Banco do Brasil 
2004 - Salvador BA - Individual, na Paulo Darzé Galeria de Arte 
2005 - Salvador BA - O Tigre do Dahomey_A serpente de Whydah, na Paulo Darzé Galeria de Arte
2006 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Arte 21 Galeria 
2007 - Porto Alegre RS - Individual, na Bolsa de Arte de Porto Alegre 
2008 - Salvador BA - A Flecha em Repouso, na Paulo Darzé Galeria de Arte

Exposições Coletivas

1966 - Salvador BA - 1ª Bienal Nacional de Artes Plásticas
1970 - Washington (Estados Unidos) - Fourteen Latin American Painters, no Andres Bello Auditorium
1971 - Campinas SP - 7º Salão de Arte Contemporânea de Campinas
1971 - São Paulo SP - 11ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal - Prêmio Governador do Estado
1971 - São Paulo SP - 5ª Exposição Jovem Arte Contemporânea, no MAC/USP
1972 - Buenos Aires (Argentina) - Art Systems in Latin America, no Centro de Arte y Comunicación
1972 - Ferrara (Itália) - Art Systems in Latin America, na Galleria Civica D'Arte Moderna
1972 - Londres (Inglaterra) - Art Systems in Latin America, no Institute of Contemporary Art
1972 - Paris (França) - Art Systems in Latin America, no L'Espace Pierre Cardin
1972 - São Paulo SP - Arte/Brasil/Hoje: 50 anos depois, na Galeria Collectio
1972 - São Paulo SP - Mostra de Arte Sesquicentenário da Independência e Brasil Plástica - 72, na Fundação Bienal
1972 - São Paulo SP - Múltiplos Brasileiros, na Galeria Múltipla de Arte
1972 - São Paulo SP - 4º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1973 - São Paulo SP - 12ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1973 - São Paulo SP - Expo-Projeção 73, no Espaço Grife
1975 - Salvador BA - Feira da Bahia
1975 - São Paulo SP - 7º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1976 - Rio de Janeiro RJ - Arte Agora I, no MAM/RJ
1976 - São Paulo SP - Bienal Nacional 76, na Fundação Bienal
1977 - São Paulo SP - 14ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1978 - Cidade do México (México) - Subterranean Art, Architecture and Objects, na Galeria Huan Martin e no Museo Carrillo Gil
1978 - São Paulo SP - 10º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1978 - São Paulo SP - 1º Mostra do Móvel e do Objeto Inusitado, no Paço das Artes
1979 - São Paulo SP - Mario Cravo Neto e Pierre Verger, no Masp
1979 - Salvador BA - Mario Cravo Neto e Pierre Verger, no Maba
1979 - São Paulo SP - 15ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1980 - Milão (Itália) - Salone Internazionale della Cinematografia, Ottica e Fotografia
1981 - Berlim (Alemanha) e Zurique (Suíça) - Fotografie Lateinamerika, no Akademie der Künste e no Kunsthaus Zürich
1981 - São Paulo SP - 13º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1982 - Caserta (Itália) - Biennale Internazionale di Fotografia
1982 - Londres (Inglaterra) - Brazilian Photography, Six Contemporaries, na The Photographer's Gallery
1982 - Paris (França) - Brésil des Brésiliens, com Stefania Bril, no Centre Georges Pompidou
1983 - Rio de Janeiro RJ - O Tempo do Olhar - Panorama da Fotografia Brasileira Atual, no MNBA
1983 - São Paulo SP - 17ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1983 - São Paulo SP - O Tempo do Olhar - Panorama da Fotografia Brasileira Atual, no Masp
1984 - Gênova (Itália) - Fotoamerica/84, Objettivi sull'America Latina
1984 - Paris (França) - Corpo e Alma, Espace Latino-Américain, Mois de la Photo
1984 - São Paulo SP - Tradição e Ruptura: síntese de arte e cultura brasileiras, na Fundação Bienal
1985 - Madri (Espanha) - 50 Years of Color, no Circulo de Bellas Artes
1985 - Rio de Janeiro RJ - 8º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ
1985 - Rio de Janeiro RJ - A Arte e Seus Materiais: Atitudes Contemporâneas, na Funarte. Galeria Sérgio Millet
1985 - São Paulo SP - 16º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1985 - São Paulo SP - 1ª Quadrienal de Fotografia, no MAM/SP
1986 - Brasília DF - Baianos em Brasília, na Casa da Manchete
1986 - Portovenere (Itália) - Object Man
1987 - São Paulo SP - A Trama do Gosto: um outro olhar sobre o cotidiano, na Fundação Bienal
1988 - Amsterdã (Holanda) - Het Portret, no Canon Image Center
1988 - Fribourg (Suíça) - Triennalle Internationale de la Photographie - Mois de la Photo: Splendeurs et Misères du Corps, no Musée d'Art et d'Histoire de Fribourg
1988 - Havana (Cuba) - 2ª Bienal de Havana
1988 - Long Island (Estados Unidos) - Brazil Projects, no The Institute for Art and Urban Resources
1988 - Nova York (Estados Unidos) - Brazil Projects
1988 - Paris (França) - Triennalle Internationale de la Photographie - Mois de la Photo: Splendeurs et Misères du Corps, no Musée d'Art Moderne de la Ville de Paris
1989 - Antuérpia (Bélgica) - Réalités Magiques, Photographie Latino-Américaine Contemporaine, no Museum voor Fotografie
1990 - Roterdã (Holanda) - 2º Fotografie Biennale Rotterdam: Op Position
1990 - Viena (Áustria) - Von der Natur in der Kunst, no Messepalast
1991 - Arles (França) - Rencontres Internationales de la Photographie
1991 - Nova York (Estados Unidos) - 13 Photographers, na The Witkin Gallery
1991 - São Paulo SP - 1ª Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Masp
1992 - Bogotá (Colômbia) - Arte América, na Biblioteca Luis Angel
1992 - Cali (Colômbia) - Encuentro de los Mundos, no Museu de Arte de Tertúlia
1992 - Curitiba PR - 10ª Mostra da Gravura Cidade de Curitiba/Mostra América, no Museu da Gravura
1992 - Rio de Janeiro RJ - Arte Amazonas, no MAM/RJ
1992 - Vigo (Espanha) - América Latina, 5ª FotoBienal de Vigo
1992 - Zurique (Suíça) - Brasilien: entdeckung und selbstentdeckung, no Kunsthaus Zürich
1993 - Los Angeles (Estados Unidos) - Body to Earth, na Fischer Gallery
1994 - Belém PA - 13º Salão Arte Pará, na Fundação Romulo Maiorana
1994 - Brasília DF - Revendo Brasília, na Teatro Nacional. Galeria Athos Bulcão
1994 - Caracas (Venezuela) - Romper los Margenes, Encuentro de Fotografía Latino-Americano, no Museo de Artes Visuales Alexandro Otero
1994 - Curitiba PR - Revendo Brasília, no Museu Metropolitano de Arte
1994 - Houston (Estados Unidos) - The Eyes Have It, no The Museum of Fine Arts
1994 - Londres (Inglaterra) - A hidden view: images of Bahia, Brazil, na Concourse Gallery
1994 - Madri (Espanha) - Canto a la Realidad, na Casa de América
1994 - Rio de Janeiro RJ - Revendo Brasília, no Palácio Gustavo Capanema
1994 - San Francisco (Estados Unidos) - Contemporary Brazilian Photography: a selection of photographs from the collection of Joaquim Paiva, no Center for the Arts Yerba Buena Gardens
1994 - São Paulo SP - Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal
1994 - São Paulo SP - 4ª Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Masp
1994 - São Paulo SP - Revendo Brasília, no MIS/SP
1995 - Lausanne (Suíça) - Rio: mistérios e fronteiras, no Musée de Pully
1995 - Rio de Janeiro RJ - Fotografia Brasileira Contemporânea, no CCBB
1996 - Bogotá (Colômbia) - Imagenes de Brasil. Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, na Casa do Brasil
1996 - Buenos Aires (Argentina) - Imagenes de Brasil. Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Museo Nacional de Bellas Artes
1996 - Caracas (Venezuela) - Imagenes de Brasil. Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Museo de Arte Contemporáneo de Caracas Sofía Imber
1996 - Rio de Janeiro RJ - Rio: mistérios e fronteiras, no MAM/RJ
1996 - Suécia e Áustria - Coletivas, no Boras Kunstmuseet e no Bohusläns Museum
1997 - Berlim (Alemanha) - Die Anderen Modernen, Haus der Kulturen der Welt
1997 - Nova York (Estados Unidos) - Hope Photographs, no National Arts Club
1997 - São Paulo SP - 25º Panorama de Arte Brasileira, no MAM/SP
1997 - São Paulo SP - Intervalos, no Paço das Artes
1997 - São Paulo SP - 3ª United Artists: luz, na Casa das Rosas
1998 - Houston (Estados Unidos) - Contemporary Brazilian Photography from The Joaquin Paiva Collection, Pan American Cultural Exchange
1998 - Houston (Estados Unidos) - Years Ending in Nine, no The Museum of Fine Arts
1998 - Innsbruck (Áustria) - The Bird of Self-Knowledge, no Tiroler Volkskunstmuseum Innsbruck
1998 - Niterói RJ - 25º Panorama de Arte Brasileira, no MAC/Niterói
1998 - Nova York (Estados Unidos) - Male, Wessel + O'Connor Gallery
1998 - Nova York (Estados Unidos) - Sur la Tête, na The Witkin Gallery
1998 - Recife PE - 25º Panorama de Arte Brasileira, no Mamam
1998 - Rio de Janeiro RJ - A Imagem do Som de Caetano Veloso, no Paço Imperial
1998 - Rio de Janeiro RJ - Arte Brasileira no Acervo do Museu de Arte Moderna de São Paulo: doações recentes 1996 - 1998, no CCBB
1998 - Salvador BA - 25º Panorama de Arte Brasileira, no MAM/BA
1998 - São Paulo SP - Cohntemporânea, na Galeria Thomas Cohn
1998 - São Paulo SP - Múltiplos, na Valu Oria Galeria de Arte
1998 - Tóquio (Japão) - The Promise of Photography: the DG Bank Collection, no Hara Museum of Contemporary Art
1999 - Hannover (Alemanha) - The Promise of Photography: the DG Bank Collection, no Kestner-Gesellschaft
1999 - Paris (França) - The Promise of Photography: the DG Bank Collection, no Centre National de la Photographie
1999 - Rio de Janeiro RJ - A Imagem do Som de Chico Buarque, no Paço Imperial
1999 - São Paulo SP - Fotógrafos e Fotoartistas na Coleção do MAM/SP, no Espaço Porto Seguro de Fotografia
1999 - São Paulo SP - Fotógrafos e Fotoartistas na Coleção do Museu de Arte Moderna de São Paulo: fotografia contemporânea brasileira, no Espaço Porto Seguro de Fotografia
1999 - São Paulo SP - Photo99@thomascohn.br, na Galeria Thomas Cohn
1999 - Wolfsburg (Alemanha) - Brasilianische Fotografie 1946 bis 1998, no Kunstmuseum Wolfsburg
2000 - Berlim (Alemanha) - The Promise of Photography: the DG Bank Collection, na Akademie der Künste
2000 - Curitiba PR - 12ª Mostra da Gravura de Curitiba. Marcas do Corpo, Dobras da Alma
2000 - La Paz (Bolívia) - Fotografia Brasileña Contemporánea, no Museo Nacional de Arte
2000 - Lion (França) - 5ème Biennale de Lyon: partage d'exotismes
2000 - Rio de Janeiro RJ - Brasilidades, no Centro Cultural Light
2000 - Rio de Janeiro RJ - Situações: arte brasileira anos 70, na Fundação Casa França-Brasil
2000 - Salvador BA - A Quietude da Terra: vida cotidiana, arte contemporânea e projeto axé, no MAM/BA
2000 - São Paulo SP - Ars Erótica: sexo e erotismo na arte brasileira, no MAM/SP
2000 - São Paulo SP - Brasil + 500 Mostra do Redescobrimento, na Fundação Bienal
2000 - São Paulo SP - Diálogo: arte contemporânea Brasil/Equador, na Galeria Marta Traba, no Memorial da América Latina
2001 - Frankfurt (Alemanha) - The Promise of Photography: the DG Bank Collection, no Kunsthalle
2001 - São Paulo SP - Museu de Arte Brasileira: 40 anos, no MAB/Faap
2001 - São Paulo SP - Trajetória da Luz na Arte Brasileira, no Itaú Cultural
2002 - Brasília DF - Fragmentos a Seu Ímã, no Espaço Cultural Contemporâneo Venâncio
2002 - Rio de Janeiro RJ - Andar com Fé..., na Galeria Sesc Copacabana
2002 - Rio de Janeiro RJ - Artefoto, no CCBB
2002 - São Paulo SP - Fotografias no Acervo do Museu de Arte Moderna de São Paulo, no MAM/SP
2002 - São Paulo SP - Os Gêneros da Arte: a natureza-morta na arte contemporânea, no MAM/SP
2002 - São Paulo SP - Visões e Alumbramentos: fotografia contemporânea brasileira da coleção Joaquim Paiva, na Oca
2003 - Barcelona (Espanha) - Mapas abiertos. Fotografía Latinoamericana 1991-2002, no Palau de la Virreina
2003 - Brasília DF - Artefoto, no CCBB
2003 - Madri (Espanha) - Mapas abiertos. Fotografía Latinoamericana 1991-2002, na Fundación Telefónica
2003 - São Paulo SP - MAC USP 40 Anos: interfaces contemporâneas, no MAC/USP
2003 - São Paulo SP - Natureza Morta, no Espaço Cultural BM&F
2003 - São Paulo SP - Negras Memórias, Memórias de Negros: o imaginário luso-afro-brasileiro e a herança da escravidão, na Galeria de Arte do Sesi
2003 - São Paulo SP - Tomie Ohtake na Trama Espiritual da Arte Brasileira, no Instituto Tomie Ohtake
2004 - Rio de Janeiro RJ - Tomie Ohtake na Trama Espiritual da Arte Brasileira, no MNBA
2004 - São Paulo SP - O Preço da Sedução: do espartilho ao silicone, no Itaú Cultural

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Ivald Granato - Divisão de Pistoletto
Divisão de Pistoletto
Taisa Nasser - Hiranya Garbha 1
Hiranya Garbha 1
Burle Marx - Sem Título
Sem Título