Escritoriodearte.com > Artistas > Maria Beralda Altenfelder Santos

Maria Beralda Altenfelder Santos

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Maria Beralda Altenfelder Santos (São Paulo SP 1961)

Pintora, gravadora, desenhista.

Em 1976, ingressa no curso básico de desenho na Escola Panamericana de Arte, e cinco anos mais tarde inicia curso de programação gráfica no Escritório Brasileiro de Arte - Ebart, no qual, entre 1982 e 1983, estuda desenho e criatividade com Zélio e Ziraldo. Nesse período, estuda história da arte no curso livre do arquiteto Herbert Duschenes, tem aulas de desenho e pintura nas oficinas de técnicas mistas do Sesc Pompéia e cursa desenho de observação com Carlos Fajardo. Participa como ouvinte de diversos cursos na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo - ECA/USP, como o de teoria da cor com Carmela Gross, serigrafia com Regina Silveira, e xilogravura e gravura em metal com Evandro Carlos Jardim, além de um curso de estética com Celso Favaretto, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP. Continuando sua formação, Beralda Altenfelder gradua-se, em 1983, em publicidade e propaganda pela Fundação Armando Álvares Penteado - Faap, e no ano seguinte participa do curso para professores de educação artística, ministrado por Paulo Portella na Pinacoteca do Estado de São Paulo - Pesp. No biênio 1985-1986, estuda técnicas e materiais com Ubirajara Ribeiro, natureza e uso dos materiais com Júlio Eduardo C. Dias de Moraes e introdução à história da arte no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo - MAC/USP. Muda-se para Berlim em 1994, onde reside até 1997, quando retorna a São Paulo.

Comentário crítico

Em suas pinturas, Beralda Altenfelder cria um universo próprio formado por monstros e criaturas fantásticas. Suas telas são povoadas por seres quase humanos, máscaras, caretas e fusões de animais (cavalo com cabeça de galinha, lagarto com orelhas de gato). Dessa maneira, a artista invoca, por exemplo, os imaginários de Oswaldo Goeldi e, com mais força, os de Marcelo Grassmann. Tais criaturas, muitas vezes compostas de formas simplificadas e traços esquemáticos, com frequência remetem ao imaginário e ao desenho infantil. O universo da infância se faz notar tanto nos temas quanto nos títulos, como em A Cegonha e O Circo, pinturas de 1987. A artista se vale de pinceladas soltas e amplas, que sublinham o aspecto bizarro das figuras, e o clima feérico é reforçado pela elaboração de uma luminosidade que inspira o insólito, que cria uma atmosfera fria e noturna, própria dos temores infantis na hora de dormir, inspirados pelas histórias de fantasmas e superstições. Ao optar por uma pintura sem modelado e sem perspectiva, Beralda Altenfelder cria para suas figuras um habitat pictórico pouco profundo, uma vez que o próprio fundo da pintura se aproxima da superfície, na qual essas criaturas noturnas aparecem como que coladas ao plano e, por isso mesmo, mais próximas do espectador.

Críticas 

"Beralda, a exemplo de outros artistas que a precederam, empreenderá um mergulho exacerbado em seu interior à procura de um universo formal individualizado, que num primeiro momento se materializará em seus retratos (na verdade auto-retratos) (...) de forte teor expressionista. Esses retratos serão a vitória inicial de Beralda em relação à sua formação primeira, da qual só iria reter o domínio sobre a composição e um certo nervosismo matérico. No mais, a artista estará a léguas de seus primeiros trabalhos, engendrando uma galeria de tipos horripilantes estruturados por um arcabouço gráfico/pictórico violento que interceptam com eficácia o olhar do espectador. Nesse momento a artista trabalha a imagem como um imenso ´close-up´ de impossível enquadratura nos limites do suporte, ou então processando um alargamento do rosto retratado - ambos os artifícios contribuindo para aumentar a sensação de estranhamento do espectador frente a essas imagens que o observam expressando as mais diversas paixões. Aos poucos, porém, as figuras retratadas vão sofrendo um processo de acomodação dentro do espaço, possibilitando o surgimento de outras figuras, que caminham no sentido de montar um repertório de seres demoníacos que passam - a partir de meados de 86 - a integrar o universo visionário da artista".
Tadeu Chiarelli
BERALDA Altenfelder: obras recentes. Apresentação de Tadeu Chiarelli. São Paulo: Paço das Artes, 1987.

Depoimentos 

"O animal, ponto de partida para as séries 'esqueleto/ossatura' e 'rinoceronte', apresenta-se na natureza em situações distintas, contrárias e complementares. Dualidades como interior e exterior, repouso e movimento, linha e massa, vazio e cheio, leve e pesado levam-me a considerações sobre a linha e a cor enquanto elementos construtivos da imagem.

Na série 'esqueleto/ossatura' meu interesse central é a transformação do caráter linear desta estrutura em linguagem de pintura. A linha cria uma forma mais ou menos definida, transitória. Da relação entre cor e linha surge um espaço imaginário de planos que se intercruzam.

A gravura da série 'rinoceronte' é meio de reflexão para a pintura e para o desenho. Através da ponta-seca e da água-forte resulta outra qualidade linear, perceptível nos vários estados da chapa.

Ora é a linha e suas variações sobre uma mesma chapa, o elemento diferenciador; ora é a imagem diferenciada pela cor, enquanto a estruturação linear é mantida.

Deixar visível as etapas de desenvolvimento significa mantê-las transparentes, camada de finas veladuras que constroem a imagem. Cada desenho é ao mesmo tempo uma unidade e componente de um todo, uma seqüência de pensamentos, um processo".
Beralda Altenfelder
ALTENFELDER, Beralda. "Trabalhos gráfico pictóricos: reflexão sobre as linguagens do desenho, da pintura e da gravura". In: PAÇO DAS ARTES. Temporada de Projetos - Beralda Altenfelder, Ana Amélia Genioli, Silvia Mecozzi : catálogo. São Paulo, 1997.

Exposições Individuais

1986 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Sesc Paulista
1987 - Curitiba PR - Individual, no Centro de Artes Guido Viaro
1987 - Ribeirão Preto SP - Individual, na Galeria Promoções de Artes Plásticas
1987 - São Paulo SP - Individual, no Ateliê Beralda Altenfelder, Monica Barth Pereira, Newman Schutze
1987 - São Paulo SP - Beralda Altenfelder: obras recentes, no Paço das Artes
1988 - Belo Horizonte MG - Individual, na Itaugaleria
1988 - Campinas SP - Individual, na Reitoria da Unicamp
1988 - Curitiba PR - Beralda Altenfelder: obras recentes, no Teatro Guaíra
1988 - Curitiba PR - Individual, no MAC/PR
1989 - Brasília DF - Individual, na Itaugaleria
1990 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Millan
1991 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Ibac
1991 - São José dos Campos - Individual, na Galeria Arte & Uso
1996 - Belim (Alemanha) - Individual, no Radierwerkstatt der Hochschule der Künste
1997 - São Paulo SP - Individual, no Paço das Artes
1999 - Berlim (Alemanha) - Individual, na Galerie Nord

Exposições Coletivas

1983 - Piracicaba SP - 16º Salão de Arte Contemporânea - prêmio aquisição
1983 - Santos SP - 11º Salão de Arte Jovem
1984 - Berlim (Alemanha) - Freie Berliner Kunstausstellung
1984 - Piracicaba SP - 16º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba - prêmio aquisição
1984 - Santo André SP - 12º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal - prêmio aquisição
1985 - Belo Horizonte MG - 17º Salão Nacional de Arte Contemporânea de Belo Horizonte, no MAP
1985 - Goiânia GO - 2º Salão Nacional de Artes Plásticas de Goiânia
1985 - Piracicaba SP - 17º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba - prêmio aquisição
1985 - Presidente Prudente SP - 7º Salão de Artes Plásticas de Presidente Prudente
1985 - Recife PE - 38º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco, no Museu do Estado de Pernambuco - prêmio aquisição
1985 - Ribeirão Preto SP - 10º Salão de Arte de Ribeirão Preto, na Casa da Cultura - prêmio aquisição
1985 - Santo André SP - 13º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1986 - Belo Horizonte MG - 18º Salão Nacional de Arte, no MAP - prêmio aquisição
1986 - Curitiba PR - 43º Salão Paranaense, no Museu de Arte Contemporânea
1986 - Curitiba PR - 7ª Mostra do Desenho Brasileiro, no MAC/PR
1986 - Embu SP - 22º Salão de Artes Plásticas de Embu
1986 - Piracicaba SP - 18º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba - menção honrosa
1986 - Porto Alegre RS - Caminhos do Desenho Brasileiro, no Margs
1986 - Presidente Prudente SP - 8º Salão de Artes Plásticas de Presidente Prudente - menção especial
1986 - Presidente Prudente SP - 1ª Bienal Artoeste, no Palácio da Cultura Dr. Pedro Furquim
1986 - Recife PE - 39º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco
1986 - Ribeirão Preto SP - 11º Salão de Arte de Ribeirão Preto
1986 - Ribeirão Preto SP - Novos Artistas, na Casa da Cultura
1986 - Rio de Janeiro RJ - 9º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ - prêmio aquisição
1986 - Santo André SP - 14º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1986 - São Paulo SP - 4º Salão Paulista de Arte Contemporânea, na Fundação Bienal
1987 - Belém PA - 6º Salão Arte Pará
1987 - Belo Horizonte MG - 19º Salão Nacional de Arte Contemporânea de Belo Horizonte, no MAP - prêmio aquisição
1987 - Curitiba PR - 44º Salão Paranaense, no MAC/PR
1987 - Piracicaba SP - 19º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba
1987 - São Paulo SP - 5º Salão Paulista de Arte Contemporânea, na Pinacoteca do Estado
1988 - Americana SP - 4º Salão de Arte Contemporânea de Americana, no MAC/Americana
1988 - Curitiba PR - 45º Salão Paranaense, no MAC/PR
1988 - Olinda PE - 41º Salão de Arte Contemporânea de Pernambuco, no Centro de Convenções de Pernambuco
1988 - Ribeirão Preto SP - 13º Salão de Arte de Ribeirão Preto, na Casa da Cultura
1988 - Santo André SP - 16º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1988 - São Paulo SP - 6º Salão Paulista de Arte Contemporânea
1989 - Ribeirão Preto SP - 14º Salão de Arte de Ribeirão Preto, na Casa de Cultura - Grande Prêmio Cidade de Ribeirão Preto em desenho
1989 - São Paulo SP - 20ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1989 - São Paulo SP - 7º Salão Paulista de Arte Contemporânea, na Fundação Bienal - prêmio aquisição
1989 - São Paulo SP - Prêmio Canson de Arte Contemporânea com Papel, no MAM/SP
1990 - Belo Horizonte MG - Coletiva, na Galeria Gesto Gráfico
1990 - Campinas SP - Trabalhos sobre Papel, no MACC
1990 - Rio de Janeiro RJ - Projeto Macunaíma, na Funarte
1990 - São Paulo SP - A Presença do Desenho, no Paço das Artes
1991 - Brasília DF - Prêmio Brasília de Artes Plásticas1991/12º Salão Nacional de Artes Plásticas, no Museu de Arte de Brasília - prêmio aquisição
1991 - Curitiba PR - 48º Salão Paranaense, no MAC/PR
1991 - Rio de Janeiro RJ - Coletiva, no Ibac
1992 - Curitiba PR - Trabalhos sobre Papel, no MAC/PR
1992 - Porto Alegre RS - Três Procedimentos sobre Papel, no Margs
1992 - Rio de Janeiro RJ - Prêmio Brasília de Artes Plásticas 1991/12º Salão Nacional de Artes Plásticas, na Funarte
1993 - Rio de Janeiro RJ - Piracema, na Funarte
1995 - Londres (Inglaterra) - New Brazilian Art, na The October Gallery
1996 - Rostock (Alemanha) - Seinsichten aus Welten, na Portcenter-Kunstmeile
1997 - Berlim (Alemanha) - Intersecções, na Kunstlerwerkstatt Bahnhof Westend
1997 - Berlim (Alemanha) - Klasse Stöhrer, na Hochschule der Künste
1997 - Berlim (Alemanha) - Malerei - Klasse Stöhrer, na Berliner Rathaus
1997 - São Paulo SP - Temporada de Projetos, no Paço das Artes
1998 - Berlim (Alemanha) - Misterschülerausstellung, na Hochschule der Künste

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Takashi Fukushima - Black and Blue (dí­ptico)
Black and Blue (dí­ptico)
Fernando Lucchesi - Construção
Construção
Sergio Telles - Vaso de Flores
Vaso de Flores
Arcangelo Ianelli - Sem Título
Sem Título