Escritoriodearte.com > Artistas > Lydio Bandeira de Mello

Lydio Bandeira de Mello

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Lydio Bandeira de Mello (Leopoldina MG 1929)

Pintor, desenhista, professor universitário.

Freqüenta a Escola Nacional de Belas Artes, Enba, no Rio de Janeiro, entre 1947 e 1951, onde torna-se monitor da cadeira de desenho de modelo vivo e assistente do mestre Marques Júnior. Obtém, em 1961, o prêmio de viagem ao exterior, viajando à Itália, onde pinta dois afrescos para a Igreja do Santuário de Poggio Bustone. Em 1986, é lançado o livro A Arte do Desenho, com trabalhos do artista.

Acervos

Museu Nacional de Belas Artes - MNBA - Rio de Janeiro RJ

Críticas

"Inspira-se no trabalho e na colaboração social, obedece a uma restrita cromaticidade, que varia entre tons ocres, castanhos e negros (cinzas), obedecendo assim uma agradabilíssima harmonia na extensa superfície das quatro paredes que se conjugam sem lhes afetar a planimetria".
Quirino Campofiorito
AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros = Dictionary of brazilian painters. Rio de Janeiro: Spala, 1992.

Exposições Individuais

1964 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Goeldi
1965 - Belo Horizonte MG - Individual, na Galeria Guignard
1978 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Rodrigo de Andrade da Funarte
1986 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Mini Gallery
1987 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Livraria de Arte Erótica
1994 - Niterói RJ - Individual, no Instituto Cultural Brasil-Estados Unidos

Exposições Coletivas

1954 - Rio de Janeiro RJ - Salão Nacional de Belas Artes - menção honrosa
1955 - Rio de Janeiro RJ - Salão Nacional de Belas Artes - medalha de bronze
1955 - Niterói RJ - Salão Fluminense de Belas Artes - medalha de prata
1956 - Rio de Janeiro RJ - Salão Nacional de Belas Artes - medalha de prata
1959 - São Paulo SP - 5ª Bienal Internacional de São Paulo, no Pavilhão Ciccilo Matarazzo Sobrinho
1961 - Rio de Janeiro RJ - Salão Nacional de Belas Artes - prêmio de viagem ao exterior
1965 - Rio de Janeiro RJ - Exposição Anual da Enba - grande prêmio da figura humana
1966 - Rio de Janeiro RJ - Exposição Anual da Enba - grande prêmio de composição  e grande prêmio de ensino superior
1985 - São Paulo SP - As Mães e a Flor na Visão de 33 Pintores, na Ranulpho Galeria de Arte
2003 - Rio de Janeiro RJ - Gravuras em Álbum, no Conjunto Cultural da Caixa

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Candido Portinari - Descobrimento do Brasil
Descobrimento do Brasil
Bruno Giorgi - Torso Feminino
Torso Feminino
Luiz Sacilotto - Figura Feminina
Figura Feminina