Escritoriodearte.com > Artistas > Luiz Garrido

Luiz Garrido

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Luiz Garrido (Rio de Janeiro RJ 1945)

Fotógrafo.

Luiz Antonio Nogueira Garrido cursa a Faculdade de Economia Cândido Mendes, no Rio de Janeiro, até o segundo ano, abandonando-a para iniciar a carreira como repórter fotográfico em meados dos anos 60. Torna-se correspondente da revista Manchete em Paris, em 1968, destacando-se no ano seguinte ao realizar, em Berlim, a documentação da rumorosa campanha pela paz mundial promovida pelo casal John Lennon e Yoko Ono. Quando retorna ao Brasil, em 1971, direciona-se para a fotografia de estúdio, nos campos editorial, de charme, de moda e de publicidade, fundando a agência Casa da Foto (com Ricardo de Vicq, Levindo Carneiro e Paulo Pinho), em 1982. Ganha o Prêmio Abril em quatro ocasiões diferentes (1980, 1983, 1987 e 1995), tendo sido considerado o Fotógrafo Publicitário do Ano de 1983 pela Associação Brasileira de Propaganda. Dedica-se também ao retrato de expressão pessoal, realizando a exposição beneficente Riso do Rio, sobre os grandes humoristas cariocas, no restaurante Mistura Fina em 1996.

Críticas

"A técnica não é tudo, e sim a participação do artista na obra. Na fotografia me impressiona essa relação do fotógrafo com a máquina, a maneira como ele cria, a percepção da luz, o enquadramento da imagem, o momento exato do clique. Conheci o Garrido, em Paris, em 1968, quando ele estudava fotografia, e nossa amizade desenvolveu-se a partir dos muitos encontros nos quais sempre discutíamos bastante sobre o assunto. Depois de alguns anos, descobri, já no Rio de Janeiro, o fotógrafo Garrido e fiquei impressionado com o seu trabalho. Um artista captando, com a máquina fotográfica, uma imagem muito própria, criando sua obra. Isso me impressiona sempre, o talento e o desejo de criar uma obra própria, o trabalho de pesquisa, o domínio da técnica como instrumento e não como fim. A máquina não é tudo, o artista sim. Os retratos, foco de seu atual interesse e que fazem parte dessa exposição, são a síntese dessa união entre técnica, luz, imagem, percepção de um momento fugaz de um olhar, um gesto, uma postura que dizem algo além da imagem retratada. Em resumo, é a participação, por inteiro, de artista, em sua obra, são os retratos do ponto de vista Garrido, é a fotografia como forma de expressão, arte, uma obra que foi cuidadosamente elaborada e que transcende a imagem retratada".
Frans Krajcberg
Crítica ao trabalho do fotógrafo Luiz Garrido pelo artista plástico e fotógrafo Frans Kracjberg.
"A fotografia é um momento crítico nem antes nem depois, é só um instante definitivo".

Acervos

Acervo Fundação Cultural de Curitiba - Curitiba PR
Coleção Joaquim Paiva - Brasília DF
Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - São Paulo SP

Exposições Individuais

1996 - Curitiba PR - Arquivo Pessoal, na Galeria Krajcberg
1997 - Ouro Preto MG - Individual, no Festival de Inverno de Ouro Preto

Exposições Coletivas

1983 - Rio de Janeiro RJ - Tempo do Olhar, no MNBA
1983 - São Paulo SP - Tempo do Olhar, no Masp
1996 - Rio de Janeiro RJ - Riso do Rio, no Mistura Fina
1999 - São Paulo SP - 9ª Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Masp
2002 - São Paulo SP - Visões e Alumbramentos: fotografia contemporânea brasileira da coleção Joaquim Paiva, na Oca

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Hudinilson Júnior - Homenagem a Maria Olimpia e Alex
Homenagem a Maria Olimpia e Alex
Gal Oppido - Vestes
Vestes