Escritoriodearte.com > Artistas > Judith Miller

Judith Miller

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Judith Miller (Johanesburgo, África do Sul 1946)

Pintora.

Estuda teatro e história da arte no Vassar College, em Nova York, Estados Unidos, na Universidade de Edimburgo, Escócia e na Universidade Hebraica de Jerusalém, Israel. Em 1970, muda-se para o Rio de Janeiro, onde estuda arte na Escola de Artes Visuais do Parque Lage - EAV/Parque Lage, com John Nicholson, Celeida Tostes, Charles Watson e Luiz Áquila.

Críticas

"Uma das minhas observações sobre os novos artistas brasileiros diz respeito à força pessoal do trabalho das mulheres. Enquanto a maioria dos homens está trabalhando com pelo menos um olho nos moldes internacionais, as mulheres estão aparecendo com força e estranheza extremas, pessoais. Judith Miller é uma das mais notáveis destas mulheres. 
No passado ela criava a sua própria mítica com caixas, quase cenários teatrais. Os seus objetos se aproximam do fetiche, o descartável adquirindo novo significado com a pátina acumulada por aplicações e superimposições do processo pessoal.
Agora Judith Miller cria uma assertiva liberando um imediatismo maravilhoso no tratamento dos materiais. Quanto menos premeditado, mais forte e mais claro é o trabalho. 
O conteúdo em si é irrelevante. Relevantes são os grandes jogos de justaposição de materiais que são apresentados num mundo extremamente pessoal. A força desta obra reside na maneira anárquica em que são feitos estes 'jogos' de matéria. É uma anarquia simultânea para artista e espectador. 
Durante as transformações dos materiais ocorrem acidentes e estes criam ambigüidades que são preservadas pela artista para que o espectador faça suas próprias descobertas. No seu melhor momento, o trabalho trilha a passagem estreita entre o expor de mais e o de menos".
John Nicholson
MILLER, Judith. Pinturas e objetos. Texto Marc Berkowitz; fotografia Mendel Rabinovitch; texto John Nicholson. Rio de Janeiro: Galeria de Arte do Centro Cultural Cândido Mendes, 1986. folha dobrada, il. p&b color.

"Contrariamente ao que se poderia crer, o retrato, na pintura do século XX, tem menos a ver com a semelhança de que com a verdade. O retrato é a busca sempre arriscada de uma verdade através dos meios da pintura, pelo traço e pela cor. (...) Catete escolheu um tema: os políticos. Não sei se por amor ou por ódio, certamente não foi por indiferença. O Político está presente ao fundo de todo ato de criação; com sua escolha Catete o resgata para primeiro plano. Os políticos tomam aqui a forma de rostos, eles já são quase tipos, pois que já não são mais fundamentalmente indivíduos. Eles existem sobre a tela como existem no mundo cotidiano: duplos. Nós os vemos surgir de uma espécie de pintura anterior, de um fundo que Catete encobriu, mas cujo traço não é completamente apagado. Sobre seus rostos se lê uma história fragmentada que a pintura capta sob forma de manchas múltiplas, como se sua pose fosse só uma reunião de momentos díspares do seu passado, das suas esperanças, das suas experiências".
Jacques Leenhardt
CATETE, Judith Miller. Judith Miller Catete: políticos e outros: pinturas. Rio de Janeiro: Galeria Bonino, 1989. il. color., foto p.b.

"Existe esta palavra: desembaraçar. Em português como em francês (débrouiller) ela possui  este valor inestimável de poder aplicar-se tanto em seu sentido técnico primeiro (desdobrar), quanto em seu significado metafórico: encontrar o fio. Há no  trabalho pictórico de Judith Miller uma magnífica obstinação em desenrolar o carretel das coisas, das pessoas, das origens, das imagens. Imaginemos (por pura fantasia da minha parte) um quadro, uma cena primitiva onde Judy, a criança, colocada diante do espelho, ocupar-se-ia em desembaraçar esta cabeleira que a caracteriza tão intensamente. Tratar-se-ia de uma ordenação das coisas, de uma  tentativa de ultrapassar a espessa bruma que envolve a própria figura do ser, uma questão simultânea do lugar e do ser, identidade flutuante e ao mesmo tempo determinada por todos os que a cercam".
Jacques Leenhardt
CATETE, Judith Miller. Minha África: pinturas 1990-1999. Apresentação Heloisa Aleixo Lustosa; texto Jacques Leenhardt. Rio de Janeiro: MNBA, 1999. [12 p.], il. color.

"Nesta exposição Judith Miller procura resgatar estímulos que já estavam presentes em seu trabalho desde a origem. No entanto, em Minha África, ela evidencia com maior nitidez elementos de sua vivência mais primitiva, se identificando com a paisagem, os animais, a geografia e situações emocionais retidas em sua própria história, chegando, em alguns momentos, a uma forma de se auto-retratar ou cronificar sua própria trajetória.
A diversidade de materiais utilizados em conexão e contraponto à densidade de sua pintura reflete também este aspecto: reunir fragmentos de si mesma como se reconstruísse uma memória diluída pelo tempo".
Heloísa Aleixo Lustosa
CATETE, Judith Miller. Minha África: pinturas 1990-1999. Apresentação Heloisa Aleixo Lustosa; texto Jacques Leenhardt. Rio de Janeiro: MNBA, 1999. [12 p.], il. color.

Depoimentos

"É preciso que eu o pinte penteando, que eu fixe uma imagem, que, por um instante, eu pare o carrossel das imagens que obsedam minha memória. Há esta terra, a mesma em todos os lugares, e no entanto tão diversa em suas cores e texturas. Aquela também é preciso que eu a pinte penteando, que esta ardente diversidade se faça leque, paleta de cores, ordenança".
Judith Miller
CATETE, Judith Miller. Minha África: pinturas 1990-1999. Apresentação Heloisa Aleixo Lustosa; texto Jacques Leenhardt. Rio de Janeiro: MNBA, 1999. [12 p.], il. color.

Acervos

Museu Nacional de Belas Artes - MNBA - Rio de Janeiro RJ
Universidade Cândido Mendes - Rio de Janeiro RJ

Exposições Individuais

1983 - Rio de Janeiro RJ - Caixas, na Galeria Paulo Klabin
1986 - Rio de Janeiro RJ - Alimías, no Centro Cultural Candido Mendes
1986 - Rio de Janeiro RJ - Judith Miller: pinturas e objetos, no Centro Cultural Candido Mendes
1986 - São José dos Campos SP - Marimías, na Galeria do Sol
1987 - São Paulo SP - Véus, na Galeria Paulo Klabin
1989 - Rio de Janeiro RJ - Políticos e Outros: pinturas, na Galeria Bonino
1996 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Metara Galeria de Arte
1996 - Rio de Janeiro RJ - Meu Rio, na Coletânea Galeria de Arte
1998 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Metara Galeria de Arte
1999 - Rio de Janeiro RJ - Minha África: pinturas 1990-1999, no MNBA
2003 - Rio de Janeiro RJ - Encanto do Cisne, na Galeria Cultural Cândido Mendes

Exposições Coletivas

1981 - Rio de Janeiro RJ - 4º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ
1981 - Rio de Janeiro RJ - 5º Salão Carioca de Arte, no Mezanino da Estação Carioca do Metrô
1983 - Rio de Janeiro RJ - Coletiva, na Picolla Galeria
1983 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria César Aché
1983 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria Mônica Filgueiras de Almeida
1984 - Rio de Janeiro RJ - Como Vai Você, Geração 80?, na EAV/Parque Lage
1986 - Belo Horizonte MG - 9º Salão Nacional de Artes Plásticas: sudeste, na Fundação Clóvis Salgado. Palácio das Artes
1986 - Nova York (Estados Unidos) - Connections Project/Conexus, no Museum of Hispanic Art
1986 - Rio de Janeiro RJ - 9º Salão Carioca de Arte
1986 - Rio de Janeiro RJ - O Rosto e a Obra, no Ibeu
1988 - Berlim (Alemanha) - Workshop Berlim em São Paulo, na Berlin Staatliche Kunsthalle
1988 - São Paulo SP - Workshop Berlim em São Paulo, no Masp
1989 - São Paulo SP - 7º Salão Paulista de Arte Contemporânea
1989 - Valparaíso (Chile) - 9ª Bienal Internacional - artista convidada
1990 - São Paulo SP - 6º Salão Brasileiro de Arte, na Fundação Mokiti Okada M.O.A.
1990 - São Paulo SP - 8º Salão Paulista de Arte
1991 - Rio de Janeiro RJ - Coletiva, no MNBA
1997 - Rio de Janeiro RJ - Coletiva, na Eros Galeria
1998 - Rio de Janeiro RJ - Gallery 98, no Casa Shopping
1999 - Rio de Janeiro RJ - 500 Anos Depois no Rio: pinturas, no Centro Cultural Correios
2000 - Petrópolis RJ - Século das Mulheres, na Casa de Petrópolis
2001 - Rio de Janeiro RJ - Mulheres de Laura, na Casa Laura Alvim

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Mino Carta - Couve Cerebral
Couve Cerebral
Manabu Mabe - Sem Título
Sem Título
Cláudio Kuperman - Bíptico I e II
Bíptico I e II