Escritoriodearte.com > Artistas > Isabel Gouvêa

Isabel Gouvêa

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Isabel Gouvêa (São Paulo SP 1953)

Fotógrafa.

Estuda cinema na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo - ECA/USP, obtendo seu diploma em 1975. Começa a trabalhar com fotografia no Setor de Recursos Visuais do Museu de Arte Contemporânea da USP, em 1968, estagiando entre 1974 e 1975 no Laboratório da ECA/USP, sob a coordenação de Carlos Moreira. Transfere-se em 1980 para Salvador, onde integrou o grupo FotoBahia, e passou a colaborar com diferentes instituições culturais, como o Setor de Multimeios do Teatro Castro Alves (1987/1991) e o Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, onde trabalha desde 1996. Seu trabalho pessoal divide-se entre a documentação de caráter antropológico sobre o homem e a cultura das regiões norte e nordeste e a fotografia de dança e de teatro. Publica, com João Luiz Musa e Sônia Lorenz, o livro Amazônia, Palavras e Imagens, em 1979; e obtém o 1º prêmio do Salão Baiano de Artes Plásticas do Museu de Arte Moderna da Bahia, em 1989.

Críticas

"Para bem fotografar dançarinos dançando é preciso ter a certeza de que não se vai aprisionar o movimento, não se vai congelar o gesto. É preciso ter a certeza de que, no olho do espectador, o movimento vai continuar para além da foto. 
Para bem fotografar uma coreografia, é preciso ter a certeza de que o bailarino vai poder sentar-se numa poltrona e assistir a seus próprios músculos cruzando o palco, fazendo aqueles passos tantas vezes rarefeitos. 
Para bem fotografar a dança, é preciso ter o olho tão ágil que possa acompanhar todas as piruetas, sem ficar tonto. É preciso ter as mãos tão delicadas e precisas quanto os pés, as mãos, os corpos que se movimentam indefesos em frente da máquina. É preciso ter o espírito tão leve quanto os saltos, os tules, os dedos dos dançarinos. É preciso ter a certeza de que o que se dispara, o que se tem na mão, não é uma câmara, é o próprio coração. 
Isabel Isabelita Bel Gouvêa é assim. Por isso é fabuloso trabalhar e contar com ela para imobilizar o tempo e perpetuar o movimento".
Marcio Meirelles
Catálogo Exposição: Imagem Dança, Conj. Nacional - Brasília, setembro 1987.

Depoimentos

"Estou desenvolvendo nesses últimos quatro anos um trabalho em fotografia que está sendo muito desafiante para mim. Trata-se de um ensaio sobre o mito de Iemanjá - o 'Encantamento'. A figura da sereia, da divindade está profundamente presente no imaginário do povo de Salvador. Estou na busca de imagens que possam passar esses sentimentos do mito. Possuo um material que começa a tomar corpo, estando em amadurecimento para uma breve exposição. As fotos referem-se basicamente à Festa de Iemanjá de 2 de fevereiro, aos pescadores da Colônia de Pesca que organizam a festa e aos membros do terreiro que cuidam do ritual sagrado. 
Quanto ao meu trabalho na área de dança e teatro, busco uma linguagem bem pessoal, que consiga ser um casamento entre linguagens, não uma mera documentação fotográfica. 
Como fotógrafa free-lancer tenho tentado criar um vínculo com organizações não governamentais, pois sinto maior liberdade de expressão e também sinto estar participando de projetos em que acredito, levando meu trabalho ao mesmo tempo 'profissional e pessoal' ".

Acervos

Museu de Arte de São Paulo - Masp - São Paulo SP
Museu de Imagem e do Som de São Paulo - MIS/SP - São Paulo SP
Museu de Arte Moderna de Salvador - MAM/BA - Salvador BA
Teatro Castro Alves - Salvador BA
Biblioteca Juracy Magalhães Jr. - Salvador BA
Arquivo Público do Estado da Bahia - Salvador BA

Exposições Coletivas

1974 - São Paulo SP - Viagem a Minas e Bahia, na ECA/USP
1976 - São Paulo SP - A Grande São Paulo, no Masp
1977 - São Paulo SP - A Cidade É Também Sua Casa, no MIS/SP - Prêmio Primeira Categoria Branco-e-Preto
1977 - São Paulo SP - Amazônia, na FAU/USP
1979 e 1980 - Salvador BA - FotoBahia, no Teatro Castro Alves
1983 - Salvador BA - FotoBahia, no Teatro Castro Alves
1983 - São Paulo SP - Fotógrafos Brasileiros, no MIS/SP
1984 - Fortaleza CE - FotoNordeste, na Fundação Cultural
1984 - Rio de Janeiro RJ - 1ª FotoNordeste
1984 - Salvador BA - FotoBahia, no MAM/BA
1985 - Rio de Janeiro RJ - Como Vive o Homem Brasileiro, no Instituto Tristão Atayde
1986 - Salvador BA - Fotógrafos em 20 Anos - 1966/86, no Núcleo Artes Desenbanco
1986 - Salvador BA - Imagem Dança, no Teatro Castro Alves
1988 - Salvador BA - 1º Salão Baiano de Artes Plásticas, no MAM/BA
1989 - Rio de Janeiro RJ - Mulheres Fotógrafas, na Galeria da Funarte
1989 - Salvador BA - 2º Salão Baiano de Artes Plásticas, no MAM/BA - 1º prêmio
1992 - Buenos Aires (Argentina) - Images of Bahia, no Pavilhão das Américas
1992 - Filadélfia (Estados Unidos) - Images of Bahia, no Annenberg Center
1992 - Salvador BA - Imagens do Balé, no Teatro Iemanjá
1992 - Buenos Aires (Argentina) - Imagens do Balé, no Teatro San Martín
1992 - Salvador BA - Salão Nacional Arte Fotográfica, na Galeria Canizares
1993 - Salvador BA - Salão Nacional Arte Fotográfica, na Galeria Canizares
1993 - Salvador BA - Ó o Bando aí Ó, no Shopping Iguatemi
1993 - São Paulo SP - Panorama Anos 70/80, NAFoto, no Sesc Pompéia
1994 - Salvador BA - Salão Nacional Arte Fotográfica, na Galeria Canizares
1994 - Londres (Inglaterra) - A hidden view: images of Bahia, Brazil, na Concourse Gallery
1994 - Salvador BA - O Rei do Trono de Barro, no Foyer do Expresso Baiano
1995 - Salvador BA - Ópera Negra - Lídia de Oxum, no Teatro Castro Alves
1995 - São Félix BA - 3ª Bienal do Recôncavo, no Centro Cultural Dannemann
1995 - Salvador BA - Mostra Fotográfica Contemporânea Baiana, no MAM/BA
1996 - Salvador BA - Mostra Fotográfica Contemporânea Baiana, no MAM/BA
1996 - Salvador BA - Balé Rosana Abubakir, Teatro Castro Alves

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Mário Gruber - Fantasiado
Fantasiado
Eduardo Sued - Sem Título
Sem Título