Escritoriodearte.com > Artistas > Heloisa Pessôa

Heloisa Pessôa

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Heloisa Pessôa (São Paulo SP 1941)

Pintora.

Faz o curso livre de desenho e pintura com Nelson Nóbrega (1900-1997) e cursa a Faculdade de Artes Plásticas, ambos na Faap, entre 1964 e 1972. Neste último ano, viaja para Paris, França, onde estagia no ateliê de Guanaes Netto (1933), lá permanecendo durante um ano. De volta ao Brasil, abre ateliê próprio e além das pinturas produz tapeçarias. Na década de 80, estuda com Ubirajara Ribeiro (1930-2002), cursa História da Arte com Lizetta Levi, e Criatividade com Maria Emília L. Silva na Galeriatelier, além disso é aluna de José Tarantino, com quem estuda técnica de pintura a têmpera.

Críticas

"Heloisa Pessôa vem se dedicando, há alguns anos, à realização de uma série de pinturas que tem a casa como motivo principal. A casa, uma casa, sua casa. A casa vista mais por dentro do que por fora, o contrário do que acontece na pintura de Ruben Esmanhoto, o recriador das velhas construções de Curitiba. O interesse maior de Heloisa é pela casa em que ela mora há mais de quinze anos, na rua João Florêncio em São Paulo, uma construção de 1928. Uma bela casa que ela recria sem móveis e demais acessórios existentes numa residência, mas apenas em seus elementos essenciais como paredes, portas, janelas, assoalho, teto, que combinados de diversas formas, dão origem a salas, quartos, cozinha, banheiros, copa, corredores, alpendre, varanda. Heloisa se deixa extasiar pelos espaços, pelos volumes e pela luz filtrada que invade o ambiente e que é refletida suavemente pelo piso. Há uma envolvência sedutora nesta experiência sensorial que ela retém com feminilidade e sabedoria, passando-nos ao mesmo tempo uma sensação de calma, solidão e silêncio. Ela deixa claro que a construção não tem sentido em si mesma, que a casa é o corpo enquanto as pessoas que a habitam são sua alma. E faz isto com a competência desenvolvida ao longo de mais de vinte anos de pintura, de uma pintura que, apesar de ter assumido configurações as mais diversas, sempre teve uma forte conotação psicológica e simbólica".
Enock Sacramento
HELOISA Pessôa: espelhamento. Apresentação de Enock Sacramento. São Paulo: Galeria SESC Paulista, 1987.

Exposições Individuais

1982 - São Paulo SP - Individual, na Galeriatelier
1984 - São Paulo SP - Individual, na Itaugaleria
1985 - Ribeirão Preto SP - Individual, na Itaugaleria
1986 - Santos SP - Individual, aquarelas, na Galeria Piada
1987 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Sesc/Paulista
1988 - Juiz de Fora MG - Individual, na UFJF
1988 - São Paulo SP - Individual, no Paço das Artes
1990 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Evasion

Exposições Coletivas

1970 - São Paulo SP - Coletiva de Alunos da Faap, na Faap
1972 - São Paulo SP - Coletiva de Alunos da Faap, na Faap
1975 - São Paulo SP - Coletiva, no Clube Alto de Pinheiros
1976 - São Paulo SP - 7º Salão Paulista de Arte Contemporânea, no Paço das Artes
1977 - Cubatão SP - 8ª Semana Afonso Schmidt, na Prefeitura Municipal - Menção Honrosa
1978 - Penápolis SP - 3º Salão de Artes Plásticas do Noroeste, na Fundação Educacional de Penápolis
1978 - São Paulo SP - Coletiva, no Clube Português
1980 - Trior (Alemanha) - Coletiva, no Katholische Hochschulgimeindo
1981 - Limeira SP - 9º Salão Limeirense de Arte Contemporânea
1981 - Taubaté SP - 9º Salão de Artes Plásticas
1982 - Taubaté SP - 10º Salão de Artes Plásticas
1982 - Limeira SP - 10º Salão Limeirense de Arte Contemporânea
1982 - Santo André SP - 10º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1982 - Taubaté SP - Coletiva, no Paço das Artes
1982 - Penápolis SP - 5º Salão de Artes Plásticas do Noroeste, na Fundação Educacional de Penápolis
1982 - Piracicaba SP - 15º Salão de Arte Contemporânea
1982 - Franca SP - 12º Salão de Artes Plásticas - prêmio aquisição
1982 - São Paulo SP - Coletiva, no Clube Português
1984 - São Paulo SP - Coletiva, no Clube Português
1984 - Santo André SP - 12º Salão de Arte Contemporânea
1984 - São Paulo SP - 1º Prêmio Blue Life de Artes Plásticas, na Blue Life Galeria de Arte
1985 - Ribeirão Preto SP - 10º Salão de Arte de Ribeirão Preto
1986 - Curitiba PR - 43º Salão Paranaense
1992 - São Paulo SP - Mostra, Surrealista, no Escritório de Arte Renato Magalhões Gouvêia
2004 - São Paulo SP - Coletiva de Artistas Contemporâneos, no Esporte Clube Sírio

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Mira Schendel - Sem Título
Sem Título
Carlos Scliar - Casario
Casario
Clóvis Graciano - Vaso de Flores
Vaso de Flores
Cícero Dias - Sem título
Sem título