Escritoriodearte.com > Artistas > Gilberto Salvador

Gilberto Salvador

Gilberto Salvador

OBRAS DO ARTISTA

Gilberto Salvador - Dois Azuis Apaixonantes

Dois Azuis Apaixonantes

óleo sobre tela
1995
110 x 220 cm
ass. no verso


Preço: Sob Consulta

BIOGRAFIA

Gilberto Salvador (São Paulo SP 1946)

Pintor, desenhista, gravador, arquiteto, professor.

Gilberto Orcioli Salvador formou-se em arquitetura em 1969 pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo - FAU/USP, onde mais tarde atua como professor. Paralelamente aos estudos universitários, dedica-se à pintura e ao desenho. Expõe individualmente, pela primeira vez em 1965, na Galeria de Arte do Teatro de Arena em São Paulo. É premiado com a medalha de ouro no Salão de Arte Contemporânea, Campinas, em 1967, e, nas edições de 1969 e 1970, com o prêmio aquisição. Participa de várias edições da Bienal Internacional de São Paulo, e entre suas principais mostras individuais destacam-se duas exposições no Masp, em 1985 e 1995. Em 1999, a escultura Vôo de Xangô é instalada na Estação Jardim São Paulo da Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô. Sua obra se caracteriza pela oposição entre gestual e o traço rígido, entre as formas orgânicas e inorgânicas, entre o movimento e o estático. Nelas, as formas vivas, homens, flores e animais dialogam com figuras geométricas. O crítico de arte Jacob Klintowitz publica dois livros sobre o trabalho do artista, História Natural do Homem Segundo Gilberto Salvador, de 1985, e Gilberto Salvador O Reino Interior, de 2001.

Críticas

"Quando inicia sua carreira, em 1964, Gilberto Salvador realiza uma pintura que tende para a síntese formal e denota preocupações sociais. No ano seguinte sua pintura torna-se expressionista e o artista aprofunda sua reflexão no sentido político. Declara então que sente a pintura como elemento de modificação da realidade. Nos anos seguintes, elementos da pop art aparecem em seus trabalhos. Quando, em 1969, ingressa na Universidade, produz objetos com chapas de aço inoxidável e utiliza o computador para gerar imagens, em que o elemento orgânico e o inorgânico mantêm um diálogo particular, sob a égide de um formalismo cada vez mais rigoroso. Em 1976 passa a interessar-se pelo registro sequencial de animais em movimento e pela seriação de elementos da paisagem. Em seguida trabalha com a iconografia indígena e com figura do leão, tomada como símbolo do poder. Depois surgem as aves de rapina e sua pintura alça um poderoso e ao mesmo tempo poético vôo em direção aos altiplanos da cor. Surgem os vôos soturnos, os vôos verdes, os vôos reflexos, os sons roxos, os mergulhos coloridos, os gestos azuis. A pintura gestual torna-se uma das características mais marcantes do artista e a cor assume um papel decisivo em seu discurso plástico".
Júlio Louzada
LOUZADA, Júlio. Artes plásticas: seu mercado, seus leilões. São Paulo: J. Louzada, 1984-.

"A arte de Gilberto Salvador é feita de oposições. É o diálogo entre elementos aparentemente opostos e irreconciliáveis que confere ao seu trabalho a permanente sensação de expectativa e emoção. Neste caso, a pintura é feita a partir de tênues ligações entre situações contraditórias compatibilizadas num detalhado estudo visual. O artista inventaria a imagem do animal, a imagem da vida selvagem, a herança indígena, o confronto entre o orgânico e o inorgânico. A sua palheta tem dois movimentos distintos, pois é fria e calculista na organização de delicados fundos e geometrias rígidas, e quente e lírica no gestual e nas interferências que cria para as estruturas que ele mesmo inventou. O artista movimenta-se entre estes pólos e constrói o seu trabalho neste fio de lâmina, oscilando entre naturezas diferentes. Gilberto Salvador ama o perigo e a aventura da criação visual, e a sua pintura ilumina-se nas descobertas de inesperadas relações formais".
Jacob Klintowitz
KLINTOWITZ, Jacob. O ofício da arte: a pintura. São Paulo, SESC, 1987.

"Arquiteto, professor universitário, conferencista, Gilberto Salvador destacou-se por seu espírito inquieto, pela inovação formal e por uma singular ousadia ao colocar as questões estéticas embasadas num sólido conhecimento das questões sociais e planetárias. Desta maneira, muito jovem, realizou uma série de trabalhos utilizando ícones da sociedade de massa, oriundos das histórias em quadrinhos e da comunicação comercial, no espírito da Pop Art, com aparência Pop Art, mas de manifesto caráter crítico, que causou comoção por seu conteúdo político e formal.

Depois deste início impactante, o artista avançou nas áreas da pintura e da gravura, realizando uma profunda reflexão sobre as questões ambientais, sendo um dos pioneiros brasileiros na busca da consciência planetária e no entendimento do nosso mundo como um ser vivo e de habitantes interdependentes".
Jacob Klintowitz
KLINTOWITZ, Jacob. Gilberto Salvador: o reino interior. São Paulo: Fundação Cultural Gilberto Salvador, 2001.

Exposições Individuais

1965 - São Paulo SP - Individual, na Galeria de Arte do Teatro de Arena
1966 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Artécnica
1975 - São Paulo SP - Individual, na Paulo Prado Galeria de Arte
1976 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Arte Global
1977 - Brasília DF - Individual, na Oscar Seraphico Galeria de Arte
1978 - Salvador BA - Individual, na O Cavalete Galeria de Arte
1978 - São Paulo SP - Desenhos, na Galeria Bric a B'Arte
1979 - Cuiabá MT - Individual, no Museu de Arte e de Cultura Popular de Mato Grosso
1979 - Santos SP - Individual, na Galeria de Artes do CADES
1979 - São Paulo SP - Individual, na Projecta Galeria de Arte
1980 - Brasília DF - Individual, na Oscar Seraphico Galeria de Arte
1980 - Porto Alegre RS - Individual, na Galeria Salamandra
1980 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Bonino
1980 - São Paulo SP - Individual, na Itaugaleria
1981 - São Paulo SP - Individual, na Paulo Figueiredo Galeria de Arte
1981 - São Paulo SP - Individual, no Spazio Pirandello
1982 - Belém PA - Individual, na ELF Galeria de Arte
1982 - Ribeirão Preto SP - Individual, na Itaugaleria
1982 - Santos SP - Individual, na Galeria de Artes do CADES
1982 - São Paulo SP - Álbum Cantárida - Gravuras, no Studio Linda Conde
1982 - São Paulo SP - Individual, na Paulo Prado Galeria de Arte
1983 - Porto Alegre RS - Individual, no Kraft Escritório de Arte
1983 - Rio de Janeiro RJ - Gilberto Salvador: pinturas, na Galeria Anna Maria Niemeyer
1983 - São José dos Campos SP - Individual, na Galeria do Sol
1983 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Artescultura
1983 - São Paulo SP - Vitrais, no Studio A. Ronda
1984 - Londrina PR - Individual, na Galeria Artenossa
1984 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Suzanna Sassoun
1984 - São Paulo SP - Individual, na Pitanga do Amparo Arquitetura e Arte
1985 - Porto Alegre RS - Pinturas, na Kraft Escritório de Arte
1985 - Ribeirão Preto SP - Individual, na Ulieno Galeira de Arte
1985 - Salvador BA - Gilberto Salvador: pinturas recentes, no Paulo Darzé Galeria de Arte
1985 - Salvador BA - Individual, no Escritório de Arte da Bahia
1985 - São Paulo SP - Individual, na Paulo Figueiredo Galeria de Arte
1985 - São Paulo SP - Individual, no Clube Monte Líbano
1985 - São Paulo SP - Individual, no Masp
1986 - Londrina PR - Individual, na Galeria Artenossa
1986 - São Paulo SP - Impulsos: Série Branca, na Dan Galeria
1987 - Jundiaí SP - Individual, no Museu Histórico e Cultural de Jundiaí Solar do Barão
1987 - Paris (França) - Individual, na Brasil Inter Art Galerie
1987 - São Paulo SP - Individual, na Dan Galeria
1988 - Brasília DF - Individual, na La Galleria
1988 - Porto Alegre RS - Individual, na Bolsa de Arte de Porto Alegre
1988 - Salvador BA - Individual, na Prova do Artista Galeria de Arte
1988 - São Paulo SP - Ode ao Canto da Sereia: Grandes Gravuras, no Mary Ortiz Escritório de Arte
1989 - Paris (França) - Individual, na Brasil Inter Art Galerie
1989 - São Paulo SP - Individual, na Dan Galeria
1991 - Salvador BA - Individual, na Galeria Prova do Artista
1991 - Santos SP - Individual, na Galeria de Arte da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Santos
1994 - São José do Rio Preto SP - Individual, na A2 Agência de Arte
1995 - São Paulo SP - Gilberto Salvador: 30 anos de pintura, no Masp
1995 - São Paulo SP - Individual, no Clube Monte Líbano
1996 - Curitiba PR - Individual, na Fraletti Rubbo Galeria de Arte
1998 - São Paulo SP - Gilberto Salvador: aquarelas, na Aloisio Cravo Arte & Leilões
2001 - Curitiba PR - Individual, no Museu Alfredo Andersen
2001 - Feira de Santana BA - Gilberto Salvador: gravuras em metal, na Galeria de Arte Carlo Barbosa
2001 - Feira de Santana BA - O Reino Interior, na Galeria Carlo Barbosa
2001 - Salvador BA - Gilberto Salvador: memórias visuais, na Prova do Artista Galeria de Arte
2001 - São Paulo SP - O Reino Interior: gravuras em grandes dimensões, na Pinacoteca do Estado
2004 - São Paulo SP - Individual, na Ricardo Camargo Galeria
2005 - Pouso Alegre MG - Individual, no Ateliê Mineiro
2005 - São Paulo SP - Rioja, na Múltipla Galeria de Arte
2006 - São Paulo SP - Reflexões Visuais, na Galeria de Arte do Sesi
2007 - Rio de Janeiro RJ - Reconstruções, Almacén Galeria de Arte
2009 - São Paulo SP - Genesis, Museu da Casa Brasileira

Exposições Coletivas

1964 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria da Associação Cristã de Moços
1965 - Campinas SP - 1º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC
1966 - Campinas SP - 2º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC
1966 - Porto Alegre RS - Salão da Época - medalha de ouro
1966 - São Paulo SP - 4 Pintores Jovens, no MAB-FAAP
1966 - São Paulo SP - Coletiva, no Teatro de Arena
1966 - São Paulo SP - Vanguarda Jovem, Galeria Teatro de Arena
1967 - Campinas SP - 3º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC - pequena medalha de ouro
1967 - São Paulo SP - 1º Salão Jovem de Arte Contemporânea, no MAC/USP
1967 - São Paulo SP - 9ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1967 - São Paulo SP - Vanguarda Jovem, na Galeria do Cine Belas Artes
1967- São Paulo SP - 16º Salão Paulista de Arte Moderna
1968 - Santos SP - 1º Salão de Arte Moderna de Santos - prêmio aquisição
1968 - Santos SP - 1º Salão Oficial de Arte Moderna de Santos
1968 - São Caetano do Sul SP - 2º Salão de Arte Contemporânea de São Caetano do Sul
1968 - São Paulo SP - 17º Salão Paulista de Arte Moderna
1969 - Campinas SP - 5º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC - prêmio aquisição
1969 - São Paulo SP - 10ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1969 - São Paulo SP - 3º Salão Jovem de Arte Contemporânea, no MAC/USP
1969 - São Paulo SP - Coletiva, no Paço das Artes
1969 - São Paulo SP - 3º Jovem Arte Contemporânea, no MAC/USP
1970 - Campinas SP - 6º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC - prêmio aquisição
1974 - Campinas SP - 9º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC
1975 - Rio de Janeiro RJ - Salão de Arte do Jornal do Brasil, no MAM/RJ
1975 - Rio de Janeiro RJ - Salão do Jornal do Brasil, no MAM/RJ
1975 - São Caetano do Sul SP - 8º Salão de Arte Contemporânea - Gravura
1975 - São Paulo SP - 6º Salão Paulista de Arte Contemporânea, no Paço das Artes - menção especial
1975 - São Paulo SP - Arte e Pensamento Tecnológico, na Câmara Municipal de São Paulo
1976 - Brasília, DF - Arte Brasileira os Anos 60/70 - Coleção Gilberto Chateaubriand, na Fundação Cultural do Distrito Federal
1976 - Montevidéu (Uruguai) - 11 Artistas Brasileiros
1976 - Recife PE - Arte Brasileira os Anos 60/70 - Coleção Gilberto Chateaubriand, no Casarão de João Alfredo
1976 - Rio de Janeiro RJ - 1º Arte Agora/Brasil 70-75, no MAM/RJ
1976 - Salvador BA - Arte Brasileira os Anos 60/70 - Coleção Gilberto Chateaubriand, no MAM/BA
1976 - São Paulo SP - 7º Salão Paulista de Arte Contemporânea, no Paço das Artes
1976 - São Paulo SP - Coletiva, na Grifo Galeria de Arte
1976 - São Paulo SP - 8º Panorama de Arte Atual Brasileira - Pintura, no MAM/SP
1977 - Brasília DF - Arte Brasileira dos Anos 60/70 na Coleção Gilberto Chateaubriand, na Fundação Cultural do Distrito Federal
1977 - Recife PE - Arte Brasileira dos Anos 60/70 na Coleção Gilberto Chateaubriand, no Casarão de João Alfredo
1977 - Rio de Janeiro RJ - Coletiva, na Petit Galerie
1977 - São Caetano do Sul SP - Ponto de Vista 2, na Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul
1977 - São José dos Campos SP - Salão de Arte Contemporânea de São José dos Campos
1977 - São José dos Campos SP - Salão de Arte Contemporânea de São José dos Campos
1977 - São Paulo SP - 14ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1977 - São Paulo SP - Coletiva, na Projecta Galeria de Arte
1977 - São Paulo SP - Maty Vitart e Gilberto Salvador, na Projecta Galeria de Arte
1977 - São Paulo SP - 9º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1978 - Buenos Aires (Argentina) - 15 Jovenes Artistas de Brasil, no Museu de Arte Moderna de Buenos Aires
1978 - Fortaleza CE - Coletiva, na Sinwal Art
1978 - Montevidéu (Uruguai) - 10 Artistas Jovenes de San Pablo
1978 - Porto Alegre RS - 3º Salão Nacional de Artes Plásticas, na Funarte Porto Alegre
1978 - Punta del Este (Uruguai) - 10 Artistas Jovenes de San Pablo
1978 - São Paulo SP - 15 Jovens Artistas do Brasil, no MAB-FAAP
1978 - São Paulo SP - 1ª Bienal Latino-americana de São Paulo, na Fundação Bienal
1979 - Barcelona (Espanha) - Coletiva, na Fundação Joan Miró
1979 - San Juan (Puerto Rico) - 4ª Bienal de San Juan del Grabado Latinoamericano y del Caribe, no Instituto de Cultura Puertorriqueña
1979 - São José dos Campos SP - Salão Nacional de Arte Contemporânea de São José dos Campos - prêmio aquisição
1979 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria de Arte do Sesi
1979 - São Paulo SP - Coletiva, na Projecta Galeria de Arte
1979 - São Paulo SP - O Desenho como Instrumento, na Pinacoteca do Estado
1979 - São Paulo SP - 11º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1980 - Pelotas RS - Coletiva, na Prefeitura Municipal de Pelotas
1980 - Rio de Janeiro RJ - 3º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ - menção honrosa
1980 - São Paulo SP - 1º Salão Paulista de Artes Plásticas e Visuais, na Fundação Bienal - prêmio aquisição
1980 - São Paulo SP - 2º Salão Brasileiro de Artes, na Fundação Mokiti Okada M.O.A. - prêmio aquisição
1980 - São Paulo SP - Coletiva, no Centro Campestre do Sesc
1980 - São Paulo SP - 1º Salão Paulista de Artes Plásticas e Visuais, Fundação Bienal
1981 - Bogotá (Colômbia) - 10 Artistas Brasileños, no Museu de Arte Moderna de Bogotá
1981 - Campinas SP - Arquiteto/Arquiteto Plástico, no MACC
1981 - Caracas (Venezuela) - Mostra, no Museu de Arte Moderna de Caracas
1981 - Ribeirão Preto SP - Coletiva de Gravuras, no Itaugaleria
1981 - São Paulo SP - 5ª Exposição de Belas-Artes Brasil - Japão, na Fundação Messiânica
1982 - Cidade do México (México) - 3ª Bienal Iberoamericana de Arte
1982 - Rio de Janeiro RJ - 5º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ
1982 - São Paulo SP - 2º Salão Paulista de Artes Plásticas e Visuais, na Fundação Bienal
1982 - São Paulo SP - Coletiva, na Paulo Figueiredo Galeria de Arte
1983 - Buenos Aires (Argentina) - Mostra Flutuante, no Navio Itália C
1983 - Cidade do México (México) - Bienal Ibero Americana de Arte
1983 - Porto Alegre RS - Coletiva, na Kraft Escritório de Arte
1983 - São Paulo SP - Arte na Rua, organizada pelo MAC/USP
1983 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria Madison
1983 - São Paulo SP - Coletiva, no A. Ronda Escritório de Arte
1983 - São Paulo SP - Coletiva, no Colégio São Marcos
1983 - São Paulo SP - Palmeira, na Galeira Alberto Bonfiglioli
1983 - São Paulo SP - 14º Panorama Atual da Arte Brasileira, no MAM/SP
1983 - São Paulo SP - Projeto Releitura, na Pinacoteca do Estado
1984 - Ourinhos SP - Homenagem a Arte da Gravura no Brasil, na Itaugaleria
1984 - São Paulo SP - Natureza, nas Galerias Rubayat
1985 - Caracas (Venezuela) - Coletiva, no Museu de Arte Moderna de Caracas
1985 - Salvador BA - Coletiva, no Escritório de Arte da Bahia
1985 - São Paulo SP - 18ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1985 - São Paulo SP - Coletiva, na Livraria e Café Belas Artes
1985 - São Paulo SP - Destaque da Pintura Contemporânea Brasileira, no MAM/SP
1986 - Havana (Cuba) - 2ª Bienal Internacional de Havana
1986 - Londrina PR - Coletiva, na Galeria Artenossa
1986 - Rio de Janeiro RJ - Ecologia, no Espaço Cultural Petrobrás
1986 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria Studio Domus
1987 - Brasília DF - Paulistas em Brasília, no Museu de Arte de Brasília
1987 - São Paulo SP - 15 Anos de Exposição de Belas-Artes Brasil - Japão
1987 - São Paulo SP - 18 Contemporâneos, na Dan Galeria
1987 - São Paulo SP - A Pintura Como Ofício, no Sesc Pompéia
1987 - São Paulo SP - 20ª Exposição de Arte Contemporânea, na Chapel Art Show
1987 - São Paulo SP - O Ofício da Arte: pintura, no Sesc
1988 - Paris (França) - 100 Anos de Villa-Lobos, no Brasil Inter Art Galerie
1988 - São Paulo SP - 15 Anos de Exposição de Belas Artes Brasil-Japão, na Fundação Mokiti Okada M.O.A.
1988 - São Paulo SP - Juréia, na Sadalla Galeria de Arte
1988 - São Paulo SP - Os Ritmos e as Formas: arte brasileira contemporânea, no Sesc Pompéia
1989 - Barcelona (Espanha) - Barcelona Art Forum
1989 - Copenhague (Dinamarca) - Os Ritmos e as Formas: arte brasileira contemporânea, no Museu Charlottenborg
1989 - Montevidéu (Uruguai) - Exposição de Arte Ecológica, no Instituto Histórico e Cultural Cristóvão Colombo
1990 - São Paulo SP - 23ª Exposição de Arte Contemporânea, no Chapel Art Show
1990 - São Paulo SP - Coletiva Securit, no Museu da Imagem e do Som
1990 - São Paulo SP - Projeto Arte no Cotidiano, no Shopping Center Iguatemi
1991 - Estado do Arizona (Estados Unidos) Contemporary Brazilian Art
1991 - Nagoya (Japão) - Latin Art Gallerie
1991 - São Paulo SP - 21ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1991 - São Paulo SP - Artistas Arquitetos, no Masp
1991 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria A Hebraica
1992 - Campinas SP - Premiados nos Salões de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC
1992 - Munique (Alemanha) - Brasilian Kunst Art, na Landesbank Galerie
1992 - Santo André SP - Litogravura: métodos e conceitos, no Paço Municipal
1992 - São Paulo SP - Futebol, na Pinacoteca do Estado
1992 - Stutgart (Alemanha) - Brasilian Kunst Art, na Landesbank Galerie
1993 - Barretos SP - Rodearte
1994 - Curitiba PR - Galeria de Arte Fraletti e Rubbo
1994 - São Paulo SP - Coletiva, no Espaço Delinea de Arte Contemporânea
1994 - São Paulo SP - Retratos de Artistas, na Escola Panamericana de Arte
1994 - São Paulo SP - Unidade e Confronto, na Escola Panamericana de Arte
1995 - São Paulo SP - 30 Anos de Pintura, no Masp
1995 - São Paulo SP - Arte em Painéis de Cerâmica, na Casa de Cultura de Santo Amaro
1995 - São Paulo SP - Projeto Arte Atual Brasil, no Renato Magalhães Gouvêa Escritório de Arte
1996 - São Paulo SP - 1ª Off Bienal, no MuBE
1998 - Belém PA - Coletiva, no Museu de Arte Brasil-Estados Unidos
1998 - Cidade do México (México) - 11ª Bienal Iberoamericana de Arte, no Museo del Palacio de Bellas Artes
1998 - Londrina PR - Coletiva, na Bahiarte Galeria de Arte
1998 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria A Hebraica
1998 - São Paulo SP - Impressões: a arte da gravura brasileira, no Espaço Cultural Banespa-Paulista
1999 - Curitiba PR - Galeria de Arte Fraletti e Rubbo
1999 - Curitiba PR - O Gesto Consolidado, na Galeria de Arte Fraletti e Rubbo
1999 - Salvador BA - 1ª Exposição Leilão de Arte, no MAM/BA
1999 - São Paulo SP - 31ª Exposição de Arte Contemporânea, no Chapel Art Show
1999 - São Paulo SP - A Ressacralização da Arte, no Sesc Pompéia
1999 - São Paulo SP - Exposição Coletiva da Sociarte, no Clube Monte Líbano
2000 - Brasília DF - Arte e Tecnologia, na Galeria Visual
2000 - Cidade do México (México) - 12ª Bienal Iberoamericana de Arte, no Palácio de Bellas Artes de La Ciudad de México
2000 - Florianópolis SC - Arte e Tecnologia, no Masc
2000 - Londrina PR - Coletiva, na Bahiarte Galeria de Arte
2000 - Rio de Janeiro RJ - Arte e Tecnologia, na House Garden
2000 - São Paulo SP - Arte e Tecnologia, na House Garden
2000 - São Paulo SP - Coletiva Sociarte, no Clube Atlético Monte Líbano. Espaço Cultural
2000 - São Paulo SP - Encontro com a Arte, no Espaço Cultural Cristal
2000 - São Paulo SP - O Bardi dos Artistas, no Memorial de América Latina
2002 - São Paulo SP - México Imaginário: o olhar do artista brasileiro, na Casa das Rosas
2003 - Rio de Janeiro RJ - Projeto Brazilianart, na Almacén Galeria de Arte
2004 - Campinas SP - Coleção Metrópolis de Arte Contemporânea, Espaço Cultural CPFL
2004 - São Paulo SP - Coletiva de Artistas Contemporâneos, no Esporte Clube Sírio
2004 - São Paulo SP - Novas Aquisições: 1995-2003, no MAB-FAAP
2005 - São Paulo SP - Pequenas Grandes Obras, na Cultural Blue Life

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Gustavo Rosa - Homem no Barco
Homem no Barco
Amilcar de Castro - Sem Título
Sem Título
Calasans Neto - Sem Título
Sem Título