Escritoriodearte.com > Artistas > Franzé Chaves

Franzé Chaves

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Franzé Chaves (Fortaleza CE 1961)

Pintor, gravador e artista multimídia.

Forma-se em filosofia pela Universidade Federal do Ceará. Faz diversos cursos para aprofundar seus conhecimentos em artes. É aluno de Guto Lacaz, Eduardo Eloy, Luiz Áquila e Aderson Medeiros. Tem aulas de escultura com a artista plástica francesa Roseline Granet e a escultora suíça Irma Corecco, e participa de curso de serigrafia da Oficina de Gravados em Havana (Cuba).

Depoimentos

"Por entre os caminhos de minha vivência plástica, muitas expressões já se fizeram passar. Todas elas são provenientes de uma mesma fonte: Inspiração, "intelectualização" e transpiração. (...) Justifica-las, ou ainda explicá-las, não cabe a mim; já que na arte, a cada olhar/sentir nasce um a nova interpretação. E a cada interpretação brota um mundo prenhe de identificações pessoais".
Barrinha
CHAVES, Franzé. Ad Referendum. In: BARRINHA. Coração : pinturas, instalação e vídeo. Fortaleza : Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará, 1990. il. color. , foto p.

Críticas

"Sobre um fundo branco trabalha com cores que não as que, originalmente, costuma trabalhar - branco, preto e vermelho. Agora lhe são fornecidas preto, o verde e o amarelo. Esta impossibilidade desafiadora que o faz pensar em zonas de luz e sombra. A execução é elaborada em gestos rápidos, à maneira do ´action painting´ americano. As figuras/símbolos estão lá, como estavam em Fortaleza, em São Paulo. Como estão em sua obra. Agora, com mais agilidade, mais leves, mais luminosas. Uma forma (in)humana, que domina toda a composição (e presente, igualmente, em outras composições), está cercada por suas complementares, que possibilita e ao mesmo tempo dirige a leitura, permeada por um jogo dual do espaço (o painel está racionalmente dividido pela figura central, que, em si mesma, é um duplo) e do gesto/luz (que acrescenta novos valores e maior proximidade/visualidade à obra). Em contraposição, ao trabalhar, o mesmo tema, em serigrafia, no atelier de gravura cubano, Franzé Chaves fixa no tempo imagens já decodificadas, de símbolos religiosos ou civilizações/sociedades antigas, numa hieraticidade que valoriza estas mesmas formas/símbolos".
Elvira Vernaschi
BARRINHA (Franzé Chaves): cor ação: pintura instalação e vídeo. Apresentação de Elvira Vernaschi. Fortaleza: Museu de Arte da UFC-MAUC, 1989.

"O jovem Franzé Chaves (Barrinha), de Fortaleza, Ceará, é um representante típico dos artistas que buscam no seu ambiente, os recursos e as fontes simbólicas para a sua expressão plástica. Para o artista não há recursos ou fontes pobres ou ricos. O estudo, a pesquisa, a invenção artística dependem exclusivamente da vontade política, da consciência crítica e da sua dedicação técnica. (...) Ele pinta com óleos e desenha com pólvora, queimando-a a seguir, o artista não só promove um ritual votivo, de encomenda, de dedicação, como definitiva e magnificante inscreve a memória do fogo na superfície do papel".
Radha Abramo
ABRAMO, Radha. Franzé Chaves. In: BARRINHA. Coração : pinturas, instalação e vídeo. Fortaleza : Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará, 1990. il. color. , foto p.

"O Barrinha sabe disso e parece brincar com fogo, parece jogar com a Arte. Com o olhar cortante de artista, recolhe, deglute, digere e se alimenta de fragmentos do mundo; pela Arte arranca pedaços do seu coração, do seu estômago, de seu cérebro, e , através da Arte, gruda nos corações dos outros um mundo de sonhos, memória ancestral, de referências e de realidade vivida. Neste processo, Barrinha consegue cumprir seu destino de construtor e reconstrutor da humanidade. Não sei se isso é coisa de artista, santo ou demônio. Acho que é coisa de artista artista".
Roberto Galvão
GALVÃO, Roberto. Barrinha: artista artista. In: BARRINHA. Multiplos desejos; ou apenas vultos. Fortaleza : Fundação Edson Queiroz, 1997. [8 p. ] il. p. b. color.

Acervos

Museo Plaza de La Revolucion - Havana (Cuba)
Museo Nacional de Cuba - Havana (Cuba)
Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM/SP - São Paulo SP
Pinacoteca da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará - Fortaleza CE

Exposições Individuais

1989 - Havana (Cuba) - Individual, no Museu Plaza de La Revolución
1989 - Paris (França) - Individual, no Galeries Nationales du Grand Palais
1990 - Fortaleza CE - Busca da Identidade, no Palácio da Abolição
1990 - Fortaleza CE - Cor Ação, no Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará
1993 - Fortaleza CE - Paisagem Cearense, na La Boheme Galeria
1995 - Fortaleza CE - Paisagem Cearense, na La Boheme Galeria
1996 - Fortaleza CE - Pedaços da Alma, no Centro de Artes Visuais Raimundo Cela
1996 - Fortaleza CE - Pedaços da Alma, no Centro Cultural da Abolição
1997 - Fortaleza CE - Múltiplos Desejos ou Apenas Vultos, na Universidade de Fortaleza.Fundação Edson Queiroz

Exposições Coletivas

1982 - Fortaleza CE - Salão dos Novos - prêmio destaque
1983 - Fortaleza CE - Gênesis, na Galeria Antônio Bandeira
1985 - Fortaleza CE - 35º Salão de Abril
1985 - Fortaleza CE - 6º Unifor Plástica
1985 - Fortaleza CE - Arte Postal, na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos
1986 - Recife PE - Mural de Arte Contemporânea
1987 - Fortaleza CE - 37º Salão de Abril - prêmio de melhor instalação
1987 - Fortaleza CE - 8º Unifor Plástica
1987 - Fortaleza CE - Talento 87, no Espaço Cultural da Teleceará
1988 - Fortaleza CE - 38º Salão de Abril
1988 - Fortaleza CE - 9º Unifor Plástica - 1º prêmio em instalação e menção honrosa em performance
1988 - Fortaleza CE - Talento 88, no Espaço Cultural da Teleceará
1988 - São Paulo SP - Salão da Universidade Santa Marcelina
1989 - Fortaleza CE - 10º Unifor Plástica, no Espaço Cultural da Unifor - artista convidado - sala especial
1989 - Fortaleza CE - 39º Salão de Abril
1989 - Fortaleza CE - Escape se Quiser, na Galeria Raimundo Cela
1989 - Havana (Cuba) - 3ª Bienal de Havana
1989 - Madri (Espanha) - Coletiva de Gravuras, no Carpeta de La España
1989 - São Paulo SP - Mostra de Arte Contemporânea sobre papel Canson, no MAM/SP - grande prêmio de viagem à França
1990 - Fortaleza CE - 11º Unifor Plástica, no Espaço Cultural da Unifor
1990 - Fortaleza CE - Exposição de pinturas, instalação e vídeo, no Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará
1990 - Fortaleza CE - 41º Salão de Abril, no Centro de Artes Visuais Raimundo Cela
1991 - Belém PA - 10º Arte Pará, na Fundação Romulo Maiorana - prêmio de participação
1991 - Campinas SP - Nordeste Contemporâneo: 11 artistas, no Centro de Convivência Cultural
1991 - Fortaleza CE - 12º Unifor Plástica - 1º prêmio de pintura
1991 - Fortaleza CE - 2ª Exposição Internacional de Esculturas Efêmeras, na Fundação Demócrito Rocha
1991 - Fortaleza CE - Fortaleza Arte Hoje, na Domine Galeria
1991 - Fortaleza CE - Gravuras Internacionais, no Mauc
1991 - Fortaleza CE - 12º Unifor Plástica, no Espaço Cultural da Unifor
1992 - Belém PA - 1º Salão Paraense de Arte Contemporânea
1992 - Fortaleza CE -1º Salão Universitário de Cultura, na Universidade Federal do Ceará - 1º prêmio pintura
1993 - Belém PA - 2º Salão Paraense de Arte Contemporânea
1993 - Fortaleza CE - 2º Salão Universitário de Cultura, na Universidade Federal do Ceará
1993 - Fortaleza CE - 50º Salão Municipal de Abril - primeiro prêmio objeto
1993 - Fortaleza CE - Paisagem Cearense, na Galeria La Boheme
1993 - Fortaleza CE - 1º Salão de Artes do Centro Médico Cearense
1993 - Fortaleza CE -1º Salão de Artes do Centro Médico Cearense
1994 - Fortaleza CE - 45º Salão de Abril - prêmio de manifestação contemporânea
1995 - Fortaleza CE - 46º Salão de Abril
1995 - Fortaleza CE - Arte Cearense: 12 a postos, no Centro Cultural Palácio da Abolição
1995 - Fortaleza CE - Paisagem Cearense, na La Boheme Galeria
1996 - Fortaleza CE - 2º Salão Norman Rockwell, na Galeria Ibeu
1996 - Fortaleza CE - 47º Salão de Abril
1996 - Fortaleza CE - Coletiva, no Estoril
1996 - Fortaleza CE - Coletiva, no Salão do Clube dos diretores Lojistas - artista convidado
1996 - Fortaleza CE - Diversificação, na La Boheme Galeria
1997 - Fortaleza CE - 48º Salão de Abril
1997 - Fortaleza CE - Grande Prêmio Fundação Cultural de Fortaleza
2000 - Fortaleza CE - 51º Salão de Abril, na Galeria Antônio Bandeira
2001 - Fortaleza CE - 52º Salão de Abril, na Galeria Antônio Bandeira

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Elena Nikitina - Cello Crescente
Cello Crescente
Luiz Sacilotto - Figura Feminina
Figura Feminina
Anita Malfatti - Paisagem dos Pirineus
Paisagem dos Pirineus
Arcangelo Ianelli - Sem Título
Sem Título