Escritoriodearte.com > Artistas > Felipe Augusto Fidanza

Felipe Augusto Fidanza

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Felipe Augusto Fidanza (Lisboa, Portugal ca.1847 - Belém PA 1903)

Fotógrafo e pintor.

Ativo entre as décadas de 1860 e 1910. É o principal fotógrafo a atuar em Belém (PA) na segunda metade do século passado e no início do século XX. Dono de um concorrido estúdio de retratos, notabiliza-se também como paisagista, tendo registrado as profundas transformações urbanísticas ocorridas na cidade em decorrência da opulência proporcionada pelo ciclo da borracha, que transforma a modesta cidade colonial portuguesa numa metrópole de inspiração francesa. É representante em Belém da firma Huebner & Amaral, sediada em Manaus, e fotografa também as capitais amazonense e pernambucana. É um dos pioneiros do cartão-postal fotográfico no Brasil.

Críticas

"Felipe Augusto Fidanza foi para Belém o que Malta foi para o Rio de Janeiro e Gaensly para São Paulo: o perfeito cronista visual da modernização da cidade. Com efeito, quando ele começou a fotografar, em 1867, a cidade foi descrita como um local no qual não existia 'nenhum monumento notável: as ruas são irregulares, as casas, em geral, são construídas de pedra, mas não oferecem nenhum ornamento de arquitetura; e, ainda que sejam, na maior parte, cômodas e asseadas, há apenas poucos anos ainda algumas delas não tinham vidraças'. Porém, durante seus quase quarenta anos de profissão, Fidanza assistiu o Ciclo da Borracha transformar aquela modesta cidade de modelo colonial português numa metrópole de pujança invejável. (...) Tudo isso registrou Fidanza, com olhar sensível e técnica segura, que fizeram dele o fotógrafo preferido por sucessivas administrações municipais. Todas ilustravam invariavelmente os relatórios de suas gestões com fotografias de sua autoria".
Pedro Vasquez
Vasquez, Pedro. Mestres da fotografia no Brasil: Coleção Gilberto Ferrez. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 1995.

Acervos

Acervo da Fundação Biblioteca Nacional - Rio de Janeiro RJ
Acervo Fundação Joaquim Nabuco - Recife PE
Acervo Instituto Moreira Salles - Rio de Janeiro RJ
Coleção Gilberto Ferrez, Acervo Instituto Moreira Salles - Rio de Janeiro RJ
Coleção Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro RJ
Leibniz-Institut für Länderkunde - Leipzig (Alemanha)

Exposições Coletivas

1875 - Rio de Janeiro RJ - 4ª Exposição Nacional, na Secretaria dos Negócios da Agricultura, Comércio e Obras Públicas
1889 - Paris (França) - Exposição Universal de Paris - medalha de bronze

Exposições Póstumas

1985 - Rio de Janeiro RJ - Dom Pedro II e a Fotografia no Brasil, na Casa do Bispo  
1986 - Paris (França) - La Photographie Bresilienne au Dix-Neuvieme Siecle, no Mairie du XIVe Arrondissement 
1995 - Rio de Janeiro RJ - Mestres da Fotografia no Brasil: Coleção Gilberto Ferrez, no CCBB
1997 - Rio de Janeiro RJ - A Coleção do Imperador: fotografia brasileira e estrangeira no século 19, no CCBB
1997 - São Paulo SP - A Coleção do Imperador: fotografia brasileira e estrangeira no século 19, na Pinacoteca do Estado
1997 - Buenos Aires (Argentina) - A Coleção do Imperador: fotografia brasileira e estrangeira no século 19, no Museo Nacional de Bellas Artes
2000 - Porto (Portugal) - A Coleção do Imperador: fotografia brasileira e estrangeira no século 19, no Centro Português de Fotografia

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Fulvio Pennacchi - Composição
Composição
Arcangelo Ianelli - Sem Título
Sem Título
Lothar Charoux - Sem Título
Sem Título