Escritoriodearte.com > Artistas > Elza Lima

Elza Lima

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Elza Lima (Belém PA 1952)

Fotógrafa.

Elza Maria Sinimbú Lima foi formada em história pela Universidade Federal do Pará - UFPA em 1979. Em Belém, freqüenta curso de fotografia coordenado por Miguel Chikaoka (1950) na Oficina Fotoativa, em 1984. Integra a equipe do projeto Ação Cultural e Pedagógica com Imagens, do Centro de Recursos Audiovisuais da Amazônia, entre 1985 e 1987. Em 1989, trabalha na Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves - Centur, onde cria um acervo fotográfico das manifestações culturais da região amazônica, e, em convênio com a Fundação Nacional do Índio - Funai, inicia o trabalho de documentação de tribos indígenas da Amazônia Legal. Recebe prêmio de fotógrafa do ano, em 1990, concedido pela Associação dos Artistas do Pará, e o Prêmio José Medeiros do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ, em 1991. Vive durante seis meses na Suíça com uma bolsa concedida pelo Kunstmuseum des Kantons Thurgau [Museu de Arte do Cantão Thurgau], em 1995, e desenvolve o projeto Vendo de Perto com Olhares de Fora com o fotógrafo suíço Barnabás Bosshart (1947). No ano seguinte, é contemplada com o Prêmio Marc Ferrez da Fundação Nacional de Arte - Funarte e, em 1999, com a Bolsa Vitae de Artes. No fim dos anos 1990, desenvolve com Antonio Augusto Fontes (1948), Ed Viggiani (1958), Celso Oliveira (1957) e Tiago Santana (1966), o projeto Brasil sem Fronteiras, no qual documenta as cidades fronteiriças do oeste do país. Os ensaios dão origem ao livro homônimo, lançado em 2001.

Comentário Crítico

O trabalho de Elza Lima enfoca as tradições culturais e o cotidiano das populações ribeirinhas do Pará. A artista registra as festas populares, o artesanato, a pesca, as moradias, as brincadeiras infantis e a presença de ícones da modernidade, como a televisão e objetos industrializados no dia-a-dia das comunidades. Algumas imagens chamam a atenção para a relação afetiva das pessoas com o meio ambiente: crianças subindo em árvores, se banhando nos rios, ou segurando animais silvestres como se fossem de estimação.

Os ensaios procuram aliar documentação e subjetividade e, por isso, estão historicamente vinculados ao fotodocumentarismo moderno, inaugurado pela agência francesa Magnum Photos, fundada em 1947 por Robert Capa (1913 - 1954) e Henry Cartier-Bresson (1908 - 2004), entre outros. A obra de Elza Lima remete sobretudo à produção de Bresson, pois se caracteriza pelo congelamento de instantes fugazes e pelo cuidado com a composição. Segundo Bresson, "dentro do movimento há um momento no qual todos os elementos que se movem estão em equilíbrio. A fotografia deve capturar esse momento e conservar estático seu equilíbrio".1

Elza Lima flagra o cachorro pulando no rio enquanto o menino nu olha distraidamente para fora do quadro, as crianças saltando na água, a menina vestida de anjo numa canoa à beira do lago. Os corpos parados no ar, os sorrisos, as asas e a nudez conferem uma aura de liberdade e pureza às cenas. Além disso, suas fotos correspondem ao desejo de perpetuar aspectos de uma cultura e de um modo de vida que estão em constante transformação.

Nota
1 BRESSON, Henri-Cartier. El instante decisivo (1952). In: FONTCUBERTA, Joan (ed.). Estética fotográfica. Uma seleción de textos. Barcelona: Editorial Gustavo Gilli, SA., 2003, p. 229.

Críticas

"Elza Lima tem força e estilo. Sua fotografia identifica-se pela ousadia com que ela navega pelos espaços escolhidos. Seu olhar é enviesado e vai buscar interesse em ocorrências e personagens que habitam o segundo plano, conferindo-lhes uma participação fundamental nas tramas visuais que ela elabora. Uma estética própria, rica e surpreendente, não prejudica, em nenhum momento, a humanidade de seus atores. Continuam preservadas as emoções de todos, em sua alegria, sofrimento e resignação".
Luis Humberto
Luis Humberto - Elza Lima tem força e estilo.

"Elza Lima contribui para a consolidação do olhar amazônico, que é simultaneamente reflexão e amorosidade. O signo fotográfico é orientado para um processo específico de significação. A apreensão da realidade reinventa, via o potencial da fotografia, a própria visualidade do real. O caráter político desse processo está na individualização do caboclo como sujeito. 
Se Elza Lima tem um vasto portfolio documental das tradições culturais do Pará, importa agora ver como desse conjunto emergem testemunhos da opacidade. A linguagem fotográfica traduz visualmente a desvalia: um rosto desfocado, um corpo velado por uma rede de pescar, uma distância, uma máscara da morte, um anjo inocente e maroto, ou um corpo desmaterializado em velocidade, tudo conota a diferença sob a aparição".
Paulo Herkenhoff
Paulo Herkenhoff - Elza Lima, a emergência do projeto.

"Sim, porque esta mulher sintetiza o sonho e o profano num encontro uníssono e tensionado; é quando o absurdo emerge do simples, flutuando seus pedaços na correnteza dos quintais amazônicos, trazendo de roldão a nossos olhos velhos com rádios de pilhas, anjos a cavalgar numa eterna e estranha viagem, mulher e a esperança à cabeça em forma de banana nos trilhos que não levarão a lugar nenhum, menina protegida com o retrato do pai à porta da casa, as ondas televisivas que brotam das paredes descascadas, a indução à pureza ou ao pecado do menino nu nos édens dos igarapés, as meninas e o jogo sensual dos espelhos e leques, enfim, os sinos de Belém a bater sobre a cabeça de Elza, verdadeiro canteiro de aparições, boiando sombras, asas, brancos tecidos, máscaras enrugadas, crianças desnudadas, surreal encontro nuclear e infinito".
Walter Firmo
Walter Firmo - Surreal encontro nuclear e infinito.

Acervos

Coleção Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ
Fundação Rômulo Maiorana - Belém PA
Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves - Belém PA
Coleção Joaquim Paiva - Brasília DF
Coleção Cobras (Ford) - Belém PA
Coleção Centro Cultural Banco do Brasil - Rio de Janeiro RJ
Coleção Biblioteca Nacional - Rio de Janeiro RJ
Museu da Imagem e do Som - Belém PA
Kunstmuseum des Kantons Thurgau - Suíça
Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - São Paulo SP
Fundação Finep - Rio de Janeiro RJ
Museu de Arte de Belém - Belém PA
Coleção Thomaz Farkas - São Paulo SP
NAFoto - São Paulo SP

Exposições Individuais

1990 - Belém PA - Balata: Fotografias e Esculturas, na Galeria Theodoro Braga
1992 - Belém PA - Índios Awa-Guajá, na Biblioteca Arthur Viana
1993 - Belém PA - Nunca Verás Nenhum País como Este, na Galeria Rômulo Maiorana
1993 - São Luís MA - Nunca Verás Nenhum País como Este, no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho
1994 - Curitiba PR - Nunca Verás Nenhum País como Este, no Instituto Goethe
1994 - Alemanha - Menschen in Amazonien - Elza Lima Fotografien aus Brasilien, na Bibliothek der Stads Aachen
1994 - Albuquerque (Estados Unidos) - Photographys by Elza Lima, no Festival Toys from the Amazon Region Opening

Exposições Coletivas

1986 - Belém PA - O Meio Ambiente, no Hall Ismael Nery
1987 - Ouro Preto MG - 1º Fotonorte, 6ª Semana Nacional de Fotografia - itinerante
1988 - Belém PA - 2ª Jornada de Fotografia 24 Horas de Belém, no Museu da UFPA
1988 - Belém PA - 7º Salão Arte Pará, na Fundação Rômulo Maiorana - prêmio aquisição
1988 - Belém PA - Dezembro, na Galeria Theodoro Braga
1989 - Belém PA - 8º Salão Arte Pará, Coletiva Cor, na Galeria Romulo Maiorana
1989 - Belém PA - A Amazônia, o Homem É a Natureza, no Espaço Cultural do Mercado de São Braz
1989 - Belém PA - Elza Lima e Octávio Cardoso, na Galeria Romulo Maiorana
1989 - Rio de Janeiro RJ - 1º Fotonorte, na Galeria de Furnas
1990 - Belém PA - Chuva, na Fundação Romulo Maiorana
1990 - Belém PA - Comemorativa dos 119 Anos da Biblioteca Pública Arthur Viana
1991 - Belém PA - 10º Salão Arte Pará, na Galeria Romulo Maiorana - prêmio aquisição
1991 - Belém PA - A Cor da Imagem e a Imagem da Cor, no MIS/PA
1991 - Belém PA - Waldemar Henrique, no MIS/PA
1992 - Belém PA - 11º Salão Arte Pará, na Galeria Rômulo Maiorana - prêmio aquisição
1992 - Belém PA - 3º 24 Horas de Belém, na Fundação Romulo Maiorana
1992 - Belém PA - Amazonarte, no Círculo Militar
1992 - Belém PA - Pra Ver o Círio Passar, no Núcleo de Arte da UFPA
1992 - Zurique (Suíça) - Imagens do Brasil, na Fundação Suíça para Fotografia
1993 - Belém PA - 12º Salão Arte Pará, na Galeria Romulo Maiorana
1993 - Belém PA - 2º Salão Paraense de Arte Contemporânea
1993 - Belém PA - Água, no Museu da UFPA
1993 - Belém PA - Direitos Humanos, no Museu da UFPA
1993 - Belém PA - Vida, Resistência e Luta pela Terra, Índios Tembé, no Núcleo de Arte da UFPA
1993 - Rio de Janeiro RJ - Pra Ver o Círio Passar, na Galeria da Funarte
1993 - São Paulo SP - 1º Mês Internacional da Fotografia, no Sesc/Pompéia
1993 - São Paulo SP - Fotografia Brasileira Contemporânea, no Sesc Pompéia
1994 - Augsburgo (Alemanha) - Arte de Belém - Brasil, na Casa de Brecht
1994 - Belém PA - 1º Encontro de Arte, na Galeria do Centro Cultural Brasil-Estados Unidos
1994 - Belém PA - Caminhos Caminhões, na Revendedora Ford do Pará - Cobrás
1994 - Belém PA - Fotoativa 10 Anos
1994 - Belém PA - Homenagem ao Mestre Lucindo Preamar
1994 - Rio de Janeiro RJ - 18º Salão Carioca, na EAV/Parque Lage
1994 - Rio de Janeiro RJ - 1º Salão Finep de Fotojornalismo - menção honrosa
1994 - Rio de Janeiro RJ - Documentaristas Contemporâneos Brasileiros, no CCBB
1994 - Salvador BA - 3º Salão Nacional de Artes Fotográficas
1994 - San Francisco (Estados Unidos) - Contemporary Brazilian Photography: a selection of photographs from the collection of Joaquim Paiva, no Center for the Arts Yerba Buena Gardens
1995 - Alemanha - Das Bild Forum 3 Internationale Fototage Herten'95, Lichtbilder Junge Brasilianesche Fotografie
1995 - Aracaju SE - As Fotógrafas, na UFSE
1995 - Brasília DF - Fotógrafos Paraenses - Vitrine dos Estados, no Senado Federal
1995 - João Pessoa PB - Salão Paraíba Brasil de Arte Fotográfica
1995 - Manaus AM - Comemorativa dos 90 Anos de Waldemar Henrique, na Galeria de Arte da Universidade da Amazônia, Instituto da Cidade
1995 - Rio de Janeiro RJ - Fotoativa 10 Anos, na Galeria da Funarte
1995 - Rio de Janeiro RJ - Fotografia Brasileira Contemporânea, no CCBB
1995 - Salvador BA - 4º Salão de Artes Fotográficas da Bahia
1995 - São Paulo SP - 5ª Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Masp
1995 - São Paulo SP - Coletiva Brasileira de Retratos Anos 80 e 90, Mês Internacional da Fotografia, na Faap
1995 - Suíça - Vendo de Perto com Olhares de Fora, Elza Lima e Barnabás Bosshart, Kunstmuseum Des Kantons Thurgau
1996 - Belém PA - De Longe e de Perto, na Galeria Theodoro Braga
1996 - Bogotá (Colômbia) - Imagenes de Brasil. Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, na Casa do Brasil
1996 - Buenos Aires (Argentina) - Imagenes de Brasil. Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no MNBA
1996 - Caracas (Venezuela) - Imagenes de Brasil. Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, Museo de Arte Contemporáneo de Caracas Sofía Imber
1996 - Colônia (Alemanha) - Lichtbilder - Jung Brasilianische Fotografie - 10. Internationale Photoszene Köln
1996 - Curitiba PR - Brasil Mostra Tua Cara - 1ª Bienal de Fotografia, no Solar do Barão
1996 - Inglaterra - Novas Travessias - Recent Photographie Art from Brazil, na The Photographers Gallery
1996 - Rio de Janeiro RJ - LGC Galeria Arte Hoje
1997 - Belém PA - 24 Horas de Belém
1997 - Belém PA - Criança Violência, Fotoativa
1997 - Oriximiná PA - Rota d'Água, no 7º Encontro das Raízes Negras
1997 - Ouro Preto MG - Imagens da Amazônia - Projeto Arca de Noé/Museu do Estado do Pará, 29º Festival de Inverno da UFMG
1997 - Santiago (Chile) - El Brasil de los Brasileros, na Contra Luz Galeria
1997 - São Paulo SP - Na Fronteira dos Sentidos, no 3º Mês Internacional da Fotografia, no CCSP
1998 - São Paulo SP - Amazônicas, no Itaú Cultural
1998 - São Paulo SP - Fronteiras, no Itaú Cultural
1999 - Wolfsburg (Alemanha) - Brasilianische Fotografie 1946 bis, no Kunstmuseum Wolfsburg
2000 - Curitiba PR - Brasil sem Fronteiras, no Centro Cultural Solar do Barão
2000 - Recife PE - Imagens de Fronteira, no Observatório Cultural Malakoff
2001 - Houston (Estados Unidos) - Brasil sem Fronteiras, no Houston Center for Photography
2001 - Pittsburg (Estados Unidos) - Brasil sem Fronteiras, no Silver Eye Center for Photography
2002 - Belém PA - Fotografia Contemporânea Paraense, no MIS/PA
2002 - São Paulo SP - Visões e Alumbramentos: fotografia contemporânea Brasileira da coleção Joaquim Paiva, no Pavilhão Lucas Nogueira Garcez - Oca

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Victor Brecheret - Figura Feminina com Cavalo
Figura Feminina com Cavalo
Aldemir Martins - Mulher Rendeira
Mulher Rendeira
Jean Michel Folon - Metrópole
Metrópole