Escritoriodearte.com > Artistas > Edilson Araújo

Edilson Araújo

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Edilson Araújo (1950)

1950 - Ouro Branco RN - 23 de fevereiro

Formação

Autodidata

Cronologia

Pintor

1970 - São Paulo SP - Vive nessa cidade
1985/1986 - São Paulo SP - Cria cartões natalinos para a Legião Brasileira de Assistência - LBA
1985 - Brasília DF - Cria selos natalinos para a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT
1986 - Brasília DF - Cria um aerograma natalino para a ECT
1987 - São Paulo SP - Cria cartões natalinos para a Unicef
1988 - São Paulo SP - Cria calendário para a empresa de plásticos Mueller
2000 - Embu SP - Cria calendário para a Galeria Casarão Antiguário

Críticas

"Céus de manhãs azuis ou de tardes rosadas fazem fundos luminosos a árvores, flores, pássaros e riachos em suas pinturas encantadoras, enquanto que os personagens que as povoam possuem um realismo cheio de graça pelo pitoresco dos detalhes. Mas, Edilson complementa essas qualidades inerentes aos bons ingênuos com uma intuição compositiva admirável enquanto equilibra as tonalidades como se conhecesse as leis científicas que regem as cores. Outros pontos a serem notados nos trabalhos deste artista são a propriedade da distribuição das luzes e das sombras com uma paleta limpíssima. Quanto aos temas, Edilson os escolhe entre as lembranças que guarda, como bom nordestino que é, de seu distante rincão: - Retirantes, Vendedores de Coco, Lavadeiras, Pau-de-Sebo e tantos outros".
Ernestina Karman
EDILSON. São Paulo: ETC Galeria de Arte, 1984.

"Em suas telas plenas de colorido, encharcadas de um Brasil agreste, tão nosso, estão os cactus, os ásperos arvoredos, às vezes verdes, às vezes secos, mandacarus, com suas flores enormes e alvas, a caatinga, a persistência dos pássaros, a figura humana e os simples animais que o acompanham. É o Nordeste. O Nordeste revisitado na arte de Edilson, um artista primitivo do maior valor".
Paulo Augusto Bueno Wolf
EDILSON: pintura. Santos: Centro Cultural Brasil-Estados Unidos, 1985.

Acervos

Centro Cultural Brasil Estados Unidos - CCBEU - Santos SP
Escritório Central da Unicef - Nova York (Estados Unidos)
Museu Edson Carneiro - Rio de Janeiro RJ
Museu Postal Brasileiro - Brasília DF
Museu Primitivo de Assis - Assis SP

Exposições Individuais

1982 - Santos SP - Individual, na Mini Galeria Piada da Associação dos Médicos de Santos
1984 - Brasília DF - Individual, na ECT Galeria de Arte
1984 - São Paulo SP - Individual, no Salão de Eventos Filatélicos D. Pedro II - Agência Central dos Correios e Telégrafos 
1985 - Santos SP - Individual, na Galeria de Artes do Centro Cultural Brasil-Estados Unidos
1985 - Brasília DF - Individual, na Itaugaleria
1986 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Funarte. Sala do Artista Popular
1995 - São Paulo SP - Individual, no Lobby do Novotel

Exposições Coletivas

1980 - São Paulo SP - 1º Salão Nacional de Artes Plásticas Alberto Santos Dumont, no Parque Ibirapuera - medalha de bronze
1981 - Limeira SP - 9ª Salão Limeirense de Arte Contemporânea
1981 - São Paulo SP - 1º Salão Nacional de Artes Plásticas Pablo Picasso, no Sindicato dos Aeroviários do Estado de São Paulo - menção honrosa
1981 - São Paulo SP - 2º Salão Nacional de Artes Plásticas Alberto Santos Dumont, no Círculo Militar de São Paulo - medalha de bronze  
1982 - São Bernardo do Campo SP - 1º Salão Nacional de Artes Plásticas Brigadeiro Eduardo Gomes, no Clube dos Bancários de São Bernardo do Campo - medalha de prata
1982 - Taboão da Serra SP - 3º Salão de Artes Plásticas de Taboão da Serra - prêmio aquisição
1982 - Araçatuba SP - 4º Salão Nacional de Artes Plásticas de Araçatuba - medalha de prata
1982 - São Paulo SP - 4ª Exposição Cultural dos Imigrantes, no Pavilhão da Bienal
1982 - São Paulo SP - 4ª Salão Nacional de Artes Plásticas Alberto Santos Dumont, no Parque Ibirapuera
1982 - São Bernardo do Campo SP - 25º Salão de Artes Plásticas de São Bernardo do Campo
1983 - São Paulo SP - 1º Salão Nacional da Paisagem da União Nacional dos Artistas Plásticos - medalha de ouro
1984 - Natal RN - Coletiva, na Galeria de Arte da Universidade do Rio Grando do Norte
1984 - São Paulo SP - Coletiva, na Agência Central dos Correios e Telégrafos
1985 - São Paulo SP - 15 anos da ECT, na Sede Central dos Correios e Telegrafos de São Paulo
1985 - Poços de Caldas MG - Coletiva, na Galeria de Artes Nossa
1985 - São Paulo SP - Salão Brasil do Hotel Maksoud Plaza
1986 - Brasília DF - Grande Coletiva de Verão, na Oscar Seraphico Galeria de Arte
1986 - São Paulo SP - Pintores Naïfs de São Paulo, na Galeria Jacques Ardies
1987 - São Paulo SP - Coletiva, no Terraço Bonair do Hotel Maksoud Plaza
1987 - Campinas SP - 1º Festival de Arte Naïf Brasileira
1988 - Natal RN - 2º Festival de Cinema de Natal
1989 - Campinas SP - Coletiva, na Casa da Arte Brasileira
1989 - Buenos Aires (Argentina) - Coletiva, na Galeria Ceart
1989 - Jaboticabal SP - Coletiva, na Unesp
1989 - Campinas SP - 2º Festival de Arte Naïf Brasileira
1990 - Campinas SP - Exposição de Arte Naïf, no Arraial das Cores do Centro de Convivência Cultural de Campinas
1990 - São Paulo SP - Coletiva, na Galeria Anima Espaço de Arte
1992 - Estoril (Portugal) - Coletiva, na Galeria de Arte do Cassino Estoril
1992 - Natal RN - Panorama da Pintura Ingênua Brasileira, na Galeria de Arte da Biblioteca Pública Câmara Cascudo
1998 - Piracicaba SP - 4ª Bienal Naifs do Brasil 1998, no Sesc 
1999 - São Paulo SP - Coletiva, no Sesc Paraíso
1999 - Itapetininga SP - Coletiva, no Sesc
1999 - Limeira SP - Coletiva, no Sesc
2000 - Lisboa (Portugal) - Projeto Nação Popular - Brasil 500 Anos
2000 - São Paulo SP - Coletiva, no Hospital Albert Einstein
2001 - Brasília DF - Talentos da ECT, na ECT Galeria de Arte

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Marysia Portinari - Vaso de Flor
Vaso de Flor
Clóvis Graciano - Sem Titulo
Sem Titulo
Aldemir Martins - Paisagem
Paisagem