Escritoriodearte.com > Artistas > Cristina Barroso

Cristina Barroso

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Cristina Barroso (São Paulo SP 1958)

Pintora, desenhista e professora.

Estuda nos Estados Unidos na Southern Illinois University, em Carbondale, e no San Francisco Art Institute, em São Francisco, onde também atua como professora assistente de pintura, entre 1980 e 1986. Trabalha simultaneamente no Brasil e no exterior, mantendo ateliês em São Paulo, São Francisco, Berlim e Stuttgart. Entre 1992 e 1994, torna-se artista residente na Fundação Helmut Braumann em Göoppingen, na Alemanha. 

Críticas

"(...) Seu trabalho não se deixa influenciar pelos lugares onde mora, uma vez que sua inspiração vem mais das formas arcaicas do que do ambiente que a circunda. Círculos, pirâmides, formas ovais, linhas que se cruzam, espirais e motivos sinuosos são exemplos da ´linguagem universal´ que usa. Essas formas fundamentais são constantemente enfatizadas nas imagens cotidianas mostradas pela artista. Xícaras, bequeres, vasos, escadas, montanhas - às vezes, somente reconhecíveis após um segundo olhar - estão integrados, sem esforço, a um mundo abstrato de imagens. Normalmente, não é fácil usar a beleza das formas arcaicas em um mundo onde ouropel significa cultura e onde quase não há mais amor às origens; no entanto, elas continuam sendo símbolos. Muitos artistas experimentam usá-los, mas o resultado é muitas vezes psicológico, como acontece com a Transvanguarda. Outros usam esses símbolos apenas para efeito pictórico, criando uma estética superficial, eu quase diria, um papel de parede. Não se encontra esse tipo de superficialidade no trabalho de Cristina Barroso. Ela sabe que, hoje, a arte é um campo à parte, especial, que já não molda a vida e os costumes dos povos. O significado da linguagem das formas das culturas antigas não pode ser reproduzido com vulgaridade. Ela conhece o poder dos símbolos e o poder do mundo-embrião por exemplo, mas também usa esses símbolos de outras maneiras. Algumas vezes, criam um sentimento de espaço e imponderabilidade, outras vezes, representam a diversidade da natureza (...)".
Barbara Wien
CRISTINA Barroso. Apresentação de Barbara Wien. São Paulo: Galeria São Paulo, 1989.

"Falar de lugares e espaços em face dos trabalhos de Cristina Barroso parece quase uma tautologia inadmissível, porque são justamente os lugares e espaços que formam o material para suas pinturas. Ou, mais precisamente: nos trabalhos dessa artista, as imagens de espaços e os nomes de lugares se reagrupam em novas constelações, solapando a ordem abstrata do mundo, sua suposta inabalabilidade e objetividade como, por exemplo, a divisão da natureza em quadrículas nas cartas geográficas".
Karin Stempel
STEMPEL, Karin.  Sinais do Tempo. In: BARROSO, Cristina.  Cristina Barroso. Ribeirão Preto : Museu de Arte de Ribeirão Preto, 2000.

Exposições Individuais

1987 - Ribeirão Preto SP - Individual, na Galeria Jardim Contemporâneo
1988 - Milão (Itália) - Individual, na Galleria Circolo Berthold Brecht
1989 - Berlim (Alemanha) - Individual, na Galerie Edition Schoen
1989 - São Paulo SP - Individual, na Galeria de Arte São Paulo
1990 - Esslingen (Alemanha) - Individual, na Bahnwärterhaus, Galerie der Stadt Esslingen am Neckar
1990 - São Paulo SP - Individual, no Masp
1991 - Berlim (Alemanha) - Individual, na Galerie Rudolf Schoen
1992 - Freiburg (Alemanha) - Individual, na Galerie Ruta Correa
1993 - Göppingen (Alemanha) - Cristina Barroso: neue arbeiten, na Städtische Galerie Göppingen
1994 - Berlim (Alemanha) - Individual, na Galerie Rudolf Schoen
1994 - Dortmund (Alemanha) - Individual, na Dortmunder Kunstverein
1994 - Freiburg (Alemanha) - Individual, na Galerie Ruta Correa
1994 - São Paulo SP - Individual, na Pinacoteca do Estado
1994 - Stuttgart (Alemanha) - Individual, na Kunstraum
1995 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Millan
1996 - Colônia (Alemanha) - Individual, na Galerie Schüppenhauer
1996 - Munique (Alemanha) - Individual, no Europäisches Patentamt
1997 - Stuttgart (Alemanha) - Individual, na Galerie Tilly Haderek
1998 - Augsburg (Alemanha) - Individual, na Städtische Kunstsammlungen, Neue Galerie im Höhmann Haus
1999 - Colônia (Alemanha) - Individual, na Galerie Schüppenhauer
1999 - Kitzbühel (Áustria) - Individual, na Zeitkunst Galerie
2000 - Freiburg (Alemanha) - Individual, na Galerie Ruta Correa
2000 - Munique (Alemanha) - Individual, no Laboratorium Paterinsel
2000 - Ribeirão Preto SP - Individual, no Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
2002 - São Paulo SP - Individual, no Centro Universitário Maria Antonia
2003 - São Paulo SP - Individual, no Paço das Artes

Exposições Coletivas

1982 - San Francisco (Estados Unidos) - San Francisco Art Festival, no Civic Center
1983 - San Francisco (Estados Unidos) - Cinemateque, no San Francisco Art Instiutute
1983 - San Francisco (Estados Unidos) - International Show: Three Painters, na Diogo Rivera Gallery
1983 - San Francisco (Estados Unidos) - San Francisco Art Festival, no Fort Mason
1984 - San Francisco (Estados Unidos) - Diagrams and Figures, na Goodman Gallery
1985 - San Francisco (Estados Unidos) - Art Against Apartheid, na Mission Cultural Center for Latino Arts - itinerante
1985 - San Francisco (Estados Unidos) - New Art in the West, na The Vorpal Gallery
1986 - São Paulo SP - 4º Salão Paulista de Arte Contemporânea, na Fundação Bienal
1988 - Bolonha (Itália) - Coletiva, na Galeria Nicola Verlato
1988 - Gênova (Itália) - Coletiva, na Galeria La Polena
1988 - Milão (Itália) - Coletiva, no Circulo Berthold Brecht
1988 - Milão (Itália) - Milano Punto Uno, no Studio Marconi
1988 - Roma (Itália) - Coletiva, na Galeria Mara Coccia
1988 - Turim (Itália) - Coletiva, na Galeria La Nuova Bussola
1989 - Bonn (Alemanha) - 6 x Brasil: Neue Brasilianische Malerei, na Galerie Raue
1989 - Ribeirão Preto SP - 14º Salão de Arte de Ribeirão Preto - menção especial
1989 - São Paulo - Coletiva, na Galeria de Arte São Paulo
1990 - Berlim (Alemanha) - Art Brasil Berlin. José Roberto Aguilar, Cristina Barroso e Rubens Oestroem, na Galerie Rudolf Schoen
1990 - Berlim (Alemanha) - Brasil Já, na Galerie Rudolf Schoen
1990 - Bonn (Alemanha) - Brasil-Jovens Universalistas/Ursprünge der Kunst II, na Ifa-Galerie
1990 - Ontário (Canadá) - Under the Name Babel, na Rental Gallery e na Meta Gallery
1990 - San Francisco (Estados Unidos) - Under the Name Babel, na Rental Gallery
1991 - São Paulo SP - 21ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1992 - Ancara (Turquia) - Sanart International
1992 - Berlim (Alemanha) - Farbe Gold, na Haus am Lützowplatz
1993 - Maceió AL - Workshop Brasil-Alemanha, no Museu de Arte Sacra
1994 - Belém PA - 13º Salão Arte Pará, na Fundação Romulo Maiorana
1994 - Munique (Alemanha) - Art Brasil-Heute, no Europäisches Patentamt
1994 - Olinda PE - Artistas Alemães e Brasileiros na Alemanha, no MAC/Olinda
1995 - Curitiba PR - 11ª Mostra da Gravura Cidade de Curitiba, na Fundação Cultural de Curitiba. Solar do Barão
1995 - Frankfurt (Alemanha) - Art Brasil, na Hauke Contemporary Art
1995 - Londres (Inglaterra) - New Brazilian Art, na The October Gallery
1995 - Mainz (Alemanha) - Art Brasil
1996 - Landau (Alemanha) - Bilder, na Galerie Ruppert
1996 - Rio de Janeiro RJ - Dialog: experiências alemãs, no MAM/RJ
1997 - Stuttgart (Alemanha) - Magie der Zahl in der Kunst des 20, Jahrhunderts, na Staatsgalerie
1998 - São Paulo SP - Moto Migratório: quatro artistas brasileiros na Alemanha, no MAC/USP
1999 - Budapeste (Hungria) - Ars (Dis) Symmetrica?99, no Ernst Museum
1999 - Santiago (Chile) - Aequators, no Museo de Arte Contemporânea
2000 - Valência (Espanha) - Mujeres de las dos Orillas, no Centro de Cultura La Beneficència
2001 - Rio de Janeiro RJ - O Espírito de Nossa Época, no MAM/RJ
2001 - São Paulo SP - O Espírito de Nossa Época, no MAM/SP
2003 - Berlim (Alemanha) - Arte Contemporânea Brasileira na Alemanha: 10 artistas entre 2 países, na Embaixada do Brasil na Alemanha

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Bruno Giorgi - Figura Feminina
Figura Feminina
Jenner Augusto - Natureza Morta
Natureza Morta
Mario Zanini - Paisagem
Paisagem
Antonio Maia - Vigilância
Vigilância