Escritoriodearte.com > Artistas > Brígida Baltar

Brígida Baltar

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Brígida Baltar (Rio de Janeiro RJ 1959)

Artista multimídia.

No fim da década de 1980, freqüenta a Escola de Artes Visuais do Parque Lage - EAV/Parque Lage. Participa do Grupo Visorama no Rio de Janeiro. Nesse época, cria a obra Abrigo, em que projeta a forma do seu corpo escavada na parede de sua casa-ateliê, e a série Estrutura, na qual emprega tijolos para compor as obras. Frequentemente capta suas ações em fotografias e filmes curtos, como no projeto Umidades, realizado entre 1994 e 2001, com base na coleta de elementos naturais e transitórios, como  neblina ou  orvalho, em excursões que faz à serra das Araras ou à serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro. Apresenta na 25ª Bienal Internacional de São Paulo, em 2002, o trabalho Casa da Abelha, composto de fotografias, vídeos e desenhos. No fim desse mesmo ano, apresenta a exposição Coleta da Neblina, no Museum of Contemporary Art - MOCA, em Cleveland, Estados Unidos.

Comentário Crítico

A obra de Brígida Baltar parte freqüentemente de ações da própria artista, captadas em fotografias ou em curtos filmes silenciosos. No projeto Umidades, desenvolvido entre 1994 e 2001, coleta, em recipientes de vidro, elementos naturais, transitórios e efêmeros, como a neblina, o orvalho e a maresia, em excursões que realiza, por exemplo, à Serra das Araras ou à Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro. Para o crítico Moacir dos Anjos, nessas coletas a artista explora a memória e a afetividade geradas no evento, como as lembranças de odores, da temperatura, dos sons e mesmo de sentimentos, como prazer, medo ou melancolia. Entretanto, para o espectador que conhece apenas as imagens fotográficas geradas por esses procedimentos, essas ações parecem realizar-se fora do espaço e do tempo, inseridas em uma atmosfera de sonho.

O universo feminino e da intimidade doméstica também estão presentes na obra de Brígida Baltar, que inicialmente utiliza materiais retirados da sua própria casa, como tijolos, saibro, poeira e cascas de tinta. Em 2001, apresenta, na 25ª Bienal Internacional de São Paulo, a obra Casa da Abelha, inspirada no universo desses insetos, composta por fotografias, vídeos, desenhos e alguns escritos, retratando a si própria com uma roupa confeccionada para o trabalho, baseada no traçado de uma colméia.

Exposições Individuais

2001 - Fortaleza CE - Neblina, maresia, orvalho: coletas, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura
2001 - Rio de Janeiro RJ - Neblina, maresia, orvalho: coletas, no Espaço Agora
2001 - São Paulo SP - A Coleta da Neblina 1996-2001, na Galeria Nara Roesler
2002 - Cleveland (Estados Unidos) - Coleta da Neblina [Collecting Humidity], na MOCA Cleveland
2003 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Paço Imperial

Exposições Coletivas

1987 - Rio de Janeiro RJ - 11º Salão Carioca de Arte, na Estação Carioca do Metrô
1988 - Rio de Janeiro RJ - Novos Novos 88, na Galeria do Centro Empresarial Rio
1988 - São Paulo SP - 6º Salão Paulista de Arte Contemporânea
1993 - São Paulo SP - Programa Anual de Exposições de Artes Plásticas, no CCSP
1994 - Havana (Cuba) - 5ª Bienal de Havana
1995 - Rio de Janeiro RJ - A Infância Perversa: fábulas sobre a memória e o tempo, no MAM/RJ
1995 - Salvador BA - A Infância Perversa: fábulas sobre a memória e o tempo, no MAM/BA
1996 - Salvador BA - 3º Salão MAM-Bahia, no MAM/BA
1997 - Salvador BA - Workshop 97: artistas alemães e brasileiros, no MAM/BA
1997 - São Paulo SP - 25º Panorama de Arte Brasileira, no MAM/SP
1998 - Florianópolis SC - 6º Salão Nacional Victor Meirelles, no Masc
1998 - Niterói RJ - 25º Panorama de Arte Brasileira, no MAC/Niterói
1998 - Recife PE - 25º Panorama de Arte Brasileira, no Mamam
1998 - Rio de Janeiro RJ - A Imagem do Som de Caetano Veloso, no Paço Imperial
1998 - Rio de Janeiro RJ - Coleção MAM Bahia: arte contemporânea, no MAM/RJ
1998 - Salvador BA - 25º Panorama de Arte Brasileira, no MAM/BA
1999 - Rio de Janeiro RJ - A Imagem do Som de Chico Buarque, no Paço Imperial
1999 - Rio de Janeiro RJ - Cotidiano/Arte. Objeto Anos 60/90, no MAM/RJ
1999 - São Paulo SP - Cotidiano/Arte. Objeto Anos 60/90, no Itaú Cultural
2000 - Rio de Janeiro RJ - A Imagem do Som de Gilberto Gil, no Paço Imperial
2001 - Nova York (Estados Unidos) - The Thread Unraveled: contemporary brazilian art, no El Museo del Barrio
2001 - Rio de Janeiro RJ - A Imagem do Som de Antônio Carlos Jobim, no Paço Imperial
2001 - São Paulo SP - Arco das Rosas: marchand como curador, na Casa das Rosas
2001 - São Paulo SP - Primeiro de Abril - April Fool's Day, na Residência/atelier na Rua Mário, 25
2001 - Washington (Estados Unidos) - Virgin Territory: women, gender, and history in contemporary brazilian art, no The National Museum of Women in the Arts
2002 - Barra Mansa RJ - Sidaids, na Galeria de Arte Sesc Barra Mansa
2002 - Buenos Aires (Argentina) - The Thread Unraveled: contemporary brazilian art, no Museo de Arte Latino-americano de Buenos Aires
2002 - Rio de Janeiro RJ - A Cultura em Tempos de Aids, no MNBA
2002 - Rio de Janeiro RJ - A Imagem do Som do Rock Pop Brasil, no Paço Imperial
2002 - Rio de Janeiro RJ - Artefoto, no CCBB
2002 - Rio de Janeiro RJ - Caminhos do Contemporâneo 1952-2002, no Paço Imperial
2002 - Rio de Janeiro RJ - Sidaids, na Galeria de Arte Sesc Barra Mansa
2002 - Rio de Janeiro RJ - Canteiro de Obras do Circo Voador, no Circo Voador
2002 - São Gonçalo RJ - Sidaids, no Sesc São Gonçalo
2002 - São Paulo SP - 20 Artistas / 20 Anos, no CCSP
2002 - São Paulo SP - 25ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
2002 - São Paulo SP - Infláveis, no Sesc Belenzinho
2002 - São Paulo SP - Portão 2, na Galeria Nara Roesler
2002 - São Paulo SP - Seis Artistas na 25ª Bienal de São Paulo, na Galeria Nara Roesler
2003 - Brasília DF - Artefoto, no CCBB
2003 - Chicago (Estados Unidos) - Paper Works, na Julia Friedman Gallery
2003 - Genebra (Suíça) - Suite de la Nuit, no Musée d'histoire des Sciences
2003 - Madri (Espanha) - Arco/2003, no Parque Ferial Juan Carlos I 
2003 - Niterói RJ - Sidaids, na Galeria de Arte Sesc
2003 - Recife PE - Salão da Bahia 1994 - 2002, na Fundação Joaquim Nabuco
2003 - Rio de Janeiro RJ - Bandeiras do Brasil, no Museu da República
2003 - Rio de Janeiro RJ - Coletiva, na Laura Marsiaj Arte Contemporânea
2003 - Rio de Janeiro RJ - Grande Orlândia: artistas abaixo da linha do equador
2003 - São Paulo SP - Arco 2003, na Galeria Nara Roesler
2004 - Rio de Janeiro RJ - Novas Aquisições 2003: Coleção Gilberto Chateubriand, no MAM/RJ 
2005 - São Paulo SP - O Corpo na Arte Contemporânea Brasileira, no Itaú Cultural

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Tomie Ohtake - Abstração
Abstração
Fernando Lucchesi - Uma Árvore da Vida
Uma Árvore da Vida
Rosa Gauditano - Menina Carajá
Menina Carajá