Escritoriodearte.com > Artistas > Bina Fonyat

Bina Fonyat

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Bina Fonyat (Rio de Janeiro RJ 1945 - idem 1985)

Fotógrafo.

José Bina Fonyat Neto é formado em arquitetura pela Escola de Arquitetura da Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1967, dedica-se à arquitetura e à cenografia antes de começar a fotografar profissionalmente em 1969. Desenvolve uma carreira extremamente eclética, tendo se dedicado à fotografia de imprensa, de teatro, de artes plásticas e de publicidade, fazendo desde reportagens sobre a corrida automobilística das 24 horas de Le Mans para a revista O Cruzeiro até capas de disco para Elis Regina e Edu Lobo. Desenvolve também trabalho documental de expressão pessoal, publicando os livros Carnaval (1978) e Fotografias (1979), deixando inédita outra obra, dedicada ao bairro carioca de Copacabana, que é publicado em livro em 2002, com apoio da Secretaria de Cultura da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Críticas

"Bina Fonyat não faz fotos montadas, não corta negativos, nem utiliza modelos. Só faz flagrantes e, para isso, não vê necessidade de equipamentos complicados. Embora tenha deixado a arquitetura, suas fotos permanecem ligadas a ela: o homem em seu meio. ´Estou inteiramente de acordo com Cartier Bresson: o fotógrafo só deve largar a máquina na hora de dormir, entregar-se por inteiro ao trabalho e ao tema' ".
George Love
Revista de Fotografia - ano 1 - nº 4 - 1971.

"O trabalho fotográfico de Bina Fonyat é mais uma contribuição rica para a percepção do carnaval. Não que pretenda ser um documentário naturalista. É uma versão, uma interpretação que um artista faz da sua sociedade em um dos seus momentos rituais mais significativos. Utiliza a fotografia com sensibilidade revelando encontros, desencontros e contrastes, dentro da grande festa.

Uma das características que mais me impressiona no trabalho de Bina é a sua visão da cidade, da vida urbana, complexa e heterogênea. Aparece com muita dramaticidade o anonimato relativo, típico da grande metrópole (VELHO, Gilberto e MACHADO, Luis, 1978), com maior intensidade ainda com o jogo de máscaras e fantasias, habilmente captado pelo artista.

O que o trabalho de Bina vai nos dar é uma percepção aguda das ambigüidades não só do carnaval mas da vida social como um todo expressa nesse momento de ritualização. No carnaval percebido pelo artista os indivíduos atualizam suas ambigüidades, procuram expressá-las em linguagem mais ou menos metafórica, que nos remete à relação entre a vida e a morte, à identidade sexual, às relações entre as classes sociais e a outros temas cruciais da vida em sociedade. Explora, portanto, uma dimensão da realidade por ele percebida e colocada como sugestão para aqueles que forem ver estas fotos. Nunca uma imposição, uma receita, uma fórmula".
Gilberto Velho
Carnaval. Fotografias de Bina Fonyat. Apres. Gilberto Velho. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1978.

"Os cortes rápidos, as composições que oscilam entre o simétrico e o assimétrico e, principalmente, uma capacidade de reflexão imediata sobre o real fazem o seu estilo. Um estilo que lhe permite recompor fotograficamente o mundo, sugerir sua essência e significado, sem se preocupar com o belo, mas com o movimento permanente da realidade que é, afinal, o tema único de todas as suas fotografias".
Moracy de R. Oliveira
Bina Fonyat: a contribuição política que faltava a fotografia. Jornal da Tarde, São Paulo, 24 jan 1980.

Depoimentos

"Acho que existem muitas maneiras de trabalhar com fotografia; a mim, sempre me interessou o instantâneo. A procura do humor durante a fração de segundo. A reportagem". (1976)

Exposições Individuais

1980 - São Paulo SP - Fotografias, na Galeria Fotoptica

Exposições Coletivas

1972 - Rio de Janeiro RJ - Exposição com Carlos Vergara, no MAM/RJ
1976 - Rio de Janeiro RJ - Exposição Fotolinguagem I, na Escola de Artes Visuais
1977 - Rio de Janeiro RJ - Graffiti Galeria de Arte
1979 - Rio de Janeiro RJ - 1ª Mostra de Fotografia, na Funarte. Galeria de Fotografia
1980 - São Paulo SP - Fotografias, na Fotogaleria Fotoptica
1982 - Rio de Janeiro RJ - Exteriores, no Núcleo de Fotografia - Funarte
1983 - Rio de Janeiro RJ - O Tempo do Olhar, no MNBA - Sala Bernardelli
1983 - São Paulo SP - O Tempo do Olhar, no Masp
1984 - Havana (Cuba) - 1ª Bienal de Havana, no Museo Nacional de Bellas Artes
1985 - Rio de Janeiro RJ - Clube da Foto 1, na Fundação Casa de Rui Barbosa

Exposições Póstumas

1986 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Casa de Cultura Laura Alvim
1992 - Rio de Janeiro RJ - Rio de Janeiro: retratos da cidade 1840/1992, na CCBB
2001 - Roma (Itália) - Coleção Pirelli/Masp de Fotografias - 10 Anos, na Embaixada do Brasil em Roma
2001 - São Paulo SP - 10ª Coleção Pirelli/Masp de Fotografias, no Masp

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Ubirajara Ribeiro - City - Cité - Espaço Medieval de Fazer Amor
City - Cité - Espaço Medieval de Fazer Amor
Waltércio Caldas - Sem Título
Sem Título
Eduard Kretschmar - Panorama RJ tomado do Morro do Castelo
Panorama RJ tomado do Morro do Castelo