Escritoriodearte.com > Artistas > Armando Sendin

Armando Sendin

OBRAS DO ARTISTA

Armando Sendin - Biquini


Biquini

Técnica: óleo sobre tela
Data: 1977
Medida: 80 x 80 cm
Comentários: ass. inf. esq.


Preço: Sob Consulta

BIOGRAFIA

Armando Sendin (Rio de Janeiro RJ 1928)

Pintor, ceramista, escultor, desenhista, gravador e professor.

Armando Moral Sendin dedica boa parte de sua vida a estudos: cursa a Escola de Belas Artes de Priego na Espanha (por volta de 1940); filosofia na Universidade de São Paulo (1945 a 1949); especialização em estética, com Bogumil Jasinowsky, na Universidade do Chile (1950); e, como bolsista do governo francês, estética na Sorbonne, com mestre Souriau (1950 a 1953). Durante suas viagens, trabalha com Gensoli na Manufatura Nacional de Sevres, França, e desenvolve pesquisas com o ceramista Zuloaga e técnicas de cerâmica de origem oriental com Guardiola e com Gonzalez-Marti, na Espanha. Entre 1954 e 1964, dá cursos de pintura, cerâmica, escultura e desenho em seu estúdio, em São Paulo. Nessa mesma cidade, realiza sua primeira mostra individual, no Clube dos Artistas em 1960. Em 1965, publica um livro didático intitulado Cerâmica Artística. Na década de 80, recebe o Prêmio Ribeiro Couto como destaque do ano em Artes Plásticas (1982).

Críticas

"É o espetáculo da rua, mais precisamente o mundo dos homens, do cotidiano que atrai a percepção aguda de Armando Sendin. Portanto, é a realidade, à primeira vista objetivada, que impulsiona seu olhar e sua energia em direção ao que parecem ser e não ser as aparências. Mas esta realidade, experimentada mais na aparência que na semelhança, apesar da fidelidade expressa, supõe mais uma objetivação do mundo que um balanço anódino. Efetivamente, nenhum dos temas tratados, na maioria das vezes por ciclos, não o é sem intenção. Na verdade sem uma pretensão aparente, com suas inevitáveis ressonâncias sociais, eles transpõem a banal existência do dia-a-dia. (...) Nesta iconografia pacientemente observada e posta em cena por um artista dominador de seus meios, sublinhamos finalmente a rejeição do mundo industrial, da tecnologia, dos universos fechados e vazios, de uma humanidade agressiva. Armando Sendin preferiu dizer à sua maneira - retomando Bachelard - a ´imensidade interna´ dos seres, das coisas e da natureza. É a razão pela qual, mais além da minúcia do trabalho, da exigência da mão, sua pintura nos transmite uma impressão ao mesmo tempo lúdica, grave e confortadora".
Gérard Xuriguera
ARMANDO Sendin. Apresentação de Pietro Maria Bardi et al. São Paulo: Galeria de Arte André, 1988.

Exposições Individuais

1960 - São Paulo SP - Primeira individual, no Clube dos Artistas de São Paulo
1970 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, na Zegri Gallery
1972 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, na Iramar Gallery
1973 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Documenta
1974 - Washington (Estados Unidos) - Individual, na Galeria da União Pan Americana
1978 - Sevilha (Espanha) - Individual, no Museu de Arte Contemporânea de Sevilha
1979 - Madri (Espanha) - Individual, na Galeria Propac
1981 - Paris (França) - Individual, na Galerie Liliane François
1983 - Paris (França) - Individual, na Galerie Liliane François
1985 - São Paulo SP - Armando Sendin: brincar, flanar, na Galeria de Arte André
1987 - Paris (França) - Individual, na Galerie Liliane François
1988 - São Paulo SP - Individual, na Galeria de Arte André
1995 - São Paulo SP - Individual, na Galeria de Arte André

Exposições Coletivas

1951 - Paris (França) - Salão de Pintores, Escultores e Gravadores da École Nationale Supérieure des Beaux-Arts
1958 - São Paulo SP - 7º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia
1966 - São Paulo SP - 15º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia
1967 - Campinas SP - 3º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC
1967 - Santos SP - 1º Salão de Arte Contemporânea de Santos - Prêmio Prefeitura Municipal
1967 - São Caetano do Sul SP - Salão de São Caetano - prêmio aquisição
1967 - São Paulo SP - 16º Salão Paulista de Arte Moderna
1967 - São Paulo SP - 9ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1967 - São Paulo SP - Mostra Roma e a Campanha Romana, no Auditório Itália - 1º prêmio em pintura
1968 - Campinas SP - 4º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC
1968 - Curitiba PR - 25º Salão Paranaense, na Biblioteca Pública do Paraná
1968 - Ouro Preto MG - 2º Salão de Ouro Preto - Prêmio Hidrominas
1968 - Rio de Janeiro RJ - 17º Salão Nacional de Arte Moderna, na MAM/RJ
1968 - Santo André SP - 1º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal - Prêmio Prefeitura de Santo André
1968 - Santos SP - 2º Salão de Arte Contemporânea de Santos - Prêmio Citibank
1968 - São Paulo SP - 17º Salão Paulista de Arte Moderna
1969 - Curitiba PR - 26º Salão Paranaense, na Federação das Indústrias do Estado do Paraná
1969 - Santo André SP - 2º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal - Prêmio Cidade de Santo André
1969 - São Caetano do Sul SP - Salão de São Caetano - Prêmio Cidade de São Caetano
1969 - São Paulo SP - 10ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1969 - São Paulo SP - 18º Salão Paulista de Arte Moderna
1969 - São Paulo SP - 1º Salão Paulista de Arte Contemporânea, no Masp
1969 - São Paulo SP - Salão de Arte da Pinacoteca do Estado - prêmio aquisição
1970 - Santo André SP - 3º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal - 1º prêmio
1970 - São Paulo SP - 19º Salão Paulista de Arte Moderna
1971 - Mônaco (Mônaco) - 7º Gran Prix International D'Art Contemporain - Prêmio Unesco
1971 - Santos SP - Bienal de Santos - prêmio aquisição
1971 - São Paulo SP - 11ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1971 - São Paulo SP - 20º Salão Paulista de Arte Moderna
1972 - São Paulo SP - 21º Salão Paulista de Arte Moderna
1973 - Santos SP - Bienal de Santos - 1º prêmio
1973 - São Paulo SP - 12ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal - Prêmio Santos Dumont
1973 - São Paulo SP - 22º Salão Paulista de Arte Moderna
1973 - São Paulo SP - 5º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1975 - São Paulo SP - 13ª Bienal Internacional de São Paulo - prêmio aquisição
1976 - São Paulo SP - 8º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1977 - São Paulo SP - 14ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1978 - Rio de Janeiro RJ - 18ª Arte e Pensamento Ecológico, na Biblioteca Euclides da Cunha
1978 - São Paulo SP - 16ª Arte e Pensamento Ecológico, na Cetesb
1979 - São Paulo SP - 11º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1979 - São Paulo SP - 15ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal
1979 - São Paulo SP - 4ª Exposição de Belas Artes Brasil-Japão
1980 - Espanha - 1º Certamen Internacional de Pintura - Prêmio Cemesa
1980/1988 - Paris (França), Joinville (Brasil) e San Francisco (Estados Unidos) - Participa anualmente da mostra Figuration Critique
1981 - São Paulo SP - 5ª Exposição de Belas Artes Brasil-Japão
1982 - Japão - Exposição da Fundação Mokiti Okada
1982 - Paris (França) - Salon Comparaisons, no Grand Palais
1983 - Atami (Japão) - 6ª Exposição de Belas Artes Brasil-Japão
1983 - Kyoto (Japão) - 6ª Exposição de Belas Artes Brasil-Japão
1983 - Rio de Janeiro RJ - 6ª Exposição de Belas Artes Brasil-Japão, no MNBA
1983 - São Paulo SP - 14º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP
1983 - São Paulo SP - 6ª Exposição de Belas Artes Brasil-Japão, no Masp
1983 - Tóquio (Japão) - 6ª Exposição de Belas Artes Brasil-Japão
1984 - São Paulo SP - Tradição e Ruptura: síntese de arte e cultura brasileiras, na Fundação Bienal
1986 - Paris (França) - Salon Comparaisons, no Grand Palais
1987 - Japão - Exposição da Fundação Mokiti Okada
1987 - Paris (França) - Salon Comparaisons, no Grand Palais
1987 - São Paulo SP - 20ª Exposição de Arte Contemporânea, Chapel Art Show
1988 - São Paulo SP - 15 Anos de Exposição de Belas Artes Brasil-Japão, na Fundação Mokiti Okada M.O.A.
1991 - Santos SP - 3ª Bienal Nacional de Santos, no Centro Cultural Patrícia Galvão
1993 - Santo André SP - 21º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, no Paço Municipal
1993 - Santos SP - 4ª Bienal Nacional de Santos, no Centro Cultural Patrícia Galvão
1996 - Osasco SP - 3ª Mostra de Arte, no Centro Universitário Fieo
2001 - São Paulo SP - 4 Décadas, na Nova André Galeria
2005 - São Paulo SP - Acervo 2005, no MAB/Faap

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Gregório Gruber - Praia do Rosa
Praia do Rosa
Cildo Meireles - Sem Título
Sem Título
Iberê Camargo - Carretéis
Carretéis