Escritoriodearte.com > Artistas > Aloysio Novis

Aloysio Novis

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Aloysio Novis (Rio de Janeiro RJ 1935 - idem 2008)

Pintor, gravador, fotógrafo.

Diploma-se em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 1958, Aloysio Pereira Novis desempenhou o cargo de professor de desenho a mão livre e desenho básico na Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro de 1960 a 1980 e, entre os anos de 1972 a 1975, freqüenta o atelier do pintor Lydio Bandeira de Mello, desenvolvendo principalmente trabalhos a carvão e lápis. Frequenta o Centro de Arte Contemporânea (CEAC) sob orientação dos professores Victor Gerhard, Maria de Lourdes Mader Pereira e Marina Bartholo em trabalhos com pastel oleoso e tinta acrílica, além de participar do Núcleo de Pintura e do Núcleo Central da Escola de Artes Visuais - Parque Laje (EAV) em 1988.
 
A decisão de se dedicar exclusivamente à arte acontece em 1978, quando constrói seu atelier no Alto do Vale das Videiras, em Petrópolis. Seu espaço de criação, dada a localização geográfica, proporciona-lhe um constante diálogo com a natureza da região e possivelmente seja esta uma das razões que o leva a tematizar constantemente a contemporaneidade tanto no conteúdo de suas obras como através dos suportes que utiliza.

Críticas

"... Novis está muito em dia com os esquemas consagrados de expressão. Ao contrário de muito arrivista, esta conquista foi lenta e gradual. Em razão disso percebemos o peso dos valores puramente plásticos, suportando uma idéia tumultuária. O tumulto, no caso, passa a ser um tema sobreposto ao tema/suporte. Estamos com a cidade e o sentimento trágico da cidade. Podemos sem dificuldade surpreender elementos do barroco (Bahia), como do patético conceitual (Nova York), isto como curiosidade apenas. O que permanece é este silêncio convulso da forma, onde o sonho humano parece triturado e vitorioso, na medida em que é artífice e usuário desta convulsão. Podemos até mesmo abstrair completamente qualquer relação de posse, mesmo de espaço habitável, e ainda assim nos sentiremos responsáveis diante da bela pintura de A. Novis, porque diz respeito à indagação mais urgente e perigosa do nosso ser acuado de transitoriedade. Sem dúvida, entre os engajados no neo-expressionismo, fonte de tantos movimentos válidos, A. Novis é um valioso representante. Não há no que ele faz casualidade ou conveniência, mas determinação".
Walmir Ayala
NOVIS, Aloysio. A. Novis: pinturas. Rio de Janeiro: Matias Marcier do Fashion Mall, 1988.

"... O seu percurso se, de certo modo, indica evolução, de outro, se fixa e se firma na coerência. Pouco a pouco, a fábula, o ato de narrar plasticamente, vai apagando-se na maioria de seu referencial figurativo e, em seu lugar, movimentos ricos de pincéis, sem uma significação específica, prevalecem sobre suas imensas telas, em que o seu sonho é transcrito, fragmentado, mas vitorioso, na prática de mãos firmes do artífice do neo-expressionismo. Não obstante, essa sua tendência para o neo-expressionismo não funciona em seu artesanato como elemento de dissidência, de ruptura. Ela não se impõe de tela para tela por sua novidade, mas sim, porque, em cada uma delas, mostra-se diferente, sustentando dialeticamente a afirmação(é A. Novis que ali se apresenta) e a negação (A. Novis não é o mesmo). Assim sendo, o ato de criar para ele se consubstancia na diferença, dividindo o tempo em antes e agora".
Maurício Xavier
NOVIS. Aloysio. A. Novis: pinturas. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, Centro de Convivência, 1990.

Acervos

Casa de Cultura Laura Alvim - Rio de Janeiro RJ
Centro Cultural Candido Mendes - Rio de Janeiro RJ
Centro Cultural Correios - Rio de Janeiro RJ
Espace International D'Art Contemporain - Busigny (França)
Instituto Brasil - Estados Unidos - IBEU - Rio de Janeiro RJ
Instituto Histórico e Artístico de Paraty - RJ
Museu de Arte de Santa Catarina - Masc - Florianópolis SC
Museu Nacional de Belas Artes - MNBA - Rio de Janeiro RJ
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC/RJ
Universidade Estácio de Sá - Rio de Janeiro RJ

Exposições Individuais

1988 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Matias Marcier do São Conrado Fashion Mall
1988 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Instituto Brasil Estados Unidos (IBEU)
1989 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Villa Riso
1989 - São Luís MA - Individual, na Galeria Matias Marcier
1990 - Viçosa MG - Individual, no Salão da Universidade Federal
1990 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Marco Galeria de Arte
1991 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Aliançarte
1992 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Casa de Cultura laura Alvim
1992 - Rio de janeiro RJ - A. Novis: Pinturas, no Centro Cultural Cândido Mendes/Grande Galeria
1993 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Centro Cultural Cândido Mendes/Ipanema
1994 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Fundação Escola de Serviço Público do Estado (FESP)
1994 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Solar Granjean de Montigny, Centro Cultural da PUC/RJ
1995 - Paris (França) - Aloysio Novis: Peintures, no Espaço Cultural Jorge Amado, Embaixada do Brasil
1995 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Espaço Catete, do Museu da República
1996 - Paris (França) - Individual, no espaço cultural do L'Hotel
1996 - Florianópolis SC - Individual, na Fundação Catarinense de Cultura (FCC)
1996 - Florianópolis SC - Individual, no Centro Integrado de Cultura (CIC)
2002 - Parati RJ - Individual, no Casa de Cultura de Parati
2004 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Lana Botelho Artes Visuais
2006 - Rio de Janeiro RJ - Pintura Expandida, no Centro Cultural Cândido Mendes/Ipanema

Exposições Coletivas

1980 - São Paulo SP - 44º Salão Paulista de Belas Artes, na Galeria Prestes Maia
1986 - Resende RJ - 14º Salão do MAM/Resende
1986 - São Paulo SP - Salão Portinari - prêmio vanguarda brasileira de artes plásticas
1987 - Amsterdã (Holanda) - 1ª Mostra de Artes Brasil - Holanda, na World Trade Center Gallery Amsterdã
1987 - Casablanca (Marrocos) - Grande Prêmio de Artes Plásticas Brasil - Marrocos - prêmio paleta internacional
1987 - Rabat (Marrocos) - Grande Prêmio de Artes Plásticas Brasil - Marrocos - prêmio paleta internacional
1987 - São Paulo SP - Salão Portinari - medalha de ouro - 2º prêmio aquarela brasileira de artes plásticas
1988 - Rio de Janeiro RJ - Brilho nos Olhos, no Casa Shopping - Jornal do Brasil
1988 - São Paulo SP - BrasileirArte 88 - NACNE
1990 - São Paulo SP - 8º Salão Paulista de Arte Contemporânea, na Fundação Bienal
1991 - Rio de Janeiro RJ - As Artes do Arquiteto, no Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB)
1992 - Rio de Janeiro RJ - 1° Mostra Aliançarte, na Aliança Francesa
1994 - Belo Horizonte MG - 3° Concorrência de Talentos da Cemig, na Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig)
1994 - Belo Horizonte MG - Ecila Huste e Aloysio Novis: pintura, no Espaço Cultural Cemig
1994 - Brasília DF - Coletiva, na Fundação Cultural do Distrito Federal
1994 - Rio de Janeiro RJ - Homenagem a Marc Berkowitz: Gravuras, na Galeria Primeiro Piso da Escola de Artes Visuais do Parque Lage
1994 - Rio de Janeiro RJ - Brazilian Paitings, na Galeria de Arte Ipanema
1994 - Rio de Janeiro RJ - Poética das Caixas, na Boucherie Letras e Livros
1994 - Rio de Janeiro RJ - Projeto Quatro Quadros, no Centro Cultural Cândido Mendes/ Ipanema
1994 - Salvador BA - 1º Salão MAM-Bahia de Artes Plásticas, no MAM/BA
1996 - Paris (França) - Portes Ouvertes, no Espace Artstille-Bastille
1996 - Rio de Janeiro RJ - 1° Salão Sesc de Gravura, na Galeria Sesc Copacabana
1996 - Rio de Janeiro RJ - Alto no Bar, no Paço Imperial
1996 - Rio de Janeiro RJ - Projeto Universid'arte, na Universidade Estácio de Sá - menção honrosa
1997 - Rio de Janeiro RJ - Projeto Shopping com Arte, na Galeria Arte Etc e Tal do Barra Shopping
1997 - Rio de Janeiro RJ - Quatro Visões: pintura, no Museu Nacional de Belas Artes (MNBA)
2001 - Rio de Janeiro RJ - Aquarela Brasileira, no Centro Cultural Light
2002 - Rio de Janeiro RJ - Seleção do Acervo de Arte da UCAM, no Centro Cultural Candido Mendes
2003 - Rio de Janeiro RJ - Vinte e Cinco Anos: Galeria de Arte Cândido Mendes, na Galeria Candido Mendes
2004 - Rio de Janeiro RJ - A Cara do Rio, no Espaço Cultural dos Correios
2005 - Rio de Janeiro RJ - 10 Indicam, no Centro Cultural Cândido Mendes

Exposições póstumas

2012 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Centro Cultural Cândido Mendes

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Aldo Bonadei - Natureza Morta
Natureza Morta
Antonio Gomide - Figura Feminina de Costas
Figura Feminina de Costas