Escritoriodearte.com > Artistas > Affonso Eduardo Reidy

Affonso Eduardo Reidy

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

BIOGRAFIA

Affonso Eduardo Reidy (Paris, França 1909 - Rio de Janeiro RJ 1964)

Arquiteto, urbanista.

Já no Brasil, ingressou em 1926 na Escola Nacional de Belas Artes, onde formou-se em 1930 como engenheiro-arquiteto recebendo a Grande Medalha de Ouro. Em 1929, ainda como estudante, foi designado para servir junto ao urbanista Alfred Agache na elaboração do Plano Diretor da Cidade do Rio de Janeiro, tendo passado posteriormente a seu principal assistente, onde permaneceu até a extinção do escritório do Plano.

Em 1931 ingressou como professor na Escola Nacional de Belas Artes. Inicialmente como professor assistente de Gregori Warchavchik, e depois como titular. No ano seguinte, tornou-se arquiteto-chefe da prefeitura do Distrito Federal. Em 1936, por indicação de Le Corbusier, integra a equipe que projetou o edifício do Ministério da Educação e Cultura (Mec). Posteriormente, em 1937, compõe a equipe que projetou a Cidade Universitária da Ilha do Fundão.

Em 1947, projetou o conjunto residencial Prefeito Mendes de Morais, conhecido como Pedregulho e concluído no início da década de 1950, onde revela sua formação como arquiteto e urbanista na forma como integra o conjunto à topografia e o insere no tecido urbanístico. Em 1948, como diretor do Departamento de Urbanismo da Prefeitura, elaborou inúmeros projetos, dentre eles, a urbanização do centro da cidade, compreendendo a área resultante do desmonte do morro de Santo Antônio e da faixa aterrada ao longo da avenida Beira-Mar urbanização da Esplanada do Castelo e saneamento da Lagoa Rodrigo de Freitas. Em julho escreveu um artigo para a Revista Municipal de Engenharia sobre a urbanização da área resultante do desmonte do morro de Santo Antônio.

Em 1954 voltou ao magistério como professor da Faculdade Nacional de Arquitetura. Foi nos últimos de dez anos de sua vida que realizou uma de suas mais importantes obras, ao integrar o grupo de trabalho do Aterro da Glória, atual Aterro do Flamento, no bairro carioca do Flamengo, local que abriga o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (Mam-RJ), projeto de sua autoria vencedor de concurso realizado no início da década de 1950. Desde o início de sua carreira teve participação marcante em órgãos de classe. Foi membro do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura e vice-presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil em 1944 e 1945.

Casou-se com a engenheira Carmen Portinho. Morreu em 10 de agosto de 1964.

Fonte: FGV CPDOC

VEJA TAMBÉM

Eliana Minillo - Notre Dame Des Désirs (Díptico)
Notre Dame Des Désirs (Díptico)
Bruno Giorgi - Dorso Feminino
Dorso Feminino
Alexander Calder - Sem Título
Sem Título