Escritoriodearte.com > Artistas > Abram Louis Buvelot

Abram Louis Buvelot

OBRAS DO ARTISTA

Este artista não possui obras em nosso acervo.

Você possui uma obra deste artista e quer vender?

Após logar no site, clique em 'Avaliações' e envie sua obra.

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Abram Louis Buvelot (Morges, Suíça 1814 - Melbourne, Austrália 1888)

Pintor, litógrafo, fotógrafo, desenhista, gravador e professor.

Vem para o Brasil em 1835, tendo realizado anteriormente estudos de arte com o pintor Marc Louis Arlaud, na Escola de Desenho de Lausanne, Suiça. Vive em Salvador, onde dá aulas de pintura. Em 1840 passa a residir no Rio de Janeiro. Por encomenda da imperatriz dona Teresa Cristina, pinta uma paisagem de floresta brasileira, apresentada na Exposição Geral de Belas Artes de 1846, que agrada muito ao imperador dom Pedro II, que o agracia com o título de Cavaleiro da Imperial Ordem do Rosa. O artista dedica-se também à litografia e reproduz vistas, cenas e costumes urbanos do Rio de Janeiro, presentes no álbum Rio de Janeiro Pitoresco, de 1844, realizado com Louis Auguste Moreaux e publicado pela Heaton & Rensburg. Em 1845, Buvelot, um dos primeiros profissionais da daguerreotipia no Rio de Janeiro, funda o estabelecimento fotográfico Officina Imperial Buvelot & Prat na cidade. A empresa permanece em atividade até 1856, tendo inclusive realizado diversos serviços profissionais para a Casa Imperial. Em 1860, Buvelot retorna à Suíça. Após uma rápida passagem pelo Brasil, em 1865, viaja para Melbourne, na Austrália, onde se fixa, desenvolve grande atividade artística e notabiliza-se por suas paisagens, pela fidelidade de colorido, planos e perspectiva.

Comentário crítico

Louis Buvelot vem para o Brasil em 1835, depois de ter estudado arte com Marc Louis Arlaud, na Escola de Desenho de Lausanne, na Suíça. Vai morar em Salvador, onde dá aulas de pintura. Em 1840 passa a residir no Rio de Janeiro e participa da Exposição Geral de Belas Artes, com as pintura de paisagens Praia de Santa Luzia, s.d. e Praia da Gamboa, s.d.

Como aponta o estudioso Quirino Campofiorito, Buvelot é um dos primeiros pintores com inspiração voltada diretamente para a natureza, encanta-se com o mar e a beleza das praias e realiza sucessivas telas que enfocam a paisagem natural e urbana do Rio de Janeiro. Participa de diversas edições da Exposição Geral de Belas Artes, como, por exemplo, em 1841, com Vista da Lagoa Rodrigo de Freitas, s.d. e Saco do Botafogo e Cemitério dos Ingleses, s.d. ou em 1843, na qual apresenta, entre outras, as pinturas Vista de Nossa Senhora da Glória, s.d. e Vista do Convento de Santo Antônio, s.d., este premiado com medalha de ouro. Por encomenda da imperatriz dona Teresa Cristina, pinta uma paisagem de floresta brasileira, apresentada na Exposição Geral de 1846, agradando muito ao imperador dom Pedro II, que o agracia com o título de Cavaleiro da Imperial Ordem do Rosa.

Buvelot dedica-se também à litografia e reproduz vistas, cenas e costumes urbanos do Rio de Janeiro, a princípio em pranchas soltas, posteriormente reunidas no álbum Rio de Janeiro Pitoresco, de 1845, realizado com Louis Auguste Moreaux e publicado pela Heaton & Rensburg. O álbum é composto de 18 lâminas, em cada uma há um desenho central, rodeado por outros. Em algumas páginas são abordados de cinco a sete assuntos diferentes. As paisagens são feitas por Buvelot e o desenho de arquitetura e figuras por Moreaux.

Em 1845, Buvelot funda no Rio de Janeiro o estabelecimento fotográfico Officina Imperial Buvelot & Prat e é um dos primeiros profissionais da daguerreotipia na cidade. A empresa, realiza diversos serviços profissionais para a Casa Imperial, permanece em atividade até 1856.

O artista retorna à Suíça em 1860. E, em 1865, após uma rápida passagem pelo Brasil, viaja para Melbourne, na Austrália, onde se fixa, desenvolve grande atividade artística e se notabiliza no país por suas paisagens de grande fidelidade de colorido, planos e perspectivas.

Coleções

Art Gallery of New South Wales - Sydney (Austrália)
Coleção Geyer, Museu Imperial - Petrópolis RJ
Ministério das Relações Exteriores - Brasília DF
Museu Nacional de Belas Artes - MNBA - Rio de Janeiro RJ
National Library of Australia - Canberra (Austrália)
The National Gallery of Victoria - Melbourne (Austrália)
The University of Melbourne - Melbourne (Austrália)

Críticas

"A seu respeito escreveu Manuel de Araújo Porto Alegre, em 1844: ´O Sr. Buvelot é certamente o único pintor de paisagem que temos no Rio de Janeiro. As vistas tomadas em Andaraí são cheias de verdade, o tom das montanhas é fino, as árvores estão bem tocadas, as águas transparentes, só a atmosfera é um pouco pesada, não se respira nela´. (...) Raro exemplo de paisagista que logrou retratar a natureza de três continentes (Europa, América e Oceania), Buvelot realizou no Brasil obra sólida, como o atesta a Vista da Gamboa, de 1852, do Museu Nacional de Belas Artes".
José Roberto Teixeira Leite
ARTE no Brasil. São Paulo: Abril Cultural, 1979.

"Buvelot não conseguiu, em seu período brasileiro, desvincular-se de sua experiência européia. Vista da Gamboa no Rio de Janeiro é quase uma paisagem européia transplantada, com o ponto culminante dos morros, no segundo plano, assemelhando-se ao pico nevado de uma montanha suíça. Não obstante esse aspecto negativo em sua produção brasileira, Buvelot era um pintor de paisagens nato, sendo um admirador sincero dos aspectos pitorescos da cidade do Rio de Janeiro".
Wladimir Alves de Souza e outros
O MUSEU Nacional de Belas Artes. São Paulo: Banco Safra, 1985. (Banco Safra). 

Exposições Coletivas

1840 - Rio de Janeiro RJ - 1ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba
1841 - Rio de Janeiro RJ - 2ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba
1843 - Rio de Janeiro RJ - 4ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba - medalha de ouro
1844 - Rio de Janeiro RJ - 5ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba
1846 - Rio de Janeiro RJ - 7ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba
1847 - Rio de Janeiro RJ - 8ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba
1848 - Rio de Janeiro RJ - 9ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba
1849 - Rio de Janeiro RJ - 10ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba
1850 - Rio de Janeiro RJ - 11ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba
1852 - Rio de Janeiro RJ - 12ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba
1859 - Rio de Janeiro RJ - 13ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba
1860 - Rio de Janeiro RJ - 14ª Exposição Geral de Belas Artes, Aiba

Exposições Póstumas

1953 - São Paulo SP - 2ª Bienal Internacional de São Paulo, no Pavilhão dos Estados
1961 - Rio de Janeiro RJ - O Rio na Pintura Brasileira, na Biblioteca Estadual da Guanabara
1962 - Adelaide (Austrália) - Australian Painting: Colonial, Impressionist, Contemporary, na National Gallery of South Australia
1962 - Perth (Austrália) - Australian Painting: Colonial, Impressionist, Contemporary, na Art Gallery of Western Australia
1976 - Melboune (Austrália) - Australian Art in the 1870s, na National Gallery of Victoria
1976 - Sydney (Austrália) - Australian Art in the 1870s, na Art Gallery of New South Wales
1977 - Rio de Janeiro RJ - Aspectos da Paisagem Brasileira: 1816-1916, no MNBA
1983 - Bathurst (Austrália) - Australian Arcady, na Bathurst Regional Art Gallery
1983 - Penrith (Austrália) - Australian Arcady, na Penrith Regional Art Gallery & Lewers Bequest
1983 - Sydney (Austrália) - Australian Arcady, na Art Gallery of New South Wales
1983 - Wagga Wagga (Austrália) - Australian Arcady, na Wagga Wagga City Art Gallery
1990 - Rio de Janeiro RJ - Missão Artística Francesa e Pintores Viajantes: França - Brasil no século XIX, na Fundação Casa França-Brasil
1991 - Brisbane (Austrália) - Swiss Artists in Australia 1777-1991, na Brisbane City Gallery
1991 - Hobart (Austrália) - Swiss Artists in Australia 1777-1991, no Tasmanian Museum and Art Gallery
1991 - Melbourne (Austrália) - Swiss Artists in Australia 1777-1991, na The George Adams Gallery, Victorian Arts Centre
1991 - Perth (Austrália) - Swiss Artists in Australia 1777-1991, na Art Gallery of Western Australia
1991 - Sydney (Austrália) - Nineteenth Century Australian Watercolours form the Collection, na Art Gallery of New South Wales
1991 - Sydney (Austrália) - Swiss Artists in Australia 1777-1991, na Art Gallery of New South Wales
1992 - Kioto (Japão) - 200 Years of Australian Painting: nature, people and art the Southern Continent, no The National Museum of Modern Art
1992 - Rio de Janeiro RJ - Natureza: quatro séculos de arte no Brasil, no CCBB
1992 - Tóquio (Japão) - 200 Years of Australian Painting: nature, people and art the Southern Continent, no National Museum of Western Art
1992 - Zurique (Suíça) - Brasilien: entdeckung und selbstentdeckung, na Kunsthaus Zürich
1993 - Rio de Janeiro RJ - Paisagens Brasileiras pelos Artistas Estrangeiros, na Galeria de Arte Sesc Tijuca
1994 - Rio de Janeiro RJ - Os Pintores Viajantes: acervo do MNBA, no MNBA
1994 - Sydney (Austrália) - Great Gifts Great Patrons, na Art Gallery of New South Wales
1997 - Sydney (Austrália) - Australian Drawings from the Gallery´s Collection, na Art Gallery of New South Wales
1999 - Rio de Janeiro RJ - O Brasil Redescoberto, no Paço Imperial
2000 - Rio de Janeiro RJ - Visões do Rio na Coleção Geyer, no CCBB
2000 - São Paulo SP - Brasil + 500 Mostra do Redescobrimento, na Fundação Bienal
2002 - São Paulo SP - Imagem e Identidade: um olhar sobre a história na coleção do Museu de Belas Artes, no Instituto Cultural Banco Santos

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Gregório Gruber - Sem Título
Sem Título
Francisco Stockinger - Mulher Sentada
Mulher Sentada
Jeanete Musatti - Obscuro Poder
Obscuro Poder
Amilcar de Castro - Sem Titulo (p45)
Sem Titulo (p45)