Escritoriodearte.com > Artistas > Paulo Rossi Osir

Paulo Rossi Osir


OBRAS DO ARTISTA

 - Paisagem
Solicitar Orçamento

Compartilhar

Paisagem

Técnica: óleo sobre tela
Data: 1949
Medida: 45,5x61 cm
Comentários:

Preço: Sob Consulta

Leilão de Artes Online

BIOGRAFIA

Paulo Rossi Osir (São Paulo SP 1890 - idem 1959)

Pintor, desenhista, arquiteto.

Paulo Cláudio Rossi Osir começou a pintar com seu pai, o arquiteto Cláudio Rossi. Viaja para a Itália e estuda com Alberto Beniscelli, na Accademia di Belle Arti di Brera, em 1906 e 1907. No ano seguinte, em Dover, Inglaterra, faz cursos de aquarela e água-forte com Alexandre Austed. Retorna ao Brasil e, entre 1909 e 1911, estuda na Escola Politécnica de São Paulo - Poli e no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo - Laosp. De volta à Europa, freqüenta o ateliê do arquiteto Victor Alexandre Frédéric Laloux (1850 - 1937) e a Académie de la Grande Chaumière, em Paris, em 1912. Na Itália recebe diploma de construtor, em Milão, em 1915, e forma-se arquiteto na Real Academia de Bolonha, em 1916. Participa da fundação da Sociedade Pró-Arte Moderna - Spam, em 1932, e da Família Artística Paulista - FAP, em 1937. Na década de 1940, cria a empresa de azulejaria Osirarte, e passa a produzir os azulejos desenhados por Candido Portinari (1903 - 1962) para o edifício do Ministério da Educação e Saúde - MES, no Rio de Janeiro, e para a Igreja da Pampulha, em Belo Horizonte. Entre 1941 e 1947, promove exposições regulares da Osirarte, para difundir os azulejos artísticos criados pelo grupo que integra a oficina. Conta com a participação de Mario Zanini (1907 - 1971), Alfredo Volpi (1896 - 1988), Hilde Weber (1913 - 1994), Gerda Brentani (1908 - 1999), entre outros.

Comentário Crítico

Como nota o historiador da arte Tadeu Chiarelli, Rossi Osir aproxima-se da tendência do retorno à ordem, principalmente em sua vertente neo-renascentista, no tratamento conferido ao corpo feminino, em obras como Nu, Mulata, 1930. Nesse quadro, o uso sensual da linha de contorno das figuras e a temática revelam afinidades do artista com a produção de Vittorio Gobbis (1894 - 1968). Já em Imigrante Lituano, 1930, explora a linearidade da forma, utilizando um procedimento altamente estilizado, com origem na pintura não só de Amedeo Modigliani (1884 - 1920), mas, sobretudo em alguns retratos, de Ubaldo Oppi (1889 - 1942).

Rossi Osir tem papel fundamental pelo apoio dado aos pintores do Grupo Santa Helena e da Família Artística Paulista - FAP, cuja produção incentiva, e também por conta de sua vasta biblioteca, repleta de autores ligados à produção do Novecento Italiano. Em 1940, o artista cria a empresa Osirarte, um ateliê que realiza em azulejos as pinturas de Candido Portinari (1903 - 1962) para o edifício do Ministério da Educação e Saúde - MES, no Rio de Janeiro. Posteriormente, a Osirarte desenvolve uma grande produção com pinturas de artistas do Grupo Santa Helena, constituindo, em sua maioria, composições decorativas com temática popular.

Críticas

"Criou (...) a Osirarte, oficina especializada na criação e no fabrico de azulejos artísticos, buscando assim revitalizar esse tipo de revestimento arquitetônico, e para tal lançando mão do concurso de artistas como Volpi, Mário Zanini e vários outros. A Osirarte desempenharia papel de destaque no panorama das artes decorativas nacionais, durante todo o tempo de sua existência, que praticamente coincide com a década de 1940. Osir possuía técnica primorosa e, graças a seus conselhos principalmente e aos de Vittorio Gobbis, a pintura paulistana dos anos 30 e 40 adquiriu consciência artesanal. Mas, muito mais do que um simples técnico, Osir foi um artista, se bem que sua importância ainda não tenha sido de todo aquilatada. Praticando a paisagem, a marinha, a figura e a natureza-morta, em todos esses gêneros se destacou sobremodo, mesclando estilisticamente afluidez cromática dos impressionistas ao sentido construtivista da forma, derivado de Cézanne, através do Cubismo".
José Roberto Teixeira Leite
LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988, pp. 368-369.

"Suas naturezas-mortas e suas paisagens testemunham uma forte preocupação com a construção formal da pintura, através de um naturalismo que, se não demonstra influencias visíveis de Cézanne ou dos macchiaioli, não aponta igualmente influências impressionistas e muito menos acadêmicas. É como se Rossi Osir, de fato, se despisse de todos os conhecimentos sobre essas poéticas para, através de um naturalismo cru e esvaziado de qualquer estilema, interpretar a realidade que o cercava. Essa crueza da pintura de Osir alcança pontos altos não apenas em algumas de suas naturezas-mortas e paisagens mas, sobretudo, em seus nus, entre eles 'Angelina', de 1927, e 'Nu, mulata'. Nessas pinturas, o tratamento do corpo da mulher, que o aproxima definitivamente da vertente neo-renascentista do Novecento (...)"
Tadeu Chiarelli
CHIARELLI, Tadeu. O novecento e a Arte Brasileira. In: ________. Arte Internacional Brasileira. São Paulo : Lemos, 1999, pp. 77-78

Exposições Individuais

1921 - São Paulo SP - Individual
1922 - São Paulo SP - Individual
1927 - São Paulo SP - Individual
1938 - São Paulo SP - Individual
1924 - Bolonha (Itália) - Individual
1926 - Paris (França) - Individual
1926 - Boston (Estados Unidos) - Individual
1926 - Pittsburgh (Estados Unidos) - Individual
1926 - Filadélfia (Estados Unidos) - Individual
1926 - Nova York (Estados Unidos) - Individual
1928 - Rio de Janeiro RJ - Individual
1937 - Porto Alegre RS - Individual

Exposições Coletivas

1928 - Rio de Janeiro RJ - 35ª Exposição Geral de Belas Artes, na Enba
1930 - Nova York (Estados Unidos) - The First Representative Collection of Paintings by Brazilian Artists, no Nicholas Roerich Museum
1931 - Rio de Janeiro RJ - 1º Salão da Pró-Arte
1931 - Rio de Janeiro RJ - Salão Revolucionário, na Enba
1932 - Rio de Janeiro RJ - 2º Salão da Pró-Arte
1933 - São Paulo SP - 1º Exposição de Arte Moderna da SPAM
1934 - São Paulo SP - 1º Salão Paulista de Belas Artes, na Rua 11 de Agosto
1935 - Pittsburgh (Estados Unidos) - The 1935 International Exhibition of Painting, no Carnegie Institute
1936 - Cleveland (Estados Unidos) - The 1935 International Exhibition of Painting, no Toledo Museum of Art
1936 - Toledo (Estados Unidos) - The 1935 International Exhibition of Painting, no Toledo Museum of Art
1937 - São Paulo SP - 1º Salão da Família Artística Paulista, no Esplanada Hotel de São Paulo
1939 - São Paulo SP - 2º Salão da Família Artística Paulista, no Automóvel Clube
1940 - Rio de Janeiro RJ - 3º Salão da Família Artística Paulista, no Palace Hotel
1940 - Rio de Janeiro RJ - 46º Salão Nacional de Belas Artes, no MNBA
1941 - São Paulo SP - 1º Salão de Arte da Feira Nacional de Indústrias, no Parque da Água Branca
1941 - São Paulo SP - 1º Salão Osirarte, na Rua Barão de Itapetininga, 124
1942 - São Paulo SP - 7º Salão do Sindicato dos Artistas Plásticos, na Galeria Prestes Maia
1943 - Rio de Janeiro RJ - Exposição Anti-Eixo, no Museu Histórico e Diplomático - Palácio Itamaraty
1943 - Rio de Janeiro RJ - Exposição de Azulejos da Osirarte, no MNBA
1944 - Belo Horizonte MG - Exposição de Arte Moderna , no Edifício Mariana
1944 - Londres (Inglaterra) - Exhibition of Modern Brazilian Paintings, na Royal Academy of Arts
1944 - Norwich (Inglaterra) - Exhibition of Modern Brazilian Paintings, no Norwich Castle and Museum
1944 - São Paulo SP - 9º Salão do Sindicato dos Artistas Plásticos, na Galeria Prestes Maia
1944 - São Paulo SP - Exposição de Pintura Moderna Brasileira-Norte-Americana, na Galeria Prestes Maia
1945 - Bath (Inglaterra) - Exhibition of Modern Brazilian Paintings, na Victory Art Gallery
1945 - Bristol (Inglaterra) - Exhibition of Modern Brazilian Paintings, no Bristol City Museum & Art Gallery
1945 - Edimburgo (Escócia) - Exhibition of Modern Brazilian Paintings, na National Gallery
1945 - Glasgow (Escócia) - Exhibition of Modern Brazilian Paintings, na Kelingrove Art Gallery
1945 - Manchester (Inglaterra) - Exhibition of Modern Brazilian Paintings, na Manchester Art Gallery
1946 - Buenos Aires (Argentina) - Osirarte, no Salón Peuser
1946 - São Paulo SP - Osirarte, na Galeria Benedetti
1947 - Mendoza (Argentina) - Osirarte, na Galeria Gimenez
1951 - São Paulo SP - 1ª Bienal Internacional de São Paulo, no Pavilhão do Trianon
1952 - São Paulo SP - Volpi, Zanini, Rossi, no Centro Cultural Ítalo-Brasilerio
1954 - São Paulo SP - 3º Salão Paulista de Arte Moderna, na Galeria Prestes Maia

Exposições Póstumas

1960 - São Paulo SP - Paulo Rossi Osir: desenhos, na Associação Amigos do MAM/SP
1962 - São Paulo SP - Seleção de Obras de Arte Brasileira da Coleção Ernesto Wolf, no MAM/SP 
1963 - São Paulo SP - 7ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal 
1964 - São Paulo SP - Paulo Rossi Osir: retrospectiva, na Galeria Selearte
1966 - São Paulo SP - Meio Século de Arte Nova, no MAC/USP
1967 - São Paulo SP - Gomide, Osir e Visconti, na Art Galeria
1972 - São Paulo SP - A Semana de 22: antecedentes e consequências, no Masp
1975 - São Paulo SP - O Modernismo de 1917 a 1930, no Museu Lasar Segall
1975 - São Paulo SP - SPAM e CAM, no Museu Lasar Segall 
1976 - São Paulo SP - Os Salões: da Família Artística Paulista, de Maio e do Sindicato dos Artistas Plásticos de São Paulo, no Museu Lasar Segall
1982 - São Paulo SP - Do Modernismo à Bienal, no MAM/SP
1982 - São Paulo SP - Marinhas e Ribeirinhas, no Museu Lasar Segall
1982 - São Paulo SP - Pintores Italianos no Brasil, no MAM/SP
1984 - Rio de Janeiro RJ - 7º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ
1984 - Rio de Janeiro RJ - Salão de 31, na Funarte 
1988 - São Paulo SP - Brasiliana: o homem e a terra, Pinacoteca do Estado
1992 - São Paulo SP - O Olhar de Sérgio sobre a Arte Brasileira: desenhos e pinturas, na Biblioteca Municipal Mário de Andrade
1993 - São Paulo SP - 100 Obras-Primas da Coleção Mário de Andrade: pintura e escultura, no IEB/USP
1994 - São Paulo SP - Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal
1995 - São Paulo SP - O Grupo Santa Helena, no MAM/SP
1996 - Rio de Janeiro RJ - O Grupo Santa Helena, no CCBB
1996 - São Paulo SP - Arte Brasileira: 50 anos de história no acervo MAC/USP: 1920-1970, no MAC/USP
1996 - São Paulo SP - Figura e Paisagem no Acervo do MAM: homenagem a Volpi, no MAM/SP
1998 - São Paulo SP - A Arte de Expor Arte, no MAM/SP  
2000 - São Paulo SP - Brasil + 500 Mostra do Redescobrimento, na Fundação Bienal
2001 - Rio de Janeiro RJ - Aquarela Brasileira, no Centro Cultural Light
2001 - São Paulo SP - Museu de Arte Brasileira: 40 anos, no MAB/Faap
2002 - São Paulo SP - Modernismo: da Semana de 22 à seção de arte de Sérgio Milliet, no CCSP
2003 - São Paulo SP - Arte e Sociedade: uma relação polêmica, no Itaú Cultural  
2004 - São Paulo SP - O Preço da Sedução: do espartilho ao silicone, no Itaú Cultural

Fonte: Itaú Cultural

VEJA TAMBÉM

Burle Marx - Grumari

Burle Marx

Grumari

Anita Malfatti - Casamento Caipira

Anita Malfatti

Casamento Caipira

Tunga - Agulha

Tunga

Agulha